Fêmea com escore corporal ideal custa R$ 26 a menos por prenhez; saiba como

26 julho 2017
Custo de Prenhez HD

No programa desta quarta-feira, 26, foi ao ar mais uma reportagem da 14ª temporada da série Rota do Boi. Desta vez, a equipe do Giro do Boi foi até a região de Barra do Garças, no Mato Grosso, visitar a Fazenda Santo Antônio, da Agropecuária Júlio Simões, que é especializada em cria e busca a chamada eficiência reprodutiva, selecionando as melhores matrizes para uma produção de qualidade.

Na propriedade, cujo foco foi ajustado para a cria a partir de 2011, o manejo nutricional deu importante contribuição para a evolução da produtividade da estação reprodutiva. “O que a gente busca é a nutrição de precisão. Não só fazer a nutrição básica, mas ir ajustando para cada categoria, cada fase, por exemplo, na pré monta e na monta”, afirmou Renato Girotto, médico veterinário responsável pela propriedade.

O resultado foi um salto de 46,15% para 56,32% da taxa de prenhez por IATF entre as estações 2011/12 e 2016/17, melhorando o índice geral de prenhez da fazenda de 76,75% para 82,21% no mesmo período.  “O número de bezerro desmamado é o que impacta mais na fazenda. Quanto mais eficiente a gente for em número de bezerro desmamado, mais fácil de diluir esse investimento que a gente tem todo ano na fazenda”, acrescentou Renato.

Segundo o controle de custos da Fazenda Santo Antônio, a entrada da fêmea com escore corporal ideal na estação de monta representa uma economia de mais de R$ 25 no custo por prenhez. Enquanto fêmeas com escore 2,5 (escala de 1 a 5)  precisam de R$109,38 para emprenhar, uma matriz com condição corporal de 3,5 requer investimento de R$ 83,33, ou R$ 26,05 a menos, conforme mostra o gráfico abaixo:

A fazenda é considerada um exemplo para os fazendeiros de cria do Vale do Araguaia mato-grossense. Confira mzais detalhes e o que têm a dizer os responsáveis por essa produção de sucesso na reportagem, na íntegra, pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque do dia 20 de novembro de 2019

Fazendas localizadas no Mato Grosso do Sul e Minas Gerais foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Giro do Dia: curral da unidade de Mozarlândia em dia de abate 1953

Veja imagens do lote de novilhas meio-sangue Angus da Fazenda São Luiz, em Santa Tereza-GO, que marcou 98% Verde no Farol da Qualidade

Degradação do pasto custou mais de R$ 15 por arroba para o pecuarista em 2018

Agrônomo Maurício Nogueira falou em entrevista sobre como investir da maneira certa no momento de alta e os impactos das mentiras sobre a sustentabilidade do setor

Quais consequências o produtor pode sofrer pelos erros na declaração do ITR?

Declaração para o imposto venceu em setembro, mas os problemas começam depois do fim do prazo; confira as dicas do consultor jurídico

Fêmea com escore corporal ideal custa R$ 26 a menos por prenhez; saiba como

26 julho 2017
Custo de Prenhez HD

No programa desta quarta-feira, 26, foi ao ar mais uma reportagem da 14ª temporada da série Rota do Boi. Desta vez, a equipe do Giro do Boi foi até a região de Barra do Garças, no Mato Grosso, visitar a Fazenda Santo Antônio, da Agropecuária Júlio Simões, que é especializada em cria e busca a chamada eficiência reprodutiva, selecionando as melhores matrizes para uma produção de qualidade.

Na propriedade, cujo foco foi ajustado para a cria a partir de 2011, o manejo nutricional deu importante contribuição para a evolução da produtividade da estação reprodutiva. “O que a gente busca é a nutrição de precisão. Não só fazer a nutrição básica, mas ir ajustando para cada categoria, cada fase, por exemplo, na pré monta e na monta”, afirmou Renato Girotto, médico veterinário responsável pela propriedade.

O resultado foi um salto de 46,15% para 56,32% da taxa de prenhez por IATF entre as estações 2011/12 e 2016/17, melhorando o índice geral de prenhez da fazenda de 76,75% para 82,21% no mesmo período.  “O número de bezerro desmamado é o que impacta mais na fazenda. Quanto mais eficiente a gente for em número de bezerro desmamado, mais fácil de diluir esse investimento que a gente tem todo ano na fazenda”, acrescentou Renato.

Segundo o controle de custos da Fazenda Santo Antônio, a entrada da fêmea com escore corporal ideal na estação de monta representa uma economia de mais de R$ 25 no custo por prenhez. Enquanto fêmeas com escore 2,5 (escala de 1 a 5)  precisam de R$109,38 para emprenhar, uma matriz com condição corporal de 3,5 requer investimento de R$ 83,33, ou R$ 26,05 a menos, conforme mostra o gráfico abaixo:

A fazenda é considerada um exemplo para os fazendeiros de cria do Vale do Araguaia mato-grossense. Confira mzais detalhes e o que têm a dizer os responsáveis por essa produção de sucesso na reportagem, na íntegra, pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Fazendas localizadas no Mato Grosso do Sul e Minas Gerais foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Veja imagens do lote de novilhas meio-sangue Angus da Fazenda São Luiz, em Santa Tereza-GO, que marcou 98% Verde no Farol da Qualidade

Agrônomo Maurício Nogueira falou em entrevista sobre como investir da maneira certa no momento de alta e os impactos das mentiras sobre a sustentabilidade do setor

Declaração para o imposto venceu em setembro, mas os problemas começam depois do fim do prazo; confira as dicas do consultor jurídico

Em entrevista ao Giro do Boi, diretora da CME Group para a América Latina dá dicas para produtor diminuir riscos do seu negócio

Conheça a história de Elias Madureira, que chegou em RO como contador em 1985, transformou-se em pecuarista nos anos 90 e fez da Fazenda Veneno no Olhar uma referência para a região

Cuidar das forrageiras é essencial para fazendas de pecuária a pasto, mas existe um fator limitante para o sucesso do produtor; saiba qual é

Em entrevista ao Giro do Boi, diretora da CME Group para a América Latina dá dicas para produtor diminuir riscos do seu negócio

Conheça a história de Elias Madureira, que chegou em RO como contador em 1985, transformou-se em pecuarista nos anos 90 e fez da Fazenda Veneno no Olhar uma referência para a região

Em entrevista ao Giro do Boi, Bruno Brainer, gerente de originação da Friboi para Rondônia e Acre, falou sobre parceria com produtor em 2019 e evolução da pecuária na região

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE