Cinco passos para aumentar a margem da pecuária de corte

04 dezembro 2019
contabilidade

Como construir margem na pecuária de corte? Embora seja esta a preocupação principal dos pecuaristas, muitas vezes a busca acaba sendo deturpada e confundida pelo mero aumento da produção na fazenda. “Margem nada mais é do que a distância entre a receita e a despesa. O papel de qualquer líder é aumentar a distância entre receita e despesa, que é construir margem. E isso nos preocupa demasiadamente porque houve aumento da produtividade, mas praticamente todo este aumento foi conduzido em (crescimento dos) custos”, advertiu o zootecnista Antônio Chaker.

O tema foi tratado na edição especial do Giro do Boi para o lançamento do Benchmarking 2018/19 (*), um estudo coordenado pela Inttegra, empresa de consultoria da qual Chaker é diretor e fundador. O especialista listou os cinco pontos que foram essenciais para as fazendas que participaram do levantamento estarem no rol das top 30% rentáveis.

1 – “Primeiro: custo fixo, que é mão de obra, administração, imposto e manutenção. R$ 20 no máximo por cabeça/mês”.

2 – “Mão de obra permanente: R$ 10 por cabeça/mês”.

3 – “Esse é o pulo do gato: gastar R$ 4 em nutrição para cada 100 gramas de ganho. Então se eu tenho 500 gramas de ganho, eu posso gastar tranquilamente R$ 20 cabeça/mês em nutrição. Se eu não tenho isso, eu vou calibrar para R$ 4 para cada 100 gramas”.

4 – “Pastagem: R$ 7 por cabeça ao mês para cada 1 UA média”.

5 – “E, no máximo, que é o resumo de tudo, o item 5, que é gastar no máximo R$ 10 por cabeça mês para cada 100 gramas de ganho total. Então se a fazenda tem um ganho global de 500 gramas eu posso gastar R$ 50 por cabeça ao mês”.

“Se eu seguir estas regras aqui, não tem erro, eu vou ser top rentável”, determinou o zootecnista e mestre em produção animal.

Para facilitar a tarefa do gestor de uma fazenda de gado de corte, Chaker indicou quanto deve representar o custo de produção para quem trabalha com cada fase do ciclo de produção: para as fazendas de cria, até 65%; no máximo 70% para as de ciclo completo; e 60% para quem faz recria-engorda. O consultor afirmou que, passando destes valores de referência, o produtor “se expõe demasiadamente” ao risco.

Veja a explicação de Antônio Chaker sobre o assunto por meio do vídeo abaixo:

 

* O estudo do Benchmarking está em sua sétima edição, é feito desde 2012, e reúne números de propriedades incluídas em realidades diversas de produção por todo o Brasil e América Latina para efeito de comparação de desempenhos e indicação de referências. Nesta última safra, entre 1º de julho de 2018 e 30 de junho de 2019, foram analisados os dados de 378 fazendas em 12 estados do Brasil, além de Paraguai e Bolívia, propriedades que contam com 5.251 colaboradores, reúnem um rebanho de 1,64 milhão de animais distribuídos em uma área de 1,35 milhão de hectares de pastagem e faturam, em conjunto, R$ 1,76 bilhão.

VEJA TAMBÉM

Confira os lotes em destaque do dia 22 de janeiro de 2020

Lotes de propriedades no Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Vaca que sofreu estresse não transmite suas qualidades para a cria

Pecuarista deve entender os detalhes do desempenho da “melhor máquina de colheita de capim que existe”, que muitas vezes ainda sofre com estresse nutricional e térmico

Qual o “pulo do gato” para recuperar a produtividade em solos fracos?

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Que documentos devo ter para minha fazenda estar dentro da lei?

Papéis estão distribuídos entre as esferas possessória, fundiária, ambiental, trabalhista, empresarial e tributária

Cinco passos para aumentar a margem da pecuária de corte

04 dezembro 2019
contabilidade

Como construir margem na pecuária de corte? Embora seja esta a preocupação principal dos pecuaristas, muitas vezes a busca acaba sendo deturpada e confundida pelo mero aumento da produção na fazenda. “Margem nada mais é do que a distância entre a receita e a despesa. O papel de qualquer líder é aumentar a distância entre receita e despesa, que é construir margem. E isso nos preocupa demasiadamente porque houve aumento da produtividade, mas praticamente todo este aumento foi conduzido em (crescimento dos) custos”, advertiu o zootecnista Antônio Chaker.

O tema foi tratado na edição especial do Giro do Boi para o lançamento do Benchmarking 2018/19 (*), um estudo coordenado pela Inttegra, empresa de consultoria da qual Chaker é diretor e fundador. O especialista listou os cinco pontos que foram essenciais para as fazendas que participaram do levantamento estarem no rol das top 30% rentáveis.

1 – “Primeiro: custo fixo, que é mão de obra, administração, imposto e manutenção. R$ 20 no máximo por cabeça/mês”.

2 – “Mão de obra permanente: R$ 10 por cabeça/mês”.

3 – “Esse é o pulo do gato: gastar R$ 4 em nutrição para cada 100 gramas de ganho. Então se eu tenho 500 gramas de ganho, eu posso gastar tranquilamente R$ 20 cabeça/mês em nutrição. Se eu não tenho isso, eu vou calibrar para R$ 4 para cada 100 gramas”.

4 – “Pastagem: R$ 7 por cabeça ao mês para cada 1 UA média”.

5 – “E, no máximo, que é o resumo de tudo, o item 5, que é gastar no máximo R$ 10 por cabeça mês para cada 100 gramas de ganho total. Então se a fazenda tem um ganho global de 500 gramas eu posso gastar R$ 50 por cabeça ao mês”.

“Se eu seguir estas regras aqui, não tem erro, eu vou ser top rentável”, determinou o zootecnista e mestre em produção animal.

Para facilitar a tarefa do gestor de uma fazenda de gado de corte, Chaker indicou quanto deve representar o custo de produção para quem trabalha com cada fase do ciclo de produção: para as fazendas de cria, até 65%; no máximo 70% para as de ciclo completo; e 60% para quem faz recria-engorda. O consultor afirmou que, passando destes valores de referência, o produtor “se expõe demasiadamente” ao risco.

Veja a explicação de Antônio Chaker sobre o assunto por meio do vídeo abaixo:

 

* O estudo do Benchmarking está em sua sétima edição, é feito desde 2012, e reúne números de propriedades incluídas em realidades diversas de produção por todo o Brasil e América Latina para efeito de comparação de desempenhos e indicação de referências. Nesta última safra, entre 1º de julho de 2018 e 30 de junho de 2019, foram analisados os dados de 378 fazendas em 12 estados do Brasil, além de Paraguai e Bolívia, propriedades que contam com 5.251 colaboradores, reúnem um rebanho de 1,64 milhão de animais distribuídos em uma área de 1,35 milhão de hectares de pastagem e faturam, em conjunto, R$ 1,76 bilhão.

VEJA TAMBÉM

Lotes de propriedades no Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Pecuarista deve entender os detalhes do desempenho da “melhor máquina de colheita de capim que existe”, que muitas vezes ainda sofre com estresse nutricional e térmico

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Papéis estão distribuídos entre as esferas possessória, fundiária, ambiental, trabalhista, empresarial e tributária

Animais foram terminados a pasto com média de peso maior que 20@ e 93% no Farol da Qualidade

Lotes de propriedades em São Paulo, Pará e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Programa de acasalamentos vai avaliar bateria de touros selecionada pelo criador e apontar melhor combinação para corrigir necessidades de cada plantel

Giro do Boi reúne todos os vídeos da série especial Pastagem de A a Z, conduzida pelo consultor Wagner Pires

Envie sua pergunta sobre cruzamento industrial de gado de corte para receber as dicas no novo quadro ‘Zadra Responde’

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE