Cursos de inglês no agro ganham força no Brasil

20 março 2019
ingles para o agro

Nesta quarta-feira, 20, o Giro do Boi recebeu no estúdio a professora de inglês, Rízia Prado, para falar de uma tendência que está cada vez mais presente no cotidiano dos profissionais que trabalham no agronegócio brasileiro, a boa comunicação e o entendimento do mundo globalizado com a língua mais falada no mundo. A busca por informações e por conhecimento tem sido mais exigidos do produtor rural. São conexões digitais, palestras, reuniões, dias de campo e necessidade de interpretações simultâneas que fizeram com que a professora criasse uma empresa com métodos capazes de, em apenas seis meses, fazer com que a pessoa consiga interpretar o agro na língua inglesa.

Em dois anos, já foram formados no Brasil mais de mil pessoas, agora mais ambientadas ao segmento do agronegócio global. Formada pela Universidade de Oxford, NY – EUA, Rízia também explicou que, para o caso do pecuarista, existem aulas que o ajuda a conhecer melhor os métodos de manejo de pastagens mais utilizados no mundo. Os cursos envolvem simulações, vocabulários e treinamentos auditivos, de leitura, fala e escrita. São destinados para pesquisadores da área, agrônomos, veterinários, zootecnistas, agropecuaristas e para o público em geral.         

Confira, abaixo, os detalhes do método de ensino na entrevista da professora:

 

Mais informações sobre o curso acesse: greengoingles.com.br

VEJA TAMBÉM

4 atitudes para você ser um líder exemplar para a equipe de sua fazenda

“100% dos problemas são resolvidos através da liderança. A fazenda é sempre reflexo de seu líder imediato”, afirmou consultor no quadro Dicas do Chaker

Veja o resultado da votação para os melhores lotes do início de maio

Grupos de animais meio-sangue e Nelore foram os mais votados nas primeiras semanas do mês e se classificaram para votação a ser realizada ao fim de maio

Veja como é feita uma das mais complexas operações de logística de gado magro do Brasil

Mega Leilão, realizado no MT, comercializou quase 20 mil animais em uma de suas etapas de 2019; entenda os desafios do transporte boiadeiro para o evento

Inmet prevê chuva forte e granizo para SP, Triângulo Mineiro e parte de Goiás

Instabilidade vinda do Oceano Atlântico reflete em precipitações ao longo do litoral do Sudeste até a Bahia; chuvas chegarão também ao Brasil Central durante o fim de semana

Cursos de inglês no agro ganham força no Brasil

20 março 2019
ingles para o agro

Nesta quarta-feira, 20, o Giro do Boi recebeu no estúdio a professora de inglês, Rízia Prado, para falar de uma tendência que está cada vez mais presente no cotidiano dos profissionais que trabalham no agronegócio brasileiro, a boa comunicação e o entendimento do mundo globalizado com a língua mais falada no mundo. A busca por informações e por conhecimento tem sido mais exigidos do produtor rural. São conexões digitais, palestras, reuniões, dias de campo e necessidade de interpretações simultâneas que fizeram com que a professora criasse uma empresa com métodos capazes de, em apenas seis meses, fazer com que a pessoa consiga interpretar o agro na língua inglesa.

Em dois anos, já foram formados no Brasil mais de mil pessoas, agora mais ambientadas ao segmento do agronegócio global. Formada pela Universidade de Oxford, NY – EUA, Rízia também explicou que, para o caso do pecuarista, existem aulas que o ajuda a conhecer melhor os métodos de manejo de pastagens mais utilizados no mundo. Os cursos envolvem simulações, vocabulários e treinamentos auditivos, de leitura, fala e escrita. São destinados para pesquisadores da área, agrônomos, veterinários, zootecnistas, agropecuaristas e para o público em geral.         

Confira, abaixo, os detalhes do método de ensino na entrevista da professora:

 

Mais informações sobre o curso acesse: greengoingles.com.br

VEJA TAMBÉM

“100% dos problemas são resolvidos através da liderança. A fazenda é sempre reflexo de seu líder imediato”, afirmou consultor no quadro Dicas do Chaker

Grupos de animais meio-sangue e Nelore foram os mais votados nas primeiras semanas do mês e se classificaram para votação a ser realizada ao fim de maio

Mega Leilão, realizado no MT, comercializou quase 20 mil animais em uma de suas etapas de 2019; entenda os desafios do transporte boiadeiro para o evento

Instabilidade vinda do Oceano Atlântico reflete em precipitações ao longo do litoral do Sudeste até a Bahia; chuvas chegarão também ao Brasil Central durante o fim de semana

Na Fazenda Conforto, em Nova Crixás-GO, propriedade do empresário Xandy Negrão, o sucesso da terminação em cocho começa a ser construído nos chamados setores de recria intensificada; entenda

Na série Embrapa em Ação, pesquisador apresenta régua de manejo de pastagem e como identificar alturas certas de entrada e saída do gado no piquete

Mega Leilão, realizado no MT, comercializou quase 20 mil animais em uma de suas etapas de 2019; entenda os desafios do transporte boiadeiro para o evento

Consultor jurídico dá dicas para proprietário não sofrer punições de órgãos ambientais responsáveis e explica o PRA, Programa de Regularização Ambiental

Na Fazenda Conforto, em Nova Crixás-GO, propriedade do empresário Xandy Negrão, o sucesso da terminação em cocho começa a ser construído nos chamados setores de recria intensificada; entenda

Fazendas em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE