Exclusivo: Asbia celebra crescimento de 20% nas vendas de sêmen de gado de corte

11 fevereiro 2019
inseminação

As vendas de sêmen de gado corte cresceram quase 20% em 2018 na comparação com o ano anterior. Foram comercializadas 9.622.282 doses, um volume 19,2% maior do que o registrado em 2017, quando foram negociadas 8.071.287 doses pelas centrais que integram a Asbia, a Associação Brasileira de Inseminação Artificial. A informação foi divulgada em primeira mão pelo Giro do Boi desta segunda, dia 11, que teve como destaque entrevista em estúdio com o presidente da associação, Sérgio Saud.

Desta forma, a média das fêmeas de corte em idade reprodutiva no Brasil que estão sendo inseminadas artificialmente chega aos 13,7%. Os números foram divulgados pela própria Asbia em estudo realizado em parceria com o Cepea – Esalq/USP. Veja abaixo o gráfico que aponta a proporção do rebanho de vacas de corte inseminadas em cada estado:

Na pecuária de leite, as vendas cresceram, mas de maneira menos expressiva, saindo de 4.063.151 doses em 2017 para 4.208.867 doses de sêmen em 2018, evolução de 3,6%. No acumulado das vendas de doses de sêmen de gado de corte mais leite, o avanço foi de 14%, passando de 12.134.438 doses vendidas em 2017 para 13.831.149 doses.

Ao Giro do Boi, Saud comentou os números e trouxe ainda uma expectativa para o desempenho do setor no ano de 2019. “O que a gente está enxergando é que a partir do momento que houve uma maior estabilidade do cenário político e econômico no país, e estamos longe ainda de estar com a situação resolvida, mas pelo menos houve uma perspectiva mais positiva, o pecuarista voltou a investir fortemente, respondendo a todos os trabalhos que nós fizemos de fomento, de demonstração da vantagem do uso da inseminação artificial”, comemorou.

Em sua participação, Sérgio Saud comentou também a criação do cargo de gerente executivo da associação, que será ocupado pelo ex-presidente da Asbia, Carlos Vivacqua, e também o projeto de lei aprovado pela Paraíba que proíbe a inseminação artificial no estado. “Essa é uma lei pensada no bem-estar animal, mas sem informação técnica. […] Acredito muito mais no lado da falta de conhecimento que levou a esta proibição tão fora de tempo”, lamentou.

Confira a entrevista completa no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque do dia 22 de agosto de 2019

Fazendas localizadas em Tocantins, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Giro Inspiração: como utilizar a ambição como combustível motivacional na fazenda?

Neste 4º episódio da série, consultora Helda Elaine explica diferença entre ganância e ambição e afirma que é por meio desta que o pecuarista faz sacrifícios pelos resultados

Agrônomo viaja o mundo pesquisando o agro e traz lições para o Brasil

Profissional foi contemplado com uma bolsa para realizar intercâmbio e, em entrevista, contou suas experiências e impressões sobre a produção rural mundo afora

Confira as fazendas em destaque do dia 21 de agosto de 2019

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Exclusivo: Asbia celebra crescimento de 20% nas vendas de sêmen de gado de corte

11 fevereiro 2019
inseminação

As vendas de sêmen de gado corte cresceram quase 20% em 2018 na comparação com o ano anterior. Foram comercializadas 9.622.282 doses, um volume 19,2% maior do que o registrado em 2017, quando foram negociadas 8.071.287 doses pelas centrais que integram a Asbia, a Associação Brasileira de Inseminação Artificial. A informação foi divulgada em primeira mão pelo Giro do Boi desta segunda, dia 11, que teve como destaque entrevista em estúdio com o presidente da associação, Sérgio Saud.

Desta forma, a média das fêmeas de corte em idade reprodutiva no Brasil que estão sendo inseminadas artificialmente chega aos 13,7%. Os números foram divulgados pela própria Asbia em estudo realizado em parceria com o Cepea – Esalq/USP. Veja abaixo o gráfico que aponta a proporção do rebanho de vacas de corte inseminadas em cada estado:

Na pecuária de leite, as vendas cresceram, mas de maneira menos expressiva, saindo de 4.063.151 doses em 2017 para 4.208.867 doses de sêmen em 2018, evolução de 3,6%. No acumulado das vendas de doses de sêmen de gado de corte mais leite, o avanço foi de 14%, passando de 12.134.438 doses vendidas em 2017 para 13.831.149 doses.

Ao Giro do Boi, Saud comentou os números e trouxe ainda uma expectativa para o desempenho do setor no ano de 2019. “O que a gente está enxergando é que a partir do momento que houve uma maior estabilidade do cenário político e econômico no país, e estamos longe ainda de estar com a situação resolvida, mas pelo menos houve uma perspectiva mais positiva, o pecuarista voltou a investir fortemente, respondendo a todos os trabalhos que nós fizemos de fomento, de demonstração da vantagem do uso da inseminação artificial”, comemorou.

Em sua participação, Sérgio Saud comentou também a criação do cargo de gerente executivo da associação, que será ocupado pelo ex-presidente da Asbia, Carlos Vivacqua, e também o projeto de lei aprovado pela Paraíba que proíbe a inseminação artificial no estado. “Essa é uma lei pensada no bem-estar animal, mas sem informação técnica. […] Acredito muito mais no lado da falta de conhecimento que levou a esta proibição tão fora de tempo”, lamentou.

Confira a entrevista completa no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Fazendas localizadas em Tocantins, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Neste 4º episódio da série, consultora Helda Elaine explica diferença entre ganância e ambição e afirma que é por meio desta que o pecuarista faz sacrifícios pelos resultados

Profissional foi contemplado com uma bolsa para realizar intercâmbio e, em entrevista, contou suas experiências e impressões sobre a produção rural mundo afora

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Especialista apontou intensificação dos sistemas de produção, como semiconfinamento e confinamento, como principal fator de impacto para a melhoria

Professor da Mackenzie destaca que rastreabilidade traz “uma série de benefícios do ponto de vista prático e operacional” para os pecuaristas

Professor da Mackenzie destaca que rastreabilidade traz “uma série de benefícios do ponto de vista prático e operacional” para os pecuaristas

Segundo consultor jurídico, texto deixa brecha para que empreendedores familiares não tenham liberdade econômica plena em relação a contratos agrários

Fêmeas podem receber preço de boi mais premiações do Protocolo Sinal Verde, Europa/Hilton e Protocolo 1953

Fazendas localizadas em Tocantins, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE