Custo do manejo sanitário em confinamento é menor que 2% do total

24 maio 2017
confinamento-go-mg-estressafra-sanidade

Nesta quarta-feira, 24, o quadro Palavra do Gerente, no programa Giro do Boi, contou com entrevista do gerente regional da Boehringer Saúde Animal para os estados do Goiás e Minas Gerais, Marco Borges. Segundo o profissional, o rebanho somado dos dois estados, tanto de gado de corte quando de gado de leite, é representado por 50 milhões de cabeças, ou aproximadamente 1/4 de todo o rebanho bovino brasileiro.

Segundo Borges, os pecuaristas dos estados já começam a sentir os impactos das variações climáticas no desempenho dos animais. “Estamos vivenciando dias com fortes variações climáticas, com dias quentes e noites frias, com ausência de chuvas e muita poeira. Tudo isso, de alguma forma, acaba impactando e prejudicando a produção”, resumiu Borges.

O gerente atentou para o fato de a época da entressafra estar começando, o que leva muitos produtores a tomarem a decisão por terminar o gado no cocho e acaba exigindo cuidados especiais com sanidade. “Estamos na época propícia para o confinamento, então o pecuarista precisa começar bem para terminar melhor ainda. O custo de manejo sanitário de entrada de confinamento é irrisório, menor que 2% (do custo total)”, destacou Borges.

Veja, na íntegra, o quadro Palavra do Gerente no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque do dia 23 de abril de 2019

Fazenda nos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Cenário internacional é favorável para a pecuária brasileira, mas produtor deve estar atento à disputa entre China e EUA

Com os preços dos grãos atrativos e o aumento da demanda mundial por carnes, produtores brasileiros têm boas perspectivas para o mercado em 2019

Confira as fazendas em destaque do dia 22 de abril de 2019

Fazenda nos estados de São Paulo, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Definidos os dois primeiros lotes para a votação do melhor de abril

Lote de novilhas Nelore e outro de fêmeas tricross (Nelore, Angus e Wagyu) seguirão para a eleição no final do mês

Custo do manejo sanitário em confinamento é menor que 2% do total

24 maio 2017
confinamento-go-mg-estressafra-sanidade

Nesta quarta-feira, 24, o quadro Palavra do Gerente, no programa Giro do Boi, contou com entrevista do gerente regional da Boehringer Saúde Animal para os estados do Goiás e Minas Gerais, Marco Borges. Segundo o profissional, o rebanho somado dos dois estados, tanto de gado de corte quando de gado de leite, é representado por 50 milhões de cabeças, ou aproximadamente 1/4 de todo o rebanho bovino brasileiro.

Segundo Borges, os pecuaristas dos estados já começam a sentir os impactos das variações climáticas no desempenho dos animais. “Estamos vivenciando dias com fortes variações climáticas, com dias quentes e noites frias, com ausência de chuvas e muita poeira. Tudo isso, de alguma forma, acaba impactando e prejudicando a produção”, resumiu Borges.

O gerente atentou para o fato de a época da entressafra estar começando, o que leva muitos produtores a tomarem a decisão por terminar o gado no cocho e acaba exigindo cuidados especiais com sanidade. “Estamos na época propícia para o confinamento, então o pecuarista precisa começar bem para terminar melhor ainda. O custo de manejo sanitário de entrada de confinamento é irrisório, menor que 2% (do custo total)”, destacou Borges.

Veja, na íntegra, o quadro Palavra do Gerente no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Fazenda nos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Com os preços dos grãos atrativos e o aumento da demanda mundial por carnes, produtores brasileiros têm boas perspectivas para o mercado em 2019

Fazenda nos estados de São Paulo, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Lote de novilhas Nelore e outro de fêmeas tricross (Nelore, Angus e Wagyu) seguirão para a eleição no final do mês

O presidente da Friboi no Brasil, Renato Costa, também disse que esta celebração do primeiro ano da marca de carnes 1953 atende às necessidades do consumidor que está cada vez mais exigente e esclarecido. “Ele sabe o que está levando para sua casa”, salientou, relembrando a importância do planejamento prévio pelos clientes/fornecedores, principalmente através de...

Expectativa de lucro pode variar de 2,8 a até 10,9@ por hectare, de acordo com exemplos reais de casos analisados pelo consultor Antônio Chaker

Expectativa de lucro pode variar de 2,8 a até 10,9@ por hectare, de acordo com exemplos reais de casos analisados pelo consultor Antônio Chaker

Queda de 15% no preço da soja diminui em 25% o lucro de fazenda que integra, enquanto o lucro de quem faz somente agricultura pode cair até 50%; veja cenário para o boi

Fazenda nos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

O presidente da Friboi no Brasil, Renato Costa, também disse que esta celebração do primeiro ano da marca de carnes 1953 atende às necessidades do consumidor que está cada vez mais exigente e esclarecido. “Ele sabe o que está levando para sua casa”, salientou, relembrando a importância do planejamento prévio...

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE