Com novo aplicativo, pecuarista acompanha abate em tempo real e tem histórico de negociações

05 junho 2019
venda-boi-gordo-digital-aplicativo-friboi-pecuarista

Internet banking, mobilidade urbana, comércio eletrônico e até academias de atividade física. O consumidor aderiu aos aplicativos que facilitam as tarefas do cotidiano, seja para organizar a própria agenda ou até selar transações. O agronegócio está inserido nesta realidade. No Brasil, uma pesquisa recente feita pela Friboi com mais de 650 pecuaristas fornecedores atestou que quase 75% destes produtores usam o celular para fechar negócios de alguma forma. Com esta tendência como referência, a indústria lançou em maio o aplicativo ‘Friboi Pecuarista’, uma plataforma que reúnes prestação de serviço, construção de relacionamento e oportunidade de negócios.

Nesta quarta-feira, dia 05, o diretor de novos canais de originação da indústria, Leandro Testa, falou sobre a novidade ao Giro do Boi. “No nosso caso, nós queremos levar serviço, relacionamento e oportunidade negócio na palma da mão para os nossos fornecedores. Esta é a transformação que está por vir no agro. Fala-se muito em Agro 4.0 e é isto. Juntar todas as informações para a tomada de decisão”, explicou.

+ App ‘Friboi Pecuarista’ oferece balcão digital para venda de gado e romaneio de abate em tempo real

Em entrevista, o diretor lembrou a linha do tempo das principais inovações da negociação de gado gordo no Brasil. “A história da comercialização do boi no Brasil ficou praticamente 50 anos com três agentes, o pecuarista, o intermediário e o dono do frigorífico. Com a ampliação das plantas frigoríficas, montaram o time de originação (equipe própria compradores de gado). E em 2004, a Friboi foi mais uma vez pioneira em levar para a pecuária algo que já tinha em outras commodities, que é possibilidade de planejamento a longo prazo. (Por meio do boi a termo) A gente levou a decisão de venda do gado para quando o pecuarista deseja e não para quando o boi está gordo. Imagine que o processo de engorda demora um ano e o pecuarista tem um dia para vender o gado dele, no último momento quando o boi está gordo? Por que, se em todo momento, durante todas as fases de recria e engorda, a gente tem o preço? A gente levou planejamento, oportunidade de escoamento e hoje vê grandes projetos que se derivaram desta segurança”, relembrou Testa.

No próprio mercado físico, o uso do aplicativo Whatsapp já marcou certa inovação ao permitir a negociação por meios das conversas eletrônicas. Agora, com o lançamento do aplicativo, o objetivo é abrir uma nova frente de relacionamento do produtor com a indústria de forma democrática, sem eliminar os formatos tradicionais já estabelecidos.

Além da possibilidade de enviar a sua oferta para abertura das negociações o produtor pode ainda pelo ‘Friboi Pecuarista’ checar todo o seu histórico de transações com a indústria e acompanhar, em tempo real, informações de seu abate no momento em que acontece o processo na fábrica. “Está abatendo a boiada na Friboi, mas está no seu escritório, as carcaças vão passando, vão sendo classificadas e tem o peso online delas”, detalhou o diretor.

“Tem o preço diário na palma da mão no aplicativo. E quem quiser vender, por meio da aba quero vender, basta fazer a oferta. Preencha a quantidade de bois, tem o preço sugerido, pode fazer sua sugestão, e então depende da quilometragem da fazenda, da qualidade do lote, exatamente um reflexo do que acontece no dia a dia. Hoje nós temos o spot para fazer negócio, o boi a termo e o aplicativo. E não significa que pecuarista use o aplicativo e não possa usar o spot, por exemplo. […] As ferramentas se completam e se ajudam, interessa o melhor serviço para os nossos fornecedores”, reforçou.

O gerente de originação da unidade Friboi em Lins-SP, Douglas Castro, validou a ferramenta como boa opção ao pecuarista. “Tudo ficou muito rápido. […] O pecuarista fecha o gado, já percebe qual pode ser o valor, cadastra a oferta no aplicativo e em instantes já tem a resposta para o negócio”, ressaltou.

Até então, cerca de um mês depois do lançamento do aplicativo, disponível para download gratuito para smartphones com sistema Android ou iOS, já são aproximadamente 2.000 downloads. “Queria convidar todos a participar desta era. A Era do Hoje. Isto já está acontecendo. Baixe o aplicativo, utiliza os serviços e faça uma oferta”, convidou Leandro Testa.

Veja as entrevistas na íntegra pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Gestão da pecuária: “o que me trouxe até aqui não vai me levar adiante”

Descubra os seis pontos em comum entre as fazendas de pecuária de corte mais lucrativas do Brasil

Confira as fazendas em destaque do dia 05 de dezembro de 2019

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Fazenda tem economia milionária ao transformar esterco em adubo

No interior de SP, Agropastoril Paschoal Campanelli fertiliza lavouras de cana-de-açúcar, milho e pastagens usando dejetos do confinamento

Rústico e produtivo com carne de qualidade, raça Nelore é “patrimônio nacional”

Giro do Boi vai abordar evolução da raça em programa especial às 20h do dia 09/12 pelo Canal Rural

Com novo aplicativo, pecuarista acompanha abate em tempo real e tem histórico de negociações

05 junho 2019
venda-boi-gordo-digital-aplicativo-friboi-pecuarista

Internet banking, mobilidade urbana, comércio eletrônico e até academias de atividade física. O consumidor aderiu aos aplicativos que facilitam as tarefas do cotidiano, seja para organizar a própria agenda ou até selar transações. O agronegócio está inserido nesta realidade. No Brasil, uma pesquisa recente feita pela Friboi com mais de 650 pecuaristas fornecedores atestou que quase 75% destes produtores usam o celular para fechar negócios de alguma forma. Com esta tendência como referência, a indústria lançou em maio o aplicativo ‘Friboi Pecuarista’, uma plataforma que reúnes prestação de serviço, construção de relacionamento e oportunidade de negócios.

Nesta quarta-feira, dia 05, o diretor de novos canais de originação da indústria, Leandro Testa, falou sobre a novidade ao Giro do Boi. “No nosso caso, nós queremos levar serviço, relacionamento e oportunidade negócio na palma da mão para os nossos fornecedores. Esta é a transformação que está por vir no agro. Fala-se muito em Agro 4.0 e é isto. Juntar todas as informações para a tomada de decisão”, explicou.

+ App ‘Friboi Pecuarista’ oferece balcão digital para venda de gado e romaneio de abate em tempo real

Em entrevista, o diretor lembrou a linha do tempo das principais inovações da negociação de gado gordo no Brasil. “A história da comercialização do boi no Brasil ficou praticamente 50 anos com três agentes, o pecuarista, o intermediário e o dono do frigorífico. Com a ampliação das plantas frigoríficas, montaram o time de originação (equipe própria compradores de gado). E em 2004, a Friboi foi mais uma vez pioneira em levar para a pecuária algo que já tinha em outras commodities, que é possibilidade de planejamento a longo prazo. (Por meio do boi a termo) A gente levou a decisão de venda do gado para quando o pecuarista deseja e não para quando o boi está gordo. Imagine que o processo de engorda demora um ano e o pecuarista tem um dia para vender o gado dele, no último momento quando o boi está gordo? Por que, se em todo momento, durante todas as fases de recria e engorda, a gente tem o preço? A gente levou planejamento, oportunidade de escoamento e hoje vê grandes projetos que se derivaram desta segurança”, relembrou Testa.

No próprio mercado físico, o uso do aplicativo Whatsapp já marcou certa inovação ao permitir a negociação por meios das conversas eletrônicas. Agora, com o lançamento do aplicativo, o objetivo é abrir uma nova frente de relacionamento do produtor com a indústria de forma democrática, sem eliminar os formatos tradicionais já estabelecidos.

Além da possibilidade de enviar a sua oferta para abertura das negociações o produtor pode ainda pelo ‘Friboi Pecuarista’ checar todo o seu histórico de transações com a indústria e acompanhar, em tempo real, informações de seu abate no momento em que acontece o processo na fábrica. “Está abatendo a boiada na Friboi, mas está no seu escritório, as carcaças vão passando, vão sendo classificadas e tem o peso online delas”, detalhou o diretor.

“Tem o preço diário na palma da mão no aplicativo. E quem quiser vender, por meio da aba quero vender, basta fazer a oferta. Preencha a quantidade de bois, tem o preço sugerido, pode fazer sua sugestão, e então depende da quilometragem da fazenda, da qualidade do lote, exatamente um reflexo do que acontece no dia a dia. Hoje nós temos o spot para fazer negócio, o boi a termo e o aplicativo. E não significa que pecuarista use o aplicativo e não possa usar o spot, por exemplo. […] As ferramentas se completam e se ajudam, interessa o melhor serviço para os nossos fornecedores”, reforçou.

O gerente de originação da unidade Friboi em Lins-SP, Douglas Castro, validou a ferramenta como boa opção ao pecuarista. “Tudo ficou muito rápido. […] O pecuarista fecha o gado, já percebe qual pode ser o valor, cadastra a oferta no aplicativo e em instantes já tem a resposta para o negócio”, ressaltou.

Até então, cerca de um mês depois do lançamento do aplicativo, disponível para download gratuito para smartphones com sistema Android ou iOS, já são aproximadamente 2.000 downloads. “Queria convidar todos a participar desta era. A Era do Hoje. Isto já está acontecendo. Baixe o aplicativo, utiliza os serviços e faça uma oferta”, convidou Leandro Testa.

Veja as entrevistas na íntegra pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Descubra os seis pontos em comum entre as fazendas de pecuária de corte mais lucrativas do Brasil

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

No interior de SP, Agropastoril Paschoal Campanelli fertiliza lavouras de cana-de-açúcar, milho e pastagens usando dejetos do confinamento

Giro do Boi vai abordar evolução da raça em programa especial às 20h do dia 09/12 pelo Canal Rural

Consultor adverte que produtividade de grande parte da pecuária praticada no Brasil cresceu baseada em aumento dos custos e aponta o caminho para produtor evitar o problema

Conforme novas tecnologias são incorporadas no campo, fazendas de gado de corte aumentaram a demanda por mão de obra especializada

Além do retorno financeiro específico da operação de engorda, produtor tem benefícios indiretos como possibilidade de aumentar rebanho e a taxa de lotação

Antônio Chaker apresenta qual etapa do ciclo de produção tem mais oportunidades para aumentar desfrute e renda e elenca números para pecuarista ficar atento

Com o desafio de otimizar o uso da terra, propriedade em Serra Nova Dourada-MT saiu da cria para a recria-engorda utilizando confinamento com grão inteiro

Giro do Boi vai abordar evolução da raça em programa especial às 20h do dia 09/12 pelo Canal Rural

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE