Com tecnologia inovadora, pecuarista poderá pesar o rebanho sem deslocar o gado até a balança

20 fevereiro 2019
download_20190220_113839

Nesta quarta, 20, o Giro do Boi recebeu em estúdio o empreendedor Pedro Coutinho, responsável pela startup Olho do Dono, uma ferramenta inovadora que irá viabilizar a pesagem de bovinos sem levá-los até a balança no curral. Ao programa, ele explicou como isto é possível.

“O boi vai passar na frente da câmera e, à medida em que passa, as câmeras capturam as imagens e fazem automaticamente toda a reconstrução 3D, extraindo mais de 500 indicadores do boi. Baseado nisso, a gente pesou 15 mil bois em todos o Brasil na balança e nas câmeras para fazer a calibragem delas e conseguir, a partir destas imagens, fazer a reconstrução 3D e apresentar o peso”, explicou. A tecnologia foi validada após um ano de conversas com pecuaristas, além de outros quatro de pesquisa e desenvolvimento até o lançamento da ferramenta.

Coutinho detalhou também o objetivo e para quais serviços a tecnologia será útil. O empresário lembrou que, de maneira geral, um rebanho de gado de corte no Brasil passa por duas pesagens ao ano, em maio e novembro, épocas de vacinação contra a febre aftosa em que lotes são obrigatoriamente deslocados ao curral. “Mas se acontecer alguma coisa no meio do caminho, como você vai mudar a ração, mudar de pasto, fazer o tratamento correto, vai identificar boi doente? O Olho do Dono foi criado pra isso, acompanhar com frequência e permitir ao pecuarista ter mais lucratividade com bem-estar animal também”, resumiu, ressaltando a dificuldade que muitos pecuaristas, sobretudo os proprietários de fazendas maiores, têm para levar seus animais até a balança no curral.

A ideia surgiu quando uma grande propriedade buscava identificar o valor de seu rebanho, estimado em 30 mil cabeças, mas com pesos variados por ter categorias diversas. Com dificuldade de fazer a pesagem de todos os animais, Coutinho apresentou a solução, inspirando-se em uma tecnologia similar a uma utilizada para o mesmo fim em minério de ferro.

Com o Olho do Dono, o produtor poderá precisar o peso de seus animais para corrigir desvios na produção, estimar valor do rebanho e também identificar o ponto ótimo de abate, economizando diárias em confinamento, por exemplo. Em fase final de testes para uso comercial pela empresa, a tecnologia será aplicada em 20 fazendas que demonstraram interesse na inovação, restando ainda algumas vagas a serem preenchidas pelo site http://olhododono.agr.br/.

De acordo com Pedro Coutinho, a tecnologia será fácil de ser manejada pelos colaboradores das fazendas, bastando ligar o conjunto de câmeras a um computador mesmo que este não tenha acesso a internet. Se a fazenda utilizar brincos de alta frequência nos animais, é possível inclusive individualizar as pesagens.

Atualmente, o Olho do Dono está calibrado para a pesagem de bovinos da raça Nelore, mas está entre as metas da empresa expansão para outras raças e outras espécies.

Veja os detalhes da inovadora ferramenta Olho do Dono na entrevista abaixo:

VEJA TAMBÉM

Veja imagens do Dia de Campo da Fazenda Barra, em Cassilândia-MS

Propriedade é referência na terminação de animais cruzados, em que aproveita a valorização da arroba pelo Protocolo 1953

Confira as fazendas em destaque do dia 15 de julho de 2019

Fazendas localizadas em Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Com desembolso somente após abate, boitel em SP oferece 4 modelos de negócios a pecuaristas

Unidade no município de Castilho atende criadores com propriedades em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais

Aplicativo ajuda no cálculo do custo de produção e margem de ganho

Software foi desenvolvido no formato de planilha de Excel e lançado em 2017; pesquisador da Embrapa dá dicas de preenchimento correto dos dados para gerar resultados mais precisos

Com tecnologia inovadora, pecuarista poderá pesar o rebanho sem deslocar o gado até a balança

20 fevereiro 2019
download_20190220_113839

Nesta quarta, 20, o Giro do Boi recebeu em estúdio o empreendedor Pedro Coutinho, responsável pela startup Olho do Dono, uma ferramenta inovadora que irá viabilizar a pesagem de bovinos sem levá-los até a balança no curral. Ao programa, ele explicou como isto é possível.

“O boi vai passar na frente da câmera e, à medida em que passa, as câmeras capturam as imagens e fazem automaticamente toda a reconstrução 3D, extraindo mais de 500 indicadores do boi. Baseado nisso, a gente pesou 15 mil bois em todos o Brasil na balança e nas câmeras para fazer a calibragem delas e conseguir, a partir destas imagens, fazer a reconstrução 3D e apresentar o peso”, explicou. A tecnologia foi validada após um ano de conversas com pecuaristas, além de outros quatro de pesquisa e desenvolvimento até o lançamento da ferramenta.

Coutinho detalhou também o objetivo e para quais serviços a tecnologia será útil. O empresário lembrou que, de maneira geral, um rebanho de gado de corte no Brasil passa por duas pesagens ao ano, em maio e novembro, épocas de vacinação contra a febre aftosa em que lotes são obrigatoriamente deslocados ao curral. “Mas se acontecer alguma coisa no meio do caminho, como você vai mudar a ração, mudar de pasto, fazer o tratamento correto, vai identificar boi doente? O Olho do Dono foi criado pra isso, acompanhar com frequência e permitir ao pecuarista ter mais lucratividade com bem-estar animal também”, resumiu, ressaltando a dificuldade que muitos pecuaristas, sobretudo os proprietários de fazendas maiores, têm para levar seus animais até a balança no curral.

A ideia surgiu quando uma grande propriedade buscava identificar o valor de seu rebanho, estimado em 30 mil cabeças, mas com pesos variados por ter categorias diversas. Com dificuldade de fazer a pesagem de todos os animais, Coutinho apresentou a solução, inspirando-se em uma tecnologia similar a uma utilizada para o mesmo fim em minério de ferro.

Com o Olho do Dono, o produtor poderá precisar o peso de seus animais para corrigir desvios na produção, estimar valor do rebanho e também identificar o ponto ótimo de abate, economizando diárias em confinamento, por exemplo. Em fase final de testes para uso comercial pela empresa, a tecnologia será aplicada em 20 fazendas que demonstraram interesse na inovação, restando ainda algumas vagas a serem preenchidas pelo site http://olhododono.agr.br/.

De acordo com Pedro Coutinho, a tecnologia será fácil de ser manejada pelos colaboradores das fazendas, bastando ligar o conjunto de câmeras a um computador mesmo que este não tenha acesso a internet. Se a fazenda utilizar brincos de alta frequência nos animais, é possível inclusive individualizar as pesagens.

Atualmente, o Olho do Dono está calibrado para a pesagem de bovinos da raça Nelore, mas está entre as metas da empresa expansão para outras raças e outras espécies.

Veja os detalhes da inovadora ferramenta Olho do Dono na entrevista abaixo:

VEJA TAMBÉM

Propriedade é referência na terminação de animais cruzados, em que aproveita a valorização da arroba pelo Protocolo 1953

Fazendas localizadas em Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Unidade no município de Castilho atende criadores com propriedades em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais

Software foi desenvolvido no formato de planilha de Excel e lançado em 2017; pesquisador da Embrapa dá dicas de preenchimento correto dos dados para gerar resultados mais precisos

Frente fria vai embora e temperatura deve subir em estados do Centro-Oeste, Norte e Sudeste do Brasil, com máximas que podem chegar aos 35º C

Animais abatidos no Protocolo 1953 foram enviados por fazenda localizada no município de Cáceres, estado do Mato Grosso

Software foi desenvolvido no formato de planilha de Excel e lançado em 2017; pesquisador da Embrapa dá dicas de preenchimento correto dos dados para gerar resultados mais precisos

Propriedade é referência na terminação de animais cruzados, em que aproveita a valorização da arroba pelo Protocolo 1953

Gerente do Rabobank Brasil aponta as duas primeiras medidas para o produtor transformar sua fazenda em uma empresa rural

Fazendas localizadas em Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE