Eficiência reprodutiva é fator que mais impacta produtividade e rentabilidade da pecuária

16 agosto 2019
Bezerro

Nesta sexta, 16, o Giro do Boi promoveu a estreia da sexta temporada da série Embrapa em Ação. Depois de passar pelos centros de pesquisas da Embrapa Informática Agropecuária, Embrapa Meio Ambiente e Embrapa Territorial (Campinas-SP), Embrapa Agrossilvipastoril (Sinop-MT) e Embrapa Gado de Corte (Campo Grande-MS), a equipe de reportagem do programa foi até São Carlos, no interior paulista, para mostrar o trabalho da Embrapa Pecuária Sudeste.

Berço da raça Canchim, o centro de estudos tem como uma das premissas melhorar a genética de bovinos e trabalha desde a década de 1.970 no desenvolvimento dessa e de outras raças, buscando o encurtamento do ciclo de produção com foco em carne de qualidade, genética, implantação, manejo e renovação de pastagens; eficiência reprodutiva de vacas de corte e de leite e sustentabilidade.

O local até 1.930 era uma fazenda de café, que foi constituída no Século XIX, mas que não sobreviveu à crise econômica de 1929. Endividada, a propriedade foi repassada ao Ministério da Agricultura em 1.935 e, logo após, tornou-se uma estação experimental de pesquisa com o trabalho do médico veterinário Antônio Teixeira Vianna, passando a se chamar Fazenda de Criação de São Carlos. A propriedade ficou conhecida como Fazenda Canchim por conta de uma espécie de árvore comum na região, que também emprestou o nome à raça bovina criada na unidade pelo veterinário. Quando em 1974 foi fundada a Embrapa, as estações experimentais do ministério foram incorporadas, sendo fundada oficialmente em 1.975 a Embrapa Pecuária Sudeste.

Nesta primeira entrevista da série, o repórter Marco Ribeiro e o cinegrafista Antônio Alencar conversaram com o médico veterinário e chefe-geral da unidade, Rui Machado. O pesquisador, que é especialista em reprodução bovina, afirmou que a incorporação da IATF nas fazendas de cria geram uma receita anual de US$ 3,5 bilhões na bovinocultura brasileira.

“A eficiência reprodutiva é o fator que, isoladamente, mais afeta a produtividade e a rentabilidade do negócio porque só tem alta eficiência reprodutiva quem tem bom manejo, boa nutrição, boa saúde, boa gestão, então ela de uma certa maneira agrupa todas estas necessidades em volta de si e transforma a produção de uma maneira profissionalizada. Só para se ter ideia, existem dados recentes não só da Embrapa, mas de outras instituições de pesquisa, que mostram que a incorporação de IATF no sistema produtivo brasileiro, que ainda é diminuta e pode se expandir muito, está gerando resultados na ordem de US$ 3,5 bilhões anualmente para a produção animal no Brasil, então tem um impacto muito grande e isto reflete para o produtor e em última análise para o mercado e para o consumidor, baratendo custo, dando acesso ao consumo para classes de poder aquisitivo menos abastadas”, disse Machado.

Veja o primeiro capítulo completo da temporada da série Embrapa em Ação, gravada na Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos-SP, clicando no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque desta quinta-feira, 19 de setembro

São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rondônia foram os estados que apresentaram os bois de qualidade na manhã desta quinta-feira, 19.

Pecuarista mineiro produz 28 @/ha/ano e quer dobrar produtividade

Um exemplo vindo de uma família de pecuaristas de Minas Gerais, região do pontal do triângulo mineiro, prova que a produção de carne pode ser até mais rentável e segura que a agricultura. Enquanto que a média brasileira de produtividade na pecuária gira em torno de 4@/ha/ano, o jovem engenheiro agrônomo, quinta geração de pecuaristas,...

MS continua sendo destaque no Programa Nelore Natural

A ACNB comemora o melhor ano do programa em mais de 20 de existência. Foi o que destacou no Giro do Boi desta quarta-feira, 19, o gerente regional de Originação – Leste MS, Sérgio Gonçalves. Segundo ele, o estado continua se mantendo na liderança do Circuito Nelore de Qualidade e no Protocolo Nelore Natural, por...

Confinamento de Lucas do Rio Verde, MT, fomenta o “boi das águas”

No Giro pelos Confinamentos desta quarta-feira, 19, o gerente do Confinamento JBS de Lucas do Rio Verde, MT, Helder Pureza, trouxe uma excelente notícia para os confinadores do estado que firmaram parceria no último giro de cocho de 2019.

Eficiência reprodutiva é fator que mais impacta produtividade e rentabilidade da pecuária

16 agosto 2019
Bezerro

Nesta sexta, 16, o Giro do Boi promoveu a estreia da sexta temporada da série Embrapa em Ação. Depois de passar pelos centros de pesquisas da Embrapa Informática Agropecuária, Embrapa Meio Ambiente e Embrapa Territorial (Campinas-SP), Embrapa Agrossilvipastoril (Sinop-MT) e Embrapa Gado de Corte (Campo Grande-MS), a equipe de reportagem do programa foi até São Carlos, no interior paulista, para mostrar o trabalho da Embrapa Pecuária Sudeste.

Berço da raça Canchim, o centro de estudos tem como uma das premissas melhorar a genética de bovinos e trabalha desde a década de 1.970 no desenvolvimento dessa e de outras raças, buscando o encurtamento do ciclo de produção com foco em carne de qualidade, genética, implantação, manejo e renovação de pastagens; eficiência reprodutiva de vacas de corte e de leite e sustentabilidade.

O local até 1.930 era uma fazenda de café, que foi constituída no Século XIX, mas que não sobreviveu à crise econômica de 1929. Endividada, a propriedade foi repassada ao Ministério da Agricultura em 1.935 e, logo após, tornou-se uma estação experimental de pesquisa com o trabalho do médico veterinário Antônio Teixeira Vianna, passando a se chamar Fazenda de Criação de São Carlos. A propriedade ficou conhecida como Fazenda Canchim por conta de uma espécie de árvore comum na região, que também emprestou o nome à raça bovina criada na unidade pelo veterinário. Quando em 1974 foi fundada a Embrapa, as estações experimentais do ministério foram incorporadas, sendo fundada oficialmente em 1.975 a Embrapa Pecuária Sudeste.

Nesta primeira entrevista da série, o repórter Marco Ribeiro e o cinegrafista Antônio Alencar conversaram com o médico veterinário e chefe-geral da unidade, Rui Machado. O pesquisador, que é especialista em reprodução bovina, afirmou que a incorporação da IATF nas fazendas de cria geram uma receita anual de US$ 3,5 bilhões na bovinocultura brasileira.

“A eficiência reprodutiva é o fator que, isoladamente, mais afeta a produtividade e a rentabilidade do negócio porque só tem alta eficiência reprodutiva quem tem bom manejo, boa nutrição, boa saúde, boa gestão, então ela de uma certa maneira agrupa todas estas necessidades em volta de si e transforma a produção de uma maneira profissionalizada. Só para se ter ideia, existem dados recentes não só da Embrapa, mas de outras instituições de pesquisa, que mostram que a incorporação de IATF no sistema produtivo brasileiro, que ainda é diminuta e pode se expandir muito, está gerando resultados na ordem de US$ 3,5 bilhões anualmente para a produção animal no Brasil, então tem um impacto muito grande e isto reflete para o produtor e em última análise para o mercado e para o consumidor, baratendo custo, dando acesso ao consumo para classes de poder aquisitivo menos abastadas”, disse Machado.

Veja o primeiro capítulo completo da temporada da série Embrapa em Ação, gravada na Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos-SP, clicando no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rondônia foram os estados que apresentaram os bois de qualidade na manhã desta quinta-feira, 19.

Um exemplo vindo de uma família de pecuaristas de Minas Gerais, região do pontal do triângulo mineiro, prova que a produção de carne pode ser até mais rentável e segura que a agricultura. Enquanto que a média brasileira de produtividade na pecuária gira em torno de 4@/ha/ano, o jovem engenheiro agrônomo, quinta geração de pecuaristas,...

A ACNB comemora o melhor ano do programa em mais de 20 de existência. Foi o que destacou no Giro do Boi desta quarta-feira, 19, o gerente regional de Originação – Leste MS, Sérgio Gonçalves. Segundo ele, o estado continua se mantendo na liderança do Circuito Nelore de Qualidade e no Protocolo Nelore Natural, por...

No Giro pelos Confinamentos desta quarta-feira, 19, o gerente do Confinamento JBS de Lucas do Rio Verde, MT, Helder Pureza, trouxe uma excelente notícia para os confinadores do estado que firmaram parceria no último giro de cocho de 2019.

O 3º Congresso Nacional de Direito Agrário, que aconteceu recentemente em São Paulo, foi o tema principal do Programa Giro do Boi desta quarta-feira, 18. O evento, que reuniu juristas e profissionais do agro brasileiro, debateu vários assuntos relacionados ao agronegócio entre eles os desafios do setor, a agenda ambiental e as transformações pelas quais...

Na manhã desta quarta-feira, os lotes do Acre e Mato Grosso foram os destaques no Giro do Boi.

No Giro pelos Confinamentos desta quarta-feira, 19, o gerente do Confinamento JBS de Lucas do Rio Verde, MT, Helder Pureza, trouxe uma excelente notícia para os confinadores do estado que firmaram parceria no último giro de cocho de 2019.

GIRO INSPIRAÇÃO

Que jogue a primeira pedra aquele que nunca reclamou de seus problemas. No Giro Inspiração desta quinta-feira, 19, a palestrante motivacional Helda Elaine trouxe mais detalhes dessas barreiras indesejadas que a vida pessoal e profissional podem oferecer

Fazenda Figueira, do município de Paranapanema, interior do estado de São Paulo, foi um dos destaques desta sexta-feira, no Giro do Boi, onde os originadores apresentam os bons modelos de produção e os valores da @ em cada unidade que participa do quadro Giro pelo Brasil.

São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rondônia foram os estados que apresentaram os bois de qualidade na manhã desta quinta-feira, 19.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE