Por que parei de olhar para o boi e escolhi +@/ha/ano?

28 julho 2017
antonio-chaker-pq-parei-olhar-boi-escolhi-arroba-ha-ano

O Giro do Boi segue disponibilizando na íntegra as palestras do espaço “+@/ha/ano”, oferecido pela Aliança da Produtividade durante a Beef Expo, feira ocorrida na capital São Paulo no início de junho. Desta vez, o zootecnista, mestre em produção animal e coordenador de Inttegra, o Instituto Terra de Métricas Agropecuária, Antônio Chaker, é o responsálvel por conduzir a apresentação “Por que parei de olhar para o boi e escolhi mais arroba por hectare ao ano?”.

Segundo o consultor, o objetivo não é perder o desempenho do boi de vista, mas sim olhar para questões mais relevantes dentro da porteira, definindo um “alvo” claro e desenhando a estratégia adequada para alcançar os objetivos. Mas Chaker pondera. “Nenhum planejamento vale o papel que for escrito se ele não pode ser executado”, reforçando que é importante que o plano seja simples e facilmente absorvido pelos colaboradores da fazenda.

Na palestra, Chaker mostrou ainda dados do estudo de benchmarking realizado pelo Inttegra em parceria com a consultoria Terra Desenvolvimento que aponta que o investimento em áreas realmente relevantes porteira adentro é essencial para o bom resultado financeiro da propriedades. “Eu consigo gastar um terço do que eu estou gastando? Não. Eu consigo, às vezes, gastar melhor, mas gastar
muito menos, não. Eu consigo vender por um valor três vezes maior do que o que eu estou vendendo?
Também não. Mas eu consigo, nas fazendas que nós medimos, em média ter uma possibilidade de aumento de lotação de três vezes, de aumento de quilo de bezerro desmamado por vaca exposta que quase duas vezes e posso aumentar meu GMD (ganho médio diário) em uma vez e meia. Não adianta eu me concentrar em uma variável que não tem liberdade de mudança, agora essas três variáveis dão toda liberdade de transformação”, revelou.

Acompanhe a palestra na íntegra pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

O que de fato pode assustar os bovinos durante o manejo?

Referência mundial em bem-estar, Temple Grandin surpreende ao revelar utensílios comuns ao dia a dia que causam medo nos animais e indica correções para uma lida mais tranquila

Chuvas chegam ao sul de MG e Matopiba neste fim de semana

Em contrapartida, Região Sul deve passar por período seco nos próximos dias, afirmou meteorologista do Inmet

Conheça o lote vencedor da disputa para o melhor de todo o mês de outubro

Fêmeas Nelore que marcaram 90% Verde no Farol da Qualidade e pesaram, em média, 13,96@, tiveram quase 70% dos votos totais

Confira as fazendas em destaque do dia 15 de novembro de 2019

Fazendas localizadas em São Paulo e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Por que parei de olhar para o boi e escolhi +@/ha/ano?

28 julho 2017
antonio-chaker-pq-parei-olhar-boi-escolhi-arroba-ha-ano

O Giro do Boi segue disponibilizando na íntegra as palestras do espaço “+@/ha/ano”, oferecido pela Aliança da Produtividade durante a Beef Expo, feira ocorrida na capital São Paulo no início de junho. Desta vez, o zootecnista, mestre em produção animal e coordenador de Inttegra, o Instituto Terra de Métricas Agropecuária, Antônio Chaker, é o responsálvel por conduzir a apresentação “Por que parei de olhar para o boi e escolhi mais arroba por hectare ao ano?”.

Segundo o consultor, o objetivo não é perder o desempenho do boi de vista, mas sim olhar para questões mais relevantes dentro da porteira, definindo um “alvo” claro e desenhando a estratégia adequada para alcançar os objetivos. Mas Chaker pondera. “Nenhum planejamento vale o papel que for escrito se ele não pode ser executado”, reforçando que é importante que o plano seja simples e facilmente absorvido pelos colaboradores da fazenda.

Na palestra, Chaker mostrou ainda dados do estudo de benchmarking realizado pelo Inttegra em parceria com a consultoria Terra Desenvolvimento que aponta que o investimento em áreas realmente relevantes porteira adentro é essencial para o bom resultado financeiro da propriedades. “Eu consigo gastar um terço do que eu estou gastando? Não. Eu consigo, às vezes, gastar melhor, mas gastar
muito menos, não. Eu consigo vender por um valor três vezes maior do que o que eu estou vendendo?
Também não. Mas eu consigo, nas fazendas que nós medimos, em média ter uma possibilidade de aumento de lotação de três vezes, de aumento de quilo de bezerro desmamado por vaca exposta que quase duas vezes e posso aumentar meu GMD (ganho médio diário) em uma vez e meia. Não adianta eu me concentrar em uma variável que não tem liberdade de mudança, agora essas três variáveis dão toda liberdade de transformação”, revelou.

Acompanhe a palestra na íntegra pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Referência mundial em bem-estar, Temple Grandin surpreende ao revelar utensílios comuns ao dia a dia que causam medo nos animais e indica correções para uma lida mais tranquila

Em contrapartida, Região Sul deve passar por período seco nos próximos dias, afirmou meteorologista do Inmet

Fêmeas Nelore que marcaram 90% Verde no Farol da Qualidade e pesaram, em média, 13,96@, tiveram quase 70% dos votos totais

Fazendas localizadas em São Paulo e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Entender a estrutura do capim, ponto ideal para tirar o gado do piquete, período de descanso e dinâmica de desenvolvimento é fundamental para manter a produtividade

Giro do Boi visita em Mogi Mirim-SP estação experimental que é o berço de tecnologias para o controle das plantas que afetam produtividade de pastagens

Giro do Boi visita em Mogi Mirim-SP estação experimental que é o berço de tecnologias para o controle das plantas que afetam produtividade de pastagens

E-book “ILPF: inovação com integração de lavoura, pecuária e floresta”, da Embrapa, tem 840 páginas e é considerada a maior publicação do mundo sobre sistemas integrados para o clima tropical

Em contrapartida, Região Sul deve passar por período seco nos próximos dias, afirmou meteorologista do Inmet

Veterinário lista tudo o que o pecuarista precisa saber sobre maquinário utilizado, montagem de galpões, divisões de piquetes e fatores limitantes para a produtividade do sistema

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE