Fazenda de SP cria “linha de montagem do boi” combinando gestão e tecnologia

11 novembro 2019
linha-de-montagem-do-boi-agropastoril-paschoal-campanelli

Nesta segunda, 11, o Giro do Boi exibiu mais uma reportagem da minissérie especial gravada na Agropastoril Paschoal Campanelli, grupo do interior de São Paulo referência em gestão e produtividade na pecuária de corte. Após contar em detalhes a história da empresa familiar, desta vez o foco esteve na verdadeira “linha de montagem” criada para padronizar a passagem dos animais de compra pelas etapas de produção.

Relembre pelo link abaixo a história da Agropastoril Paschoal Campanelli:
+ A união faz… boi gordo

O trabalho começa com rigorosos critérios de seleção da reposição. Uma equipe exclusiva composta por três profissionais se dedica a esta etapa da compra e prioriza a aquisição de animais jovens, com boa conformação de carcaça e bons aprumos para que desempenhem bem logo na primeira parte da ‘linha de montagem’, a recria a pasto. Para esta fase são destinados os indivíduos que chegam à Fazenda Primavera, na região de Araçatuba-SP, com pouco mais de 250 kg e recebem protocolo sanitário que protege os bois de pneumonias e verminoses.

Após alcançarem peso próximo de 300 kg, os animais liberam as pastagens para mais lotes de reposição e seguem para a próxima etapa, o pré-confinamento. Nesta fase, os bovinos começam a adaptar o rúmen para a dieta intensiva e também criam hábitos voltados para o período de confinamento, como o deslocamento até o cocho.

Além de gestão rigorosa, o uso de tecnologia nesta etapa impressiona. Nas cercas, dispositivos eletrônicos instalados se comunicam com o vagão distribuidor, que abastece os cochos conforme os avisos, liberando a quantidade de ração na medida precisa, conforme o planejamento nutricional. O desempenho de cada um dos animais, identificados individualmente, é mensurado por programas de computador.

Veja também:
+ Fazenda cria sistema para antecipar adaptação dos bovinos ao confinamento

Todo o esforço vale a pena. Ao atingirem peso próximo dos 450 kg, os animais são destinados à propriedade específica de terminação. Segundo a zootecnista da empresa, Marina Daciê, o período de adaptação dos lotes que passaram pelo pré-confinamento é reduzido até pela metade na comparação com os demais. “A parte do trato intestinal deles e tudo mais já está tudo bem adaptado para a dieta que vão receber lá no confinamento. […] Um animal que chega direto de compra fica 15 a 20 dias lá (adaptação), um pouco mais ou um pouco menos. E os animais que saem daqui ficam de 7 a 10 dias”, confirmou Daciê.

O trabalho bem sincronizado, como um relógio, estabelece um padrão para os animais, que são terminados sempre antes dos 30 meses com 20@ de peso médio, vencendo o desafio do grupo de produzir quantidade com qualidade e constância, durante o ano inteiro.

Veja a reportagem completa pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

SP e MG devem ter chuvas acima dos 100 mm nos próximos dias

Precipitações podem passar dos 200 mm em pontos localizados de Minas; pancadas devem se estender também para GO, TO, Matopiba, oeste da BA e leste do MT

Treinamentos de motoristas garantem bem-estar no transporte de gado

Além do conforto dos animais, capacitações mensais abordam também medidas de segurança na condução dos veículos ao longo do trajeto

Confira os lotes em destaque do dia 24 de janeiro de 2020

Lotes de propriedades em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Qual é o grande desafio estrutural da pecuária nos próximos anos?

Consultor destaca que para ganhar competitividade frente às proteínas concorrentes, pecuária de corte precisa de integração e salto da eficiência

Fazenda de SP cria “linha de montagem do boi” combinando gestão e tecnologia

11 novembro 2019
linha-de-montagem-do-boi-agropastoril-paschoal-campanelli

Nesta segunda, 11, o Giro do Boi exibiu mais uma reportagem da minissérie especial gravada na Agropastoril Paschoal Campanelli, grupo do interior de São Paulo referência em gestão e produtividade na pecuária de corte. Após contar em detalhes a história da empresa familiar, desta vez o foco esteve na verdadeira “linha de montagem” criada para padronizar a passagem dos animais de compra pelas etapas de produção.

Relembre pelo link abaixo a história da Agropastoril Paschoal Campanelli:
+ A união faz… boi gordo

O trabalho começa com rigorosos critérios de seleção da reposição. Uma equipe exclusiva composta por três profissionais se dedica a esta etapa da compra e prioriza a aquisição de animais jovens, com boa conformação de carcaça e bons aprumos para que desempenhem bem logo na primeira parte da ‘linha de montagem’, a recria a pasto. Para esta fase são destinados os indivíduos que chegam à Fazenda Primavera, na região de Araçatuba-SP, com pouco mais de 250 kg e recebem protocolo sanitário que protege os bois de pneumonias e verminoses.

Após alcançarem peso próximo de 300 kg, os animais liberam as pastagens para mais lotes de reposição e seguem para a próxima etapa, o pré-confinamento. Nesta fase, os bovinos começam a adaptar o rúmen para a dieta intensiva e também criam hábitos voltados para o período de confinamento, como o deslocamento até o cocho.

Além de gestão rigorosa, o uso de tecnologia nesta etapa impressiona. Nas cercas, dispositivos eletrônicos instalados se comunicam com o vagão distribuidor, que abastece os cochos conforme os avisos, liberando a quantidade de ração na medida precisa, conforme o planejamento nutricional. O desempenho de cada um dos animais, identificados individualmente, é mensurado por programas de computador.

Veja também:
+ Fazenda cria sistema para antecipar adaptação dos bovinos ao confinamento

Todo o esforço vale a pena. Ao atingirem peso próximo dos 450 kg, os animais são destinados à propriedade específica de terminação. Segundo a zootecnista da empresa, Marina Daciê, o período de adaptação dos lotes que passaram pelo pré-confinamento é reduzido até pela metade na comparação com os demais. “A parte do trato intestinal deles e tudo mais já está tudo bem adaptado para a dieta que vão receber lá no confinamento. […] Um animal que chega direto de compra fica 15 a 20 dias lá (adaptação), um pouco mais ou um pouco menos. E os animais que saem daqui ficam de 7 a 10 dias”, confirmou Daciê.

O trabalho bem sincronizado, como um relógio, estabelece um padrão para os animais, que são terminados sempre antes dos 30 meses com 20@ de peso médio, vencendo o desafio do grupo de produzir quantidade com qualidade e constância, durante o ano inteiro.

Veja a reportagem completa pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Precipitações podem passar dos 200 mm em pontos localizados de Minas; pancadas devem se estender também para GO, TO, Matopiba, oeste da BA e leste do MT

Além do conforto dos animais, capacitações mensais abordam também medidas de segurança na condução dos veículos ao longo do trajeto

Lotes de propriedades em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Consultor destaca que para ganhar competitividade frente às proteínas concorrentes, pecuária de corte precisa de integração e salto da eficiência

Sujeira e até pH inadequado interferem na eficácia do defensivo usado no controle de plantas daninhas nas pastagens

Lotes de propriedades em Minas Gerais, Pará, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Precipitações podem passar dos 200 mm em pontos localizados de Minas; pancadas devem se estender também para GO, TO, Matopiba, oeste da BA e leste do MT

Sujeira e até pH inadequado interferem na eficácia do defensivo usado no controle de plantas daninhas nas pastagens

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Envie sua pergunta sobre cruzamento industrial de gado de corte para receber as dicas no novo quadro ‘Zadra Responde’

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE