Frente fria traz chuvas para o Sul, enquanto tempo segue seco e quente no Brasil Central

09 agosto 2019
frente-fria-regiao-sul-tempo-seco-quente-brasil-central-agosto-2019-inmet

Nova frente fria chega ao Sul do Brasil nesta semana, desta vez trazendo chuva intensa para Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Além da queda de temperatura e volumes acima dos 50 mm, os temporais serão acompanhados por ventos fortes, que podem chegar aos 80 km/h entre no Pampa, região de divisa do RS com Uruguai, se deslocando depois para o leste e o norte do estado rumo a Santa Catarina e perdendo força no caminho até o Paraná.

Segundo o meteorologista Marcelo Schneider, coordenador regional do Inmet, o Instituto Nacional de Meteorologia, vinculado ao Mapa, as mudanças serão sentidas em áreas dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, mas não são esperadas chuvas, somente queda da temperatura.

O Brasil Central, compreendendo estados do Mato Grosso, Goiás e norte do MS, e o Matopiba, seguem sem previsão de águas, com temperaturas altas e umidade baixa. Em certos locais do Mato Grosso, os termômetros devem marcar 35º C e umidade relativa do ar abaixo de 20%, uma condição similar à da divisa de Goiás com Mato Grosso do Sul. Diferente do que acontece no Recôncavo Baiano, que deve ter chuvas acima dos 50 mm.

Veja a previsão completa para o fim desta semana e o início da semana seguinte pelo vídeo abaixo:

Mais informações da previsão do tempo podem ser obtidas pelo portal do Inmet, em www.inmet.gov.br.

 

VEJA TAMBÉM

SP e MG devem ter chuvas acima dos 100 mm nos próximos dias

Precipitações podem passar dos 200 mm em pontos localizados de Minas; pancadas devem se estender também para GO, TO, Matopiba, oeste da BA e leste do MT

Treinamentos de motoristas garantem bem-estar no transporte de gado

Além do conforto dos animais, capacitações mensais abordam também medidas de segurança na condução dos veículos ao longo do trajeto

Confira os lotes em destaque do dia 24 de janeiro de 2020

Lotes de propriedades em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Qual é o grande desafio estrutural da pecuária nos próximos anos?

Consultor destaca que para ganhar competitividade frente às proteínas concorrentes, pecuária de corte precisa de integração e salto da eficiência

Frente fria traz chuvas para o Sul, enquanto tempo segue seco e quente no Brasil Central

09 agosto 2019
frente-fria-regiao-sul-tempo-seco-quente-brasil-central-agosto-2019-inmet

Nova frente fria chega ao Sul do Brasil nesta semana, desta vez trazendo chuva intensa para Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Além da queda de temperatura e volumes acima dos 50 mm, os temporais serão acompanhados por ventos fortes, que podem chegar aos 80 km/h entre no Pampa, região de divisa do RS com Uruguai, se deslocando depois para o leste e o norte do estado rumo a Santa Catarina e perdendo força no caminho até o Paraná.

Segundo o meteorologista Marcelo Schneider, coordenador regional do Inmet, o Instituto Nacional de Meteorologia, vinculado ao Mapa, as mudanças serão sentidas em áreas dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, mas não são esperadas chuvas, somente queda da temperatura.

O Brasil Central, compreendendo estados do Mato Grosso, Goiás e norte do MS, e o Matopiba, seguem sem previsão de águas, com temperaturas altas e umidade baixa. Em certos locais do Mato Grosso, os termômetros devem marcar 35º C e umidade relativa do ar abaixo de 20%, uma condição similar à da divisa de Goiás com Mato Grosso do Sul. Diferente do que acontece no Recôncavo Baiano, que deve ter chuvas acima dos 50 mm.

Veja a previsão completa para o fim desta semana e o início da semana seguinte pelo vídeo abaixo:

Mais informações da previsão do tempo podem ser obtidas pelo portal do Inmet, em www.inmet.gov.br.

 

VEJA TAMBÉM

Precipitações podem passar dos 200 mm em pontos localizados de Minas; pancadas devem se estender também para GO, TO, Matopiba, oeste da BA e leste do MT

Além do conforto dos animais, capacitações mensais abordam também medidas de segurança na condução dos veículos ao longo do trajeto

Lotes de propriedades em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Consultor destaca que para ganhar competitividade frente às proteínas concorrentes, pecuária de corte precisa de integração e salto da eficiência

Sujeira e até pH inadequado interferem na eficácia do defensivo usado no controle de plantas daninhas nas pastagens

Lotes de propriedades em Minas Gerais, Pará, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Precipitações podem passar dos 200 mm em pontos localizados de Minas; pancadas devem se estender também para GO, TO, Matopiba, oeste da BA e leste do MT

Sujeira e até pH inadequado interferem na eficácia do defensivo usado no controle de plantas daninhas nas pastagens

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Envie sua pergunta sobre cruzamento industrial de gado de corte para receber as dicas no novo quadro ‘Zadra Responde’

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE