Carpa Serrana aumenta produtividade em sistemas integrados

30 agosto 2017
30-08 - capa

Nesta quarta-feira, 30, foi ao ar mais uma reportagem da 15ª edição da série “Rota do Boi”, que trouxe o potencial pecuário da Fazenda Cibrapa do Grupo Carpa Serrana. Localizada na cidade de Barra do Garças, interior mato-grossense, a fazenda já contabiliza quase 50 anos dedicados à seleção genética da raça Nelore. De acordo com o administrador Marcos Junqueira, que recepcionou a equipe de reportagem, os investimentos em mão de obra, nutrição e bem estar animal guiaram os resultados de sucesso da fazenda, que é considerada referência em genética com vários pontos históricos marcantes na pecuária nacional.

Fatos históricos Carpa Serrana

– Em 1971 Eduardo Biagi, proprietário da fazenda e que já foi presidente da ABCZ, Associação Brasileira de Criadores de Zebu, registrou as primeiras matrizes na associação e  no mesmo ano iniciou a inseminação artificial no plantel. Nessa mesma, época se concretiza com a produção de grandes campeões que se tornaram referências em diversos plantéis do Brasil;

– No ano de 1993, pioneiros em adotar confinamento como sistema de terminação intensiva;

– Em 1995, realiza o primeiro abate técnico com 100% de animais Nelore;

– No ano de 1996, outro abate técnico comparou o desempenho de animais castrados e inteiros;

– E em 1997, abate técnico para avaliar os resultados dos animais superprecoces do Grupo Carpa Serrana;

Integração Lavoura Pecuária

A tradicional Fazenda Cibrapa não parou no tempo. Uma das últimas conquistas foi a adoção do sistema de integração lavoura-pecuária (ILP). De acordo com a médica veterinária Jaqueline Piuma, o sistema beneficiou os animais de recria, que têm pastejado nas áreas de integração. As fêmeas que entram na estação tiveram o índice de prenhez melhorado e as primíparas, novilha de primeira cria, apresentaram melhor condição corporal durante a parição, isso tudo por conta da qualidade do pasto de integração.

Talvez um dos maiores benefícios da agricultura seja fazer com que o pecuarista seja mais atento à sua atividade, é mostrar para o pecuarista que, se ele não cuidar do pasto, ele não vai ter produção. O gado é outra coisa, é outro mundo, não tem nada a ver com que a gente tava acostumado. Para nós, foi uma experiência positiva”, revelou Junqueira.

Compartilhando resultados

Com todas as conquistas recebidas, o Grupo Carpa Serrana abriu as porteiras para alunos da Universidade do Estado de Mato Grosso, para que os pudessem conhecer e estudar o impacto positivo da integração na qualidade do solo. O professor César Crispin Villar, ressaltou a importância das avaliações para justificar a influência na ILP nas camadas do solo. “Nossa  atenção principal é sempre trazer  o acadêmico  de agronomia. Hoje, aqui na fazenda, temos 15 alunos de graduação que observam as características do solo e manejo do produtor. A abertura do Grupo Carpa Serrana foi muito interessante para nós e tenho certeza que será interessante para eles também”, estimou.

Avaliação de solo - Fazenda Carpa Serrana

Confira mais um episódio completo da série Rota do Boi,  que foi ao ar no programa Giro do Boi desta quarta-feira, 30.

Assista o episódio que foi ao ar nesta terça-feira, 29, que traz os benefícios do bezerro do cedo:

Fazenda de MT reduz em um ano idade ao primeiro parto; saiba como

 

VEJA TAMBÉM

Chuvas voltam ao Nordeste, mas também atraem as plantas daninhas

Os pastos verdejantes nessa época do ano no Nordeste não tem sido aproveitados como deveriam pelos pecuaristas. As plantas daninhas são bastante competitivas e roubam todos os nutrientes do capim, inclusive a própria água.

Embrapa afirma que IPF não aumenta incidência de verminoses no rebanho

O monitoramento do gado foi feito durante dois anos e teve como objetivo mensurar os impactos de uma área de pecuária e reflorestamento e outra apenas de pastagens (monocultura). “Pensávamos que haveria prejuízo por causa das sombras proporcionadas com as árvores, mas isso não influenciou em nada um aumento na incidência de vermes no rebanho”,...

Estudos comprovam perdas de 6,5 kg de carne/animal por reações vacinais

O levantamento acompanhou 22 fazendas, localizadas na região norte de MT, e revelou as graves consequências da má aplicação dos medicamentos no rebanho. Roça apontou inúmeros fatores como local inadequado da aplicação; seringas e agulhas impróprias e sem assepsia; a pressa dos peões durante o procedimento e a falta de uso de tronco de contenção...

Excesso de gordura tem atrapalhado qualidade da carne no Brasil

Alguns lotes, principalmente de novilhas de cruzamento industrial, tem apresentado gordura acima do ideal e isso acaba causa dificuldade em colocar o produto no mercado.

Carpa Serrana aumenta produtividade em sistemas integrados

30 agosto 2017
30-08 - capa

Nesta quarta-feira, 30, foi ao ar mais uma reportagem da 15ª edição da série “Rota do Boi”, que trouxe o potencial pecuário da Fazenda Cibrapa do Grupo Carpa Serrana. Localizada na cidade de Barra do Garças, interior mato-grossense, a fazenda já contabiliza quase 50 anos dedicados à seleção genética da raça Nelore. De acordo com o administrador Marcos Junqueira, que recepcionou a equipe de reportagem, os investimentos em mão de obra, nutrição e bem estar animal guiaram os resultados de sucesso da fazenda, que é considerada referência em genética com vários pontos históricos marcantes na pecuária nacional.

Fatos históricos Carpa Serrana

– Em 1971 Eduardo Biagi, proprietário da fazenda e que já foi presidente da ABCZ, Associação Brasileira de Criadores de Zebu, registrou as primeiras matrizes na associação e  no mesmo ano iniciou a inseminação artificial no plantel. Nessa mesma, época se concretiza com a produção de grandes campeões que se tornaram referências em diversos plantéis do Brasil;

– No ano de 1993, pioneiros em adotar confinamento como sistema de terminação intensiva;

– Em 1995, realiza o primeiro abate técnico com 100% de animais Nelore;

– No ano de 1996, outro abate técnico comparou o desempenho de animais castrados e inteiros;

– E em 1997, abate técnico para avaliar os resultados dos animais superprecoces do Grupo Carpa Serrana;

Integração Lavoura Pecuária

A tradicional Fazenda Cibrapa não parou no tempo. Uma das últimas conquistas foi a adoção do sistema de integração lavoura-pecuária (ILP). De acordo com a médica veterinária Jaqueline Piuma, o sistema beneficiou os animais de recria, que têm pastejado nas áreas de integração. As fêmeas que entram na estação tiveram o índice de prenhez melhorado e as primíparas, novilha de primeira cria, apresentaram melhor condição corporal durante a parição, isso tudo por conta da qualidade do pasto de integração.

Talvez um dos maiores benefícios da agricultura seja fazer com que o pecuarista seja mais atento à sua atividade, é mostrar para o pecuarista que, se ele não cuidar do pasto, ele não vai ter produção. O gado é outra coisa, é outro mundo, não tem nada a ver com que a gente tava acostumado. Para nós, foi uma experiência positiva”, revelou Junqueira.

Compartilhando resultados

Com todas as conquistas recebidas, o Grupo Carpa Serrana abriu as porteiras para alunos da Universidade do Estado de Mato Grosso, para que os pudessem conhecer e estudar o impacto positivo da integração na qualidade do solo. O professor César Crispin Villar, ressaltou a importância das avaliações para justificar a influência na ILP nas camadas do solo. “Nossa  atenção principal é sempre trazer  o acadêmico  de agronomia. Hoje, aqui na fazenda, temos 15 alunos de graduação que observam as características do solo e manejo do produtor. A abertura do Grupo Carpa Serrana foi muito interessante para nós e tenho certeza que será interessante para eles também”, estimou.

Avaliação de solo - Fazenda Carpa Serrana

Confira mais um episódio completo da série Rota do Boi,  que foi ao ar no programa Giro do Boi desta quarta-feira, 30.

Assista o episódio que foi ao ar nesta terça-feira, 29, que traz os benefícios do bezerro do cedo:

Fazenda de MT reduz em um ano idade ao primeiro parto; saiba como

 

VEJA TAMBÉM

Os pastos verdejantes nessa época do ano no Nordeste não tem sido aproveitados como deveriam pelos pecuaristas. As plantas daninhas são bastante competitivas e roubam todos os nutrientes do capim, inclusive a própria água.

O monitoramento do gado foi feito durante dois anos e teve como objetivo mensurar os impactos de uma área de pecuária e reflorestamento e outra apenas de pastagens (monocultura). “Pensávamos que haveria prejuízo por causa das sombras proporcionadas com as árvores, mas isso não influenciou em nada um aumento na incidência de vermes no rebanho”,...

O levantamento acompanhou 22 fazendas, localizadas na região norte de MT, e revelou as graves consequências da má aplicação dos medicamentos no rebanho. Roça apontou inúmeros fatores como local inadequado da aplicação; seringas e agulhas impróprias e sem assepsia; a pressa dos peões durante o procedimento e a falta de uso de tronco de contenção...

Alguns lotes, principalmente de novilhas de cruzamento industrial, tem apresentado gordura acima do ideal e isso acaba causa dificuldade em colocar o produto no mercado.

Quem trouxe os primeiros registros, dessa primeira etapa, foi o gerente regional de Originação MS Oeste, Nelson Jardim, falando ao Giro do Boi desse pontapé inicial do circuito e lembrou do mais novo protocolo firmado entre todas as unidades Friboi do país (10 Estados) com a ACNB na criação de um protocolo específico para a...

A busca por informações e por conhecimento tem sido mais exigidos do produtor rural. São conexões digitais, palestras, reuniões, dias de campo e necessidade de interpretações simultâneas que fizeram com que a professora criasse uma empresa com métodos capazes de, em apenas seis meses, fazer com que a pessoa consiga interpretar o agro na língua...

No primeiro episódio da série, que estará sendo apresentada no Giro do Boi todas as sextas-feiras, Chaker nos explicou a “ter a fazenda nas mãos”. Foram três dicas importantes sobre pessoas, processos e finanças.

Alguns lotes, principalmente de novilhas de cruzamento industrial, tem apresentado gordura acima do ideal e isso acaba causa dificuldade em colocar o produto no mercado.

No Giro do Boi desta quinta-feira, as fazendas em destaque vieram dos estado de SP e MS.

Entre as facilidades para efetivar doações particulares está modalidade via imposto de renda; entenda como realizar o processo

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE