Por que parei de olhar para o boi e escolhi +@/ha/ano?

28 julho 2017
antonio-chaker-pq-parei-olhar-boi-escolhi-arroba-ha-ano

O Giro do Boi segue disponibilizando na íntegra as palestras do espaço “+@/ha/ano”, oferecido pela Aliança da Produtividade durante a Beef Expo, feira ocorrida na capital São Paulo no início de junho. Desta vez, o zootecnista, mestre em produção animal e coordenador de Inttegra, o Instituto Terra de Métricas Agropecuária, Antônio Chaker, é o responsálvel por conduzir a apresentação “Por que parei de olhar para o boi e escolhi mais arroba por hectare ao ano?”.

Segundo o consultor, o objetivo não é perder o desempenho do boi de vista, mas sim olhar para questões mais relevantes dentro da porteira, definindo um “alvo” claro e desenhando a estratégia adequada para alcançar os objetivos. Mas Chaker pondera. “Nenhum planejamento vale o papel que for escrito se ele não pode ser executado”, reforçando que é importante que o plano seja simples e facilmente absorvido pelos colaboradores da fazenda.

Na palestra, Chaker mostrou ainda dados do estudo de benchmarking realizado pelo Inttegra em parceria com a consultoria Terra Desenvolvimento que aponta que o investimento em áreas realmente relevantes porteira adentro é essencial para o bom resultado financeiro da propriedades. “Eu consigo gastar um terço do que eu estou gastando? Não. Eu consigo, às vezes, gastar melhor, mas gastar
muito menos, não. Eu consigo vender por um valor três vezes maior do que o que eu estou vendendo?
Também não. Mas eu consigo, nas fazendas que nós medimos, em média ter uma possibilidade de aumento de lotação de três vezes, de aumento de quilo de bezerro desmamado por vaca exposta que quase duas vezes e posso aumentar meu GMD (ganho médio diário) em uma vez e meia. Não adianta eu me concentrar em uma variável que não tem liberdade de mudança, agora essas três variáveis dão toda liberdade de transformação”, revelou.

Acompanhe a palestra na íntegra pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Junto ao Sindicato Rural de Andradina-SP, Friboi realiza reunião com pecuaristas nesta 5ª, dia 20

Evento começa às 19h no Parque de Exposição da cidade e vai tratar de temas como protocolos de bonificação por carcaças, engorda em boitel e carência de medicamentos

Confira os lotes em destaque do dia 20 de fevereiro de 2020

Lotes de propriedades no Pará e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Guinness confirma: maior churrasco de carne bovina do mundo é brasileiro

Festival BBQ Mix, que aconteceu em Goiânia-GO dia 16/02, entrou para a história ao servir 23 mil porções de carne ao longo de oito horas

Vigilância é palavra-chave, diz gerente da ABCZ sobre retirar vacinação contra aftosa

Zootecnista reforçou papéis dos governos nas esferas federal e estadual e dos produtores para alcançar o status de zona livre de aftosa sem vacinação para o Brasil

Por que parei de olhar para o boi e escolhi +@/ha/ano?

28 julho 2017
antonio-chaker-pq-parei-olhar-boi-escolhi-arroba-ha-ano

O Giro do Boi segue disponibilizando na íntegra as palestras do espaço “+@/ha/ano”, oferecido pela Aliança da Produtividade durante a Beef Expo, feira ocorrida na capital São Paulo no início de junho. Desta vez, o zootecnista, mestre em produção animal e coordenador de Inttegra, o Instituto Terra de Métricas Agropecuária, Antônio Chaker, é o responsálvel por conduzir a apresentação “Por que parei de olhar para o boi e escolhi mais arroba por hectare ao ano?”.

Segundo o consultor, o objetivo não é perder o desempenho do boi de vista, mas sim olhar para questões mais relevantes dentro da porteira, definindo um “alvo” claro e desenhando a estratégia adequada para alcançar os objetivos. Mas Chaker pondera. “Nenhum planejamento vale o papel que for escrito se ele não pode ser executado”, reforçando que é importante que o plano seja simples e facilmente absorvido pelos colaboradores da fazenda.

Na palestra, Chaker mostrou ainda dados do estudo de benchmarking realizado pelo Inttegra em parceria com a consultoria Terra Desenvolvimento que aponta que o investimento em áreas realmente relevantes porteira adentro é essencial para o bom resultado financeiro da propriedades. “Eu consigo gastar um terço do que eu estou gastando? Não. Eu consigo, às vezes, gastar melhor, mas gastar
muito menos, não. Eu consigo vender por um valor três vezes maior do que o que eu estou vendendo?
Também não. Mas eu consigo, nas fazendas que nós medimos, em média ter uma possibilidade de aumento de lotação de três vezes, de aumento de quilo de bezerro desmamado por vaca exposta que quase duas vezes e posso aumentar meu GMD (ganho médio diário) em uma vez e meia. Não adianta eu me concentrar em uma variável que não tem liberdade de mudança, agora essas três variáveis dão toda liberdade de transformação”, revelou.

Acompanhe a palestra na íntegra pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Evento começa às 19h no Parque de Exposição da cidade e vai tratar de temas como protocolos de bonificação por carcaças, engorda em boitel e carência de medicamentos

Lotes de propriedades no Pará e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Festival BBQ Mix, que aconteceu em Goiânia-GO dia 16/02, entrou para a história ao servir 23 mil porções de carne ao longo de oito horas

Zootecnista reforçou papéis dos governos nas esferas federal e estadual e dos produtores para alcançar o status de zona livre de aftosa sem vacinação para o Brasil

Lotes de propriedades em São Paulo, Rondônia e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Na fazenda localizada em área com déficit hídrico, produtor implementou sistema de irrigação acionado por aplicativo e aumentou produtividade das pastagens

Festival BBQ Mix, que aconteceu em Goiânia-GO dia 16/02, entrou para a história ao servir 23 mil porções de carne ao longo de oito horas

Na fazenda localizada em área com déficit hídrico, produtor implementou sistema de irrigação acionado por aplicativo e aumentou produtividade das pastagens

Você sabia que o boi perde um grama de carne para cada carrapato graúdo em seu corpo? Saiba identificar o ciclo do parasita para fazer a intervenção mais adequada

Especialista em cruzamento industrial Alexandre Zadra respondeu a dúvida e destacou que tão importante quanto a escolha da raça é usar touros provados

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE