Carpa Serrana aumenta produtividade em sistemas integrados

30 agosto 2017
30-08 - capa

Nesta quarta-feira, 30, foi ao ar mais uma reportagem da 15ª edição da série “Rota do Boi”, que trouxe o potencial pecuário da Fazenda Cibrapa do Grupo Carpa Serrana. Localizada na cidade de Barra do Garças, interior mato-grossense, a fazenda já contabiliza quase 50 anos dedicados à seleção genética da raça Nelore. De acordo com o administrador Marcos Junqueira, que recepcionou a equipe de reportagem, os investimentos em mão de obra, nutrição e bem estar animal guiaram os resultados de sucesso da fazenda, que é considerada referência em genética com vários pontos históricos marcantes na pecuária nacional.

Fatos históricos Carpa Serrana

– Em 1971 Eduardo Biagi, proprietário da fazenda e que já foi presidente da ABCZ, Associação Brasileira de Criadores de Zebu, registrou as primeiras matrizes na associação e  no mesmo ano iniciou a inseminação artificial no plantel. Nessa mesma, época se concretiza com a produção de grandes campeões que se tornaram referências em diversos plantéis do Brasil;

– No ano de 1993, pioneiros em adotar confinamento como sistema de terminação intensiva;

– Em 1995, realiza o primeiro abate técnico com 100% de animais Nelore;

– No ano de 1996, outro abate técnico comparou o desempenho de animais castrados e inteiros;

– E em 1997, abate técnico para avaliar os resultados dos animais superprecoces do Grupo Carpa Serrana;

Integração Lavoura Pecuária

A tradicional Fazenda Cibrapa não parou no tempo. Uma das últimas conquistas foi a adoção do sistema de integração lavoura-pecuária (ILP). De acordo com a médica veterinária Jaqueline Piuma, o sistema beneficiou os animais de recria, que têm pastejado nas áreas de integração. As fêmeas que entram na estação tiveram o índice de prenhez melhorado e as primíparas, novilha de primeira cria, apresentaram melhor condição corporal durante a parição, isso tudo por conta da qualidade do pasto de integração.

Talvez um dos maiores benefícios da agricultura seja fazer com que o pecuarista seja mais atento à sua atividade, é mostrar para o pecuarista que, se ele não cuidar do pasto, ele não vai ter produção. O gado é outra coisa, é outro mundo, não tem nada a ver com que a gente tava acostumado. Para nós, foi uma experiência positiva”, revelou Junqueira.

Compartilhando resultados

Com todas as conquistas recebidas, o Grupo Carpa Serrana abriu as porteiras para alunos da Universidade do Estado de Mato Grosso, para que os pudessem conhecer e estudar o impacto positivo da integração na qualidade do solo. O professor César Crispin Villar, ressaltou a importância das avaliações para justificar a influência na ILP nas camadas do solo. “Nossa  atenção principal é sempre trazer  o acadêmico  de agronomia. Hoje, aqui na fazenda, temos 15 alunos de graduação que observam as características do solo e manejo do produtor. A abertura do Grupo Carpa Serrana foi muito interessante para nós e tenho certeza que será interessante para eles também”, estimou.

Avaliação de solo - Fazenda Carpa Serrana

Confira mais um episódio completo da série Rota do Boi,  que foi ao ar no programa Giro do Boi desta quarta-feira, 30.

Assista o episódio que foi ao ar nesta terça-feira, 29, que traz os benefícios do bezerro do cedo:

Fazenda de MT reduz em um ano idade ao primeiro parto; saiba como

 

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque do dia 20 de novembro de 2019

Fazendas localizadas no Mato Grosso do Sul e Minas Gerais foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Giro do Dia: curral da unidade de Mozarlândia em dia de abate 1953

Veja imagens do lote de novilhas meio-sangue Angus da Fazenda São Luiz, em Santa Tereza-GO, que marcou 98% Verde no Farol da Qualidade

Degradação do pasto custou mais de R$ 15 por arroba para o pecuarista em 2018

Agrônomo Maurício Nogueira falou em entrevista sobre como investir da maneira certa no momento de alta e os impactos das mentiras sobre a sustentabilidade do setor

Quais consequências o produtor pode sofrer pelos erros na declaração do ITR?

Declaração para o imposto venceu em setembro, mas os problemas começam depois do fim do prazo; confira as dicas do consultor jurídico

Carpa Serrana aumenta produtividade em sistemas integrados

30 agosto 2017
30-08 - capa

Nesta quarta-feira, 30, foi ao ar mais uma reportagem da 15ª edição da série “Rota do Boi”, que trouxe o potencial pecuário da Fazenda Cibrapa do Grupo Carpa Serrana. Localizada na cidade de Barra do Garças, interior mato-grossense, a fazenda já contabiliza quase 50 anos dedicados à seleção genética da raça Nelore. De acordo com o administrador Marcos Junqueira, que recepcionou a equipe de reportagem, os investimentos em mão de obra, nutrição e bem estar animal guiaram os resultados de sucesso da fazenda, que é considerada referência em genética com vários pontos históricos marcantes na pecuária nacional.

Fatos históricos Carpa Serrana

– Em 1971 Eduardo Biagi, proprietário da fazenda e que já foi presidente da ABCZ, Associação Brasileira de Criadores de Zebu, registrou as primeiras matrizes na associação e  no mesmo ano iniciou a inseminação artificial no plantel. Nessa mesma, época se concretiza com a produção de grandes campeões que se tornaram referências em diversos plantéis do Brasil;

– No ano de 1993, pioneiros em adotar confinamento como sistema de terminação intensiva;

– Em 1995, realiza o primeiro abate técnico com 100% de animais Nelore;

– No ano de 1996, outro abate técnico comparou o desempenho de animais castrados e inteiros;

– E em 1997, abate técnico para avaliar os resultados dos animais superprecoces do Grupo Carpa Serrana;

Integração Lavoura Pecuária

A tradicional Fazenda Cibrapa não parou no tempo. Uma das últimas conquistas foi a adoção do sistema de integração lavoura-pecuária (ILP). De acordo com a médica veterinária Jaqueline Piuma, o sistema beneficiou os animais de recria, que têm pastejado nas áreas de integração. As fêmeas que entram na estação tiveram o índice de prenhez melhorado e as primíparas, novilha de primeira cria, apresentaram melhor condição corporal durante a parição, isso tudo por conta da qualidade do pasto de integração.

Talvez um dos maiores benefícios da agricultura seja fazer com que o pecuarista seja mais atento à sua atividade, é mostrar para o pecuarista que, se ele não cuidar do pasto, ele não vai ter produção. O gado é outra coisa, é outro mundo, não tem nada a ver com que a gente tava acostumado. Para nós, foi uma experiência positiva”, revelou Junqueira.

Compartilhando resultados

Com todas as conquistas recebidas, o Grupo Carpa Serrana abriu as porteiras para alunos da Universidade do Estado de Mato Grosso, para que os pudessem conhecer e estudar o impacto positivo da integração na qualidade do solo. O professor César Crispin Villar, ressaltou a importância das avaliações para justificar a influência na ILP nas camadas do solo. “Nossa  atenção principal é sempre trazer  o acadêmico  de agronomia. Hoje, aqui na fazenda, temos 15 alunos de graduação que observam as características do solo e manejo do produtor. A abertura do Grupo Carpa Serrana foi muito interessante para nós e tenho certeza que será interessante para eles também”, estimou.

Avaliação de solo - Fazenda Carpa Serrana

Confira mais um episódio completo da série Rota do Boi,  que foi ao ar no programa Giro do Boi desta quarta-feira, 30.

Assista o episódio que foi ao ar nesta terça-feira, 29, que traz os benefícios do bezerro do cedo:

Fazenda de MT reduz em um ano idade ao primeiro parto; saiba como

 

VEJA TAMBÉM

Fazendas localizadas no Mato Grosso do Sul e Minas Gerais foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Veja imagens do lote de novilhas meio-sangue Angus da Fazenda São Luiz, em Santa Tereza-GO, que marcou 98% Verde no Farol da Qualidade

Agrônomo Maurício Nogueira falou em entrevista sobre como investir da maneira certa no momento de alta e os impactos das mentiras sobre a sustentabilidade do setor

Declaração para o imposto venceu em setembro, mas os problemas começam depois do fim do prazo; confira as dicas do consultor jurídico

Em entrevista ao Giro do Boi, diretora da CME Group para a América Latina dá dicas para produtor diminuir riscos do seu negócio

Conheça a história de Elias Madureira, que chegou em RO como contador em 1985, transformou-se em pecuarista nos anos 90 e fez da Fazenda Veneno no Olhar uma referência para a região

Cuidar das forrageiras é essencial para fazendas de pecuária a pasto, mas existe um fator limitante para o sucesso do produtor; saiba qual é

Em entrevista ao Giro do Boi, diretora da CME Group para a América Latina dá dicas para produtor diminuir riscos do seu negócio

Conheça a história de Elias Madureira, que chegou em RO como contador em 1985, transformou-se em pecuarista nos anos 90 e fez da Fazenda Veneno no Olhar uma referência para a região

Em entrevista ao Giro do Boi, Bruno Brainer, gerente de originação da Friboi para Rondônia e Acre, falou sobre parceria com produtor em 2019 e evolução da pecuária na região

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE