Demanda por carne de qualidade alavanca importação de genética bovina no Brasil

16 outubro 2018
importacao-genetica-bovina-brasil-2017-2016-2015

Nesta terça, 16, o Giro do Boi recebeu em estúdio o zootecnista e gerente de corte da empresa de genética Semex, Antônio Carlos Sciamarelli Junior. O profissional comentou a expansão do mercado de genética no Brasil e deu destaque para a importação de sêmen, que é puxada pela demanda do consumidor por carne de qualidade.

De acordo com a Asbia, a Associação Brasileira de Inseminação Artificial, nos últimos três anos o país importou 11.197.486 doses de sêmen de gado de corte, com destaque para as raças Aberdeen Angus, Red AngusBrangus.

Com dados referentes ao ano de 2017, a raça Aberdeen Angus aparece disparada em primeiro lugar nas importações com com 2,4 mi de doses, seguida por Red Angus (167 mil doses) e Brangus (148 mil doses importadas). Os países que mais enviam para o Brasil foram EUA (2.147.706 doses), Canadá (373.435 doses) e Argentina (373.259).

Para Sciamarelli, o avanço do uso de genética de animais taurinos está ligada à demanda puxada pelo mercado de consumo de carne. “O protocolo (de remuneração por carne de qualidade) está exigindo que o pecuarista faça um planejamento na fazenda dele. A partir do momento que você põe o mix de carcaça, de idade, você volta para a fazenda e começa a fazer o planejamento para ver se você pode atingir. Aí você vai ter um ganho de produtividade dentro da fazenda. Você é remunerado pelo frigorífico pelos protocolos e o aumento desses protocolos é por causa do consumidor. […] Paga-se por essa carne de melhor qualidade”, resumiu.

“A questão é planejamento. Saber que tipo de gado você tem, quais são as características que você tem que melhorar e o que você já tem de bom e, a partir disto, fazer planejamento para a carne que você quer produzir e como você vai chegar lá”, completou.

Veja a entrevista completa no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Conheça o novo app de transmissões do Canal Rural

Aplicativo Lance Rural permite ao usuário utilizar outras funções do celular enquanto acompanha eventos como leilões, palestras, dias de campo e julgamentos, além da tv ao vivo

Qual a diferença de trato do boi meio-sangue Angus para o Brangus ⅝?

Zootecnista Alexandre Zadra explicou que quanto maior o grau de sangue europeu, mais exigente é o animal em relação à nutrição

Chove no Nordeste no fim de semana; no Sul, temporais ocorrem a partir de 2ª

CE, RN, PI e MA deverão ver chuvas com certa intensidade a partir desta 6ª; no Sudeste, precipitações podem causar transtornos no sábado

Conheça os “anjos das estrada de terra” do MT

Produtores criaram associação para socorrer veículos atolados na Estrada do Matão, que liga Pontes e Lacerda-MT à Bolívia

Demanda por carne de qualidade alavanca importação de genética bovina no Brasil

16 outubro 2018
importacao-genetica-bovina-brasil-2017-2016-2015

Nesta terça, 16, o Giro do Boi recebeu em estúdio o zootecnista e gerente de corte da empresa de genética Semex, Antônio Carlos Sciamarelli Junior. O profissional comentou a expansão do mercado de genética no Brasil e deu destaque para a importação de sêmen, que é puxada pela demanda do consumidor por carne de qualidade.

De acordo com a Asbia, a Associação Brasileira de Inseminação Artificial, nos últimos três anos o país importou 11.197.486 doses de sêmen de gado de corte, com destaque para as raças Aberdeen Angus, Red AngusBrangus.

Com dados referentes ao ano de 2017, a raça Aberdeen Angus aparece disparada em primeiro lugar nas importações com com 2,4 mi de doses, seguida por Red Angus (167 mil doses) e Brangus (148 mil doses importadas). Os países que mais enviam para o Brasil foram EUA (2.147.706 doses), Canadá (373.435 doses) e Argentina (373.259).

Para Sciamarelli, o avanço do uso de genética de animais taurinos está ligada à demanda puxada pelo mercado de consumo de carne. “O protocolo (de remuneração por carne de qualidade) está exigindo que o pecuarista faça um planejamento na fazenda dele. A partir do momento que você põe o mix de carcaça, de idade, você volta para a fazenda e começa a fazer o planejamento para ver se você pode atingir. Aí você vai ter um ganho de produtividade dentro da fazenda. Você é remunerado pelo frigorífico pelos protocolos e o aumento desses protocolos é por causa do consumidor. […] Paga-se por essa carne de melhor qualidade”, resumiu.

“A questão é planejamento. Saber que tipo de gado você tem, quais são as características que você tem que melhorar e o que você já tem de bom e, a partir disto, fazer planejamento para a carne que você quer produzir e como você vai chegar lá”, completou.

Veja a entrevista completa no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Aplicativo Lance Rural permite ao usuário utilizar outras funções do celular enquanto acompanha eventos como leilões, palestras, dias de campo e julgamentos, além da tv ao vivo

Zootecnista Alexandre Zadra explicou que quanto maior o grau de sangue europeu, mais exigente é o animal em relação à nutrição

CE, RN, PI e MA deverão ver chuvas com certa intensidade a partir desta 6ª; no Sudeste, precipitações podem causar transtornos no sábado

Produtores criaram associação para socorrer veículos atolados na Estrada do Matão, que liga Pontes e Lacerda-MT à Bolívia

Modelos mais básicos de cruzamentos podem reduzir um ano do ciclo do boi, mas pecuarista deve estar organizado para intensificar tanto produção quanto gestão

Como a forrageira é de ciclo curto, pecuarista deve intensificar os tratos; veja ainda como controlar as plantas daninhas murici e capim rabo-de-burro

Zootecnista Alexandre Zadra explicou que quanto maior o grau de sangue europeu, mais exigente é o animal em relação à nutrição

CE, RN, PI e MA deverão ver chuvas com certa intensidade a partir desta 6ª; no Sudeste, precipitações podem causar transtornos no sábado

Produtores criaram associação para socorrer veículos atolados na Estrada do Matão, que liga Pontes e Lacerda-MT à Bolívia

Como a forrageira é de ciclo curto, pecuarista deve intensificar os tratos; veja ainda como controlar as plantas daninhas murici e capim rabo-de-burro

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE