Produtores jovens são responsáveis por 21% das decisões no campo

07 outubro 2019
congresso-yami-2019-jovens-tomadas-decisao-agro

A crescente participação dos produtores jovens nas tomadas de decisões no campo está trazendo consigo uma série de debates a fim de prepará-los para seus desafios. Nesta semana, o YAMI, sigla em inglês para Movimento Internacional da Juventude do Agro, vai realizar seu primeiro congresso no Brasil a partir desta terça-feira em São Paulo-SP, um evento paralelo ao 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio.

Nesta segunda, 07, o Giro do Boi recebeu em estúdio um dos participantes do Yami, o administrador Guto Quirós, CEO da Quirós Gourmet, presidente do Lide Futuro de Campinas-SP e diretor do comitê de jovens empresários da Fiesp, apontado em 2018 pela Forbes como um dos destaques do empreendedorismo no Brasil abaixo dos 30 anos.

Citando pesquisa divulgada no ano passado pela ABMRA, a Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio, Quirós falou sobre a relevância que os jovens estão ganhando no setor. “21% das decisões tomadas no campo hoje são feitas pelo jovens. E a presença do jovem no campo saiu de 15% para 27%. Então a gente tem esta evolução e a idade média do produtor caiu para 46 anos. Isso mostra que existe uma evolução quando a gente fala de mudança cultural, por isso estou batendo tanto nesta tecla. O que fez os jovens migrarem de volta ao campo ou trabalharem na cidade com algo relacionado ao campo? É a tecnologia”, contextualizou o empreendedor, chamando atenção para a onda das Agtechs, as empresas de tecnologias voltadas ao agronegócio.

A alta procura pelo evento confirma que a nova geração está engajada em sua própria capacitação. As inscrições para o congresso do YAMI já estão esgotadas. “Eu saí do campo para ir fazer Fundação Getúlio Vargas, me formar aqui em São Paulo. Você imagina um cara que sai do campo, vai fazer faculdade fora e depois vai voltar. Quando eu me formei na faculdade, todo mundo falava que eu tinha que ficar em São Paulo para trabalhar em bancos, consultorias, grandes empresas. Para que você vai voltar para o campo? […] Quando vem um movimento deste e te apoia, fala que você não está sozinho, tem muito jovem que se forma nas cidades, volta ao campo, ou que se formam no campo e ficam no campo. Então mais do que informação é estender a mão para um movimento para a gente fomentar desde já”, destacou Quirós.

O congresso está em sua primeira edição e é a primeira ação do Yami no Brasil. “É a primeira árvore que vai gerar frutos. A partir disto vamos gerar novas coisas”, revelou.

Veja a entrevista completa com Guto Quirós pelo vídeo abaixo:

Foto: Reprodução / yamimovement.com.br

VEJA TAMBÉM

Aprendendo a ensinar: veja resultados do Bifequali, programa de capacitação da Embrapa

Benefício econômico acumulado pelo programa entre os anos de 2013 e 2018 já ultrapassou marca dos R$ 23 milhões

Confira o último classificado para votação do melhor lote de novembro

Grupo de novilhas Caracu que marcou 88% Verde no Farol da Qualidade fechou o páreo para a eleição do melhor lote do mês

Canal de umidade leva chuvas desde o Brasil Central até litoral do Sudeste

Em comportamento típico do clima de verão, pancadas de chuva começam a partir do fim de tarde e atingem MT, MS, GO, TO, MG, BA e litoral no RJ e ES

Carretas adaptadas a condições locais melhoram transporte boiadeiro

Veículos que se ajustam aos tipos de estradas e demandas de cada região, além de capacitação dos motoristas, reforçam segurança das viagens

Produtores jovens são responsáveis por 21% das decisões no campo

07 outubro 2019
congresso-yami-2019-jovens-tomadas-decisao-agro

A crescente participação dos produtores jovens nas tomadas de decisões no campo está trazendo consigo uma série de debates a fim de prepará-los para seus desafios. Nesta semana, o YAMI, sigla em inglês para Movimento Internacional da Juventude do Agro, vai realizar seu primeiro congresso no Brasil a partir desta terça-feira em São Paulo-SP, um evento paralelo ao 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio.

Nesta segunda, 07, o Giro do Boi recebeu em estúdio um dos participantes do Yami, o administrador Guto Quirós, CEO da Quirós Gourmet, presidente do Lide Futuro de Campinas-SP e diretor do comitê de jovens empresários da Fiesp, apontado em 2018 pela Forbes como um dos destaques do empreendedorismo no Brasil abaixo dos 30 anos.

Citando pesquisa divulgada no ano passado pela ABMRA, a Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio, Quirós falou sobre a relevância que os jovens estão ganhando no setor. “21% das decisões tomadas no campo hoje são feitas pelo jovens. E a presença do jovem no campo saiu de 15% para 27%. Então a gente tem esta evolução e a idade média do produtor caiu para 46 anos. Isso mostra que existe uma evolução quando a gente fala de mudança cultural, por isso estou batendo tanto nesta tecla. O que fez os jovens migrarem de volta ao campo ou trabalharem na cidade com algo relacionado ao campo? É a tecnologia”, contextualizou o empreendedor, chamando atenção para a onda das Agtechs, as empresas de tecnologias voltadas ao agronegócio.

A alta procura pelo evento confirma que a nova geração está engajada em sua própria capacitação. As inscrições para o congresso do YAMI já estão esgotadas. “Eu saí do campo para ir fazer Fundação Getúlio Vargas, me formar aqui em São Paulo. Você imagina um cara que sai do campo, vai fazer faculdade fora e depois vai voltar. Quando eu me formei na faculdade, todo mundo falava que eu tinha que ficar em São Paulo para trabalhar em bancos, consultorias, grandes empresas. Para que você vai voltar para o campo? […] Quando vem um movimento deste e te apoia, fala que você não está sozinho, tem muito jovem que se forma nas cidades, volta ao campo, ou que se formam no campo e ficam no campo. Então mais do que informação é estender a mão para um movimento para a gente fomentar desde já”, destacou Quirós.

O congresso está em sua primeira edição e é a primeira ação do Yami no Brasil. “É a primeira árvore que vai gerar frutos. A partir disto vamos gerar novas coisas”, revelou.

Veja a entrevista completa com Guto Quirós pelo vídeo abaixo:

Foto: Reprodução / yamimovement.com.br

VEJA TAMBÉM

Benefício econômico acumulado pelo programa entre os anos de 2013 e 2018 já ultrapassou marca dos R$ 23 milhões

Grupo de novilhas Caracu que marcou 88% Verde no Farol da Qualidade fechou o páreo para a eleição do melhor lote do mês

Em comportamento típico do clima de verão, pancadas de chuva começam a partir do fim de tarde e atingem MT, MS, GO, TO, MG, BA e litoral no RJ e ES

Veículos que se ajustam aos tipos de estradas e demandas de cada região, além de capacitação dos motoristas, reforçam segurança das viagens

Fazenda localizada em Nova Lacerda, no Mato Grosso, foi destaque do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade

Consultor responde qual a maior “planta daninha” do mundo e compara eficácia das roçadas com herbicidas

Em comportamento típico do clima de verão, pancadas de chuva começam a partir do fim de tarde e atingem MT, MS, GO, TO, MG, BA e litoral no RJ e ES

Benefício econômico acumulado pelo programa entre os anos de 2013 e 2018 já ultrapassou marca dos R$ 23 milhões

Com o desafio de otimizar o uso da terra, propriedade em Serra Nova Dourada-MT saiu da cria para a recria-engorda utilizando confinamento com grão inteiro

Veículos que se ajustam aos tipos de estradas e demandas de cada região, além de capacitação dos motoristas, reforçam segurança das viagens

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE