Cinco passos para impedir que você tenha um problema em sua fazenda

13 março 2018
ressincronizacao-iatf-taxa-concepcao-90

Você sabe definir com clareza o que é um problema para uma fazenda? Segundo o zootecnista, mestre em produção animal e consultor Antônio Chaker, diretor do Inttegra, o Instituto Terra de Métricas Agropecuárias, problema é nada mais do que a distância entre o que aconteceu e o que de fato você gostaria que acontecesse.

Parece um pouco óbvio, mas se uma fazenda não tem objetivos claros e estabelecidos, não tem como definir com clareza se ela tem ou não um problema. Por isto, Chaker listou cinco tipos de metas para que o pecuarista acompanhe sempre e saiba dizer com precisão o que ele quer que aconteça para, quando ocorrer qualquer situação, ele consiga definir se houve um problema. Veja abaixo:

Metas reprodutivas: pode ser apurada por meio de indicadores como fertilidade, perda pré-parto, mortalidade de bezerros, taxa de desmame e peso ao desmame;

Metas produtivas: mensurada por números como ganho médio diário (GDM), mortalidade e níveis de consumo de rações e suplementos. “Eu tenho que ser o primeiro a saber que o animal não está ganhando o peso que era pra ganhar. Posso fazer isso em pesagens mensais em sistemas com mais tecnologia ou trimestrais nos sistemas mais convencionais”, acrescentou o zootecnista.

Metas operacionais: “Sabe aquela lista que você deixa na fazenda na sexta ou sábado com a programação de serviços da semana seguinte? É esta a lista de tarefas operacionais. As fazendas que ganham mais dinheiro cumprem as tarefas da semana”, alertou.

Metas financeiras: segundo o consultor, o pecuarista precisa saber se a fazenda faturou o que tinha que faturar e se gastou o que tinha que gastar justamente aonde ela precisava gastar.

Metas comportamentais: Chaker reforçou que há um contrato psicológico que o pecuarista faz com seus colaboradores, sócios e todos que estão envolvidos com a fazenda. Por isso é preciso acompanhar se estão sendo respeitados limites com bebidas, horários, limpeza do terreiro das casas, uso de eventuais uniformes, entre outros.

Veja o conteúdo completo no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Mão de obra é 2ª maior preocupação do pecuarista; como formar equipe com os melhores profissionais?

Consultor Antônio Chaker elaborou lista com três passos para o fazendeiro atrair e fidelizar os melhores profissionais para a sua propriedade

Confira as fazendas em destaque do dia 14 de dezembro de 2018

Fazendas nos estados de Goiás, São Paulo e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Revelado o vencedor da eleição para o melhor lote de novembro

Lote ganhador foi composto por novilhas precoces, entre zero e dois DIPs (dentes incisivos permanentes) e marcou 99% Verde no Farol da Qualidade

Brasil perde 16 milhões de cabeças de gado por ano por falhas na sanidade

Número representa uma taxa de mortalidade de 8% no rebanho total de 200 milhões de cabeças. “É uma ineficiência enorme”, lamentou professor da Unesp

Cinco passos para impedir que você tenha um problema em sua fazenda

13 março 2018
ressincronizacao-iatf-taxa-concepcao-90

Você sabe definir com clareza o que é um problema para uma fazenda? Segundo o zootecnista, mestre em produção animal e consultor Antônio Chaker, diretor do Inttegra, o Instituto Terra de Métricas Agropecuárias, problema é nada mais do que a distância entre o que aconteceu e o que de fato você gostaria que acontecesse.

Parece um pouco óbvio, mas se uma fazenda não tem objetivos claros e estabelecidos, não tem como definir com clareza se ela tem ou não um problema. Por isto, Chaker listou cinco tipos de metas para que o pecuarista acompanhe sempre e saiba dizer com precisão o que ele quer que aconteça para, quando ocorrer qualquer situação, ele consiga definir se houve um problema. Veja abaixo:

Metas reprodutivas: pode ser apurada por meio de indicadores como fertilidade, perda pré-parto, mortalidade de bezerros, taxa de desmame e peso ao desmame;

Metas produtivas: mensurada por números como ganho médio diário (GDM), mortalidade e níveis de consumo de rações e suplementos. “Eu tenho que ser o primeiro a saber que o animal não está ganhando o peso que era pra ganhar. Posso fazer isso em pesagens mensais em sistemas com mais tecnologia ou trimestrais nos sistemas mais convencionais”, acrescentou o zootecnista.

Metas operacionais: “Sabe aquela lista que você deixa na fazenda na sexta ou sábado com a programação de serviços da semana seguinte? É esta a lista de tarefas operacionais. As fazendas que ganham mais dinheiro cumprem as tarefas da semana”, alertou.

Metas financeiras: segundo o consultor, o pecuarista precisa saber se a fazenda faturou o que tinha que faturar e se gastou o que tinha que gastar justamente aonde ela precisava gastar.

Metas comportamentais: Chaker reforçou que há um contrato psicológico que o pecuarista faz com seus colaboradores, sócios e todos que estão envolvidos com a fazenda. Por isso é preciso acompanhar se estão sendo respeitados limites com bebidas, horários, limpeza do terreiro das casas, uso de eventuais uniformes, entre outros.

Veja o conteúdo completo no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Consultor Antônio Chaker elaborou lista com três passos para o fazendeiro atrair e fidelizar os melhores profissionais para a sua propriedade

Fazendas nos estados de Goiás, São Paulo e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Lote ganhador foi composto por novilhas precoces, entre zero e dois DIPs (dentes incisivos permanentes) e marcou 99% Verde no Farol da Qualidade

Número representa uma taxa de mortalidade de 8% no rebanho total de 200 milhões de cabeças. “É uma ineficiência enorme”, lamentou professor da Unesp

Gado foi enviado pela propriedade da família Rojas – o pai Djalma e seu filho Rogério Catanduva, marcando 75% Verde no Farol da Qualidade

Fazendas nos estados do Tocantins, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaque do quadro Giro pelo Brasil; confira lotes e Farol da Qualidade.

Fazendas nos estados de Goiás, São Paulo e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Novo aplicador conta com protetor de agulha que reforça higiene do dispositivo e facilita na formação de pregas para vacinas subcutâneas, como a aftosa

Evento acontecerá dias 15 e 16/12 na Estância Dama, em Pilar do Sul, cidade localizada na região de Sorocaba, no interior do estado de São Paulo

Estrutura imobiliza o bezerro recém-nascido e não permite o acesso da vaca ao local de manejo, garantindo a segurança e a praticidade para o peão

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE