Como vai ficar o tempo no Brasil ao longo do próximo trimestre?

26 novembro 2019
previsao-do-tempo-brasil-dezembro-2019-janeiro-fevereiro-2020

Como deve ser o comportamento do tempo no Brasil ao longo dos meses de dezembro, janeiro e fevereiro? Segundo o especialista consultado pelo Giro do Boi nesta terça, dia 26, o mestre e doutor em meteorologia pela USP Marcelo Schneider, coordenador regional do Inmet, o clima do país não será influenciado com ocorrências de El Niño ou La Niña.

“A tendência é que o Pacífico não tenha uma influência direta […] Consequência disto, nós não devemos esperar tanta variabilidade no clima ou uma influência tão direta do Oceano Pacífico. Isto seria até uma notícia boa. Mas a gente está vendo uma temperatura mais baixa do oceano aqui perto do Nordeste do Brasil, na costa entre o Norte e Nordeste do Brasil. Isto não é bom porque não traz umidade para estas áreas aqui do Nordeste e também aqui para a região do Matopiba”, resumiu Schneider.

Ao longo dos próximos meses, o meteorologista estimou que as chuvas devem ficar um pouco acima do normal entre o estado de São Paulo e a Região Sul, sobretudo nas Missões e norte do Rio Grande do Sul. As precipitações devem ficar pouco acima do normal no sudoeste, oeste e centro do estado de SP, assim como também no sudoeste do Mato Grosso, seguindo para Rondônia e divisa sul do Pará.

“Preocupação que a gente vai mostrar é esta área mais ao norte de Minas Gerais, interior da Bahia”, alertou. Na expressiva fronteira agrícola do Matopiba, o coordenador do Inmet reforçou que as chuvas devem se formar em caráter irregular neste período.

Entretanto, dentro das próximas duas semanas, a notícia é boa para os produtores do Brasil Central, entre Mato Grosso, Goiás, Tocantins, incluindo até o sul do Piauí, sul do Maranhão e oeste da Bahia. De acordo com Schneider, os produtores destes locais serão beneficiados com chuvas a partir dos próximos 3 a 5 dias e até duas semanas para frente, e as precipitações podem ultrapassar o volume dos 50 mm.

Veja na entrevista abaixo os mapas e a interpretação das imagens pelo mestre e doutor em meteorologia Marcelo Schneider:

VEJA TAMBÉM

Confira os lotes em destaque do dia 22 de janeiro de 2020

Lotes de propriedades no Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Vaca que sofreu estresse não transmite suas qualidades para a cria

Pecuarista deve entender os detalhes do desempenho da “melhor máquina de colheita de capim que existe”, que muitas vezes ainda sofre com estresse nutricional e térmico

Qual o “pulo do gato” para recuperar a produtividade em solos fracos?

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Que documentos devo ter para minha fazenda estar dentro da lei?

Papéis estão distribuídos entre as esferas possessória, fundiária, ambiental, trabalhista, empresarial e tributária

Como vai ficar o tempo no Brasil ao longo do próximo trimestre?

26 novembro 2019
previsao-do-tempo-brasil-dezembro-2019-janeiro-fevereiro-2020

Como deve ser o comportamento do tempo no Brasil ao longo dos meses de dezembro, janeiro e fevereiro? Segundo o especialista consultado pelo Giro do Boi nesta terça, dia 26, o mestre e doutor em meteorologia pela USP Marcelo Schneider, coordenador regional do Inmet, o clima do país não será influenciado com ocorrências de El Niño ou La Niña.

“A tendência é que o Pacífico não tenha uma influência direta […] Consequência disto, nós não devemos esperar tanta variabilidade no clima ou uma influência tão direta do Oceano Pacífico. Isto seria até uma notícia boa. Mas a gente está vendo uma temperatura mais baixa do oceano aqui perto do Nordeste do Brasil, na costa entre o Norte e Nordeste do Brasil. Isto não é bom porque não traz umidade para estas áreas aqui do Nordeste e também aqui para a região do Matopiba”, resumiu Schneider.

Ao longo dos próximos meses, o meteorologista estimou que as chuvas devem ficar um pouco acima do normal entre o estado de São Paulo e a Região Sul, sobretudo nas Missões e norte do Rio Grande do Sul. As precipitações devem ficar pouco acima do normal no sudoeste, oeste e centro do estado de SP, assim como também no sudoeste do Mato Grosso, seguindo para Rondônia e divisa sul do Pará.

“Preocupação que a gente vai mostrar é esta área mais ao norte de Minas Gerais, interior da Bahia”, alertou. Na expressiva fronteira agrícola do Matopiba, o coordenador do Inmet reforçou que as chuvas devem se formar em caráter irregular neste período.

Entretanto, dentro das próximas duas semanas, a notícia é boa para os produtores do Brasil Central, entre Mato Grosso, Goiás, Tocantins, incluindo até o sul do Piauí, sul do Maranhão e oeste da Bahia. De acordo com Schneider, os produtores destes locais serão beneficiados com chuvas a partir dos próximos 3 a 5 dias e até duas semanas para frente, e as precipitações podem ultrapassar o volume dos 50 mm.

Veja na entrevista abaixo os mapas e a interpretação das imagens pelo mestre e doutor em meteorologia Marcelo Schneider:

VEJA TAMBÉM

Lotes de propriedades no Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Pecuarista deve entender os detalhes do desempenho da “melhor máquina de colheita de capim que existe”, que muitas vezes ainda sofre com estresse nutricional e térmico

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Papéis estão distribuídos entre as esferas possessória, fundiária, ambiental, trabalhista, empresarial e tributária

Animais foram terminados a pasto com média de peso maior que 20@ e 93% no Farol da Qualidade

Lotes de propriedades em São Paulo, Pará e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Programa de acasalamentos vai avaliar bateria de touros selecionada pelo criador e apontar melhor combinação para corrigir necessidades de cada plantel

Giro do Boi reúne todos os vídeos da série especial Pastagem de A a Z, conduzida pelo consultor Wagner Pires

Envie sua pergunta sobre cruzamento industrial de gado de corte para receber as dicas no novo quadro ‘Zadra Responde’

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE