Pesquisa identifica impactos de elevação da temperatura na qualidade das pastagens

11 julho 2019
influencia-aumento-temperatura-qualidade-pasto

Um estudo conduzido por pesquisadores do Instituto de Botânica de São Paulo, da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, da Universidade Estadual Paulista e do Instituto Federal Goiano simulou os efeitos da elevação da temperatura na qualidade das forrageiras utilizadas na alimentação de bovinos. As pesquisas foram baseadas em modelo desenvolvido pelo professor do Departamento de Biologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP em Ribeirão Preto, Carlos Alberto Martinez y Huaman, engenheiro agrônomo, mestre em produção agrícola e doutor em fisiologia vegetal.

O agrônomo esteve no Giro do Boi desta quinta, 11, para trazer detalhes da pesquisa, que busca entender qual a resposta do capim, tanto em termos fisiológicos como nutricionais para o gado, a partir de um esperado aumento médio da temperatura global em até 2º C nas próximas duas décadas.

Os experimentos foram feitos com plantas em campo aberto para que fosse mais fiel às condições da pecuária brasileira, e utilizou Mombaça e Estilosantes Campo Grande para as simulações, em que foram submetidas a aumentos de temperatura provocados por aquecedores infravermelhos.

Deste modo, o que se detectou foi aumento na quantidade de fibras das folhas e redução da proteína bruta nas plantas, o que potencialmente dificulta e aumenta o tempo necessário para a digestão do gado. “O pasto é fundamental, é crítico para a produção pecuária. Mas se o pasto perde biomassa, perde qualidade, […] Nós temos que nos preparar para isto. […] Nós temos que já ir procurando variedades mais resistentes à seca, variedades que mantenham qualidade da forragem apesar de períodos de estiagem prolongados, e dar conforto animal”, indicou Huaman.

Veja a entrevista completa pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Todo imóvel rural precisa ter uma área de reserva legal?

No quadro Direito Agrário desta terça-feira, 17, o advogado Pedro Puttini Mendes, especialista em direito ambiental, falou sobre uma dúvida frequente e recorrente do produtor

O que é verdadeiro e o que é fake news na hora de escolher um touro?

Com a chegada da temporada de leilões de touros no Brasil, as ofertas e opções são inúmeras. Mas será que tudo que se diz é verdade? Será que o reprodutor que cobrir a vacada vai resultar em bons bezerros para o criador?

Confira as fazendas em destaque do dia 17 de setembro de 2019

Originadores apresentaram lotes dos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Confira as participações.

Unidade de Marabá-PA recebe mais uma etapa do Circuito Nelore de Qualidade 2019

O abate técnico reuniu cerca de 946 cabeças de 16 pecuaristas do estado. Os produtores irão concorrer para melhores lotes nas categorias machos e fêmeas,o resultado será divulgado ainda nesta semana.

Pesquisa identifica impactos de elevação da temperatura na qualidade das pastagens

11 julho 2019
influencia-aumento-temperatura-qualidade-pasto

Um estudo conduzido por pesquisadores do Instituto de Botânica de São Paulo, da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, da Universidade Estadual Paulista e do Instituto Federal Goiano simulou os efeitos da elevação da temperatura na qualidade das forrageiras utilizadas na alimentação de bovinos. As pesquisas foram baseadas em modelo desenvolvido pelo professor do Departamento de Biologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP em Ribeirão Preto, Carlos Alberto Martinez y Huaman, engenheiro agrônomo, mestre em produção agrícola e doutor em fisiologia vegetal.

O agrônomo esteve no Giro do Boi desta quinta, 11, para trazer detalhes da pesquisa, que busca entender qual a resposta do capim, tanto em termos fisiológicos como nutricionais para o gado, a partir de um esperado aumento médio da temperatura global em até 2º C nas próximas duas décadas.

Os experimentos foram feitos com plantas em campo aberto para que fosse mais fiel às condições da pecuária brasileira, e utilizou Mombaça e Estilosantes Campo Grande para as simulações, em que foram submetidas a aumentos de temperatura provocados por aquecedores infravermelhos.

Deste modo, o que se detectou foi aumento na quantidade de fibras das folhas e redução da proteína bruta nas plantas, o que potencialmente dificulta e aumenta o tempo necessário para a digestão do gado. “O pasto é fundamental, é crítico para a produção pecuária. Mas se o pasto perde biomassa, perde qualidade, […] Nós temos que nos preparar para isto. […] Nós temos que já ir procurando variedades mais resistentes à seca, variedades que mantenham qualidade da forragem apesar de períodos de estiagem prolongados, e dar conforto animal”, indicou Huaman.

Veja a entrevista completa pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

No quadro Direito Agrário desta terça-feira, 17, o advogado Pedro Puttini Mendes, especialista em direito ambiental, falou sobre uma dúvida frequente e recorrente do produtor

Com a chegada da temporada de leilões de touros no Brasil, as ofertas e opções são inúmeras. Mas será que tudo que se diz é verdade? Será que o reprodutor que cobrir a vacada vai resultar em bons bezerros para o criador?

Originadores apresentaram lotes dos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Confira as participações.

O abate técnico reuniu cerca de 946 cabeças de 16 pecuaristas do estado. Os produtores irão concorrer para melhores lotes nas categorias machos e fêmeas,o resultado será divulgado ainda nesta semana.

Ao completar 35 anos de existência, o Programa de Melhoramento Genético, começa a ganhar as regiões de pecuária do Brasil. Dessa vez, a capital do Acre, Rio Branco, vai receber nesta semana (18 e 19/09) uma “bateria” de palestras e dinâmicas sobre a importância da genética de ponta para o aumento de produtividade das fazendas.

A maior expedição técnica privada sobre a pecuária de corte no Brasil, apontou ainda crescimento de 25% na produtividade dos amostrados, totalizando 310 propriedades visitadas de 10 estados e 128 municípios. As sete equipes que saíram a campo percorreram 50 mil quilômetros nesta edição do Rally.

No quadro Direito Agrário desta terça-feira, 17, o advogado Pedro Puttini Mendes, especialista em direito ambiental, falou sobre uma dúvida frequente e recorrente do produtor

O Instituto Nacional de Meteorologia, INMET, trouxe uma boa notícia para a agropecuária das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte do país. Embora não seja de forte intensidade, a partir do dia 20 de setembro, estados como São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia receberão...

Fazenda Figueira, do município de Paranapanema, interior do estado de São Paulo, foi um dos destaques desta sexta-feira, no Giro do Boi, onde os originadores apresentam os bons modelos de produção e os valores da @ em cada unidade que participa do quadro Giro pelo Brasil.

Originadores apresentaram lotes dos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Confira as participações.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE