#GDB5anos: profissionais relembram história do mercado de boi a termo no Brasil

13 maio 2019
FOTO REDIMENSIONADA 03

Foi em 2004 que a inovação chegou ao Brasil. Com a possibilidade de saber o preço do boi gordo no mercado futuro, o pecuarista ganhou segurança na liquidez de seu produto, diminuindo os riscos de seu negócio por meio do boi a termo. Este foi um dos assuntos em foco no Giro do Boi especial 5 anos, uma história contada a quatro mãos entre o diretor de novos canais de originação da Friboi, Leandro Testa, e o consultor Ivan Wedekin, engenheiro agrônomo esalqueano, autor do livro “Economia da Pecuária de Corte – Fundamentos e o ciclo de preços”, ex-diretor da BM&F/Bovespa.

“Começou em 2004. A gente já via esse movimento, existia em outras commodities como o milho e a soja, e a JBS deu o primeiro passo em trazer esta realidade para a pecuária, ou seja, o produtor olhar o preço futuro, fazer conta, o head, como a gente fala, se posicionando lá na frente com o custo de produção. […] Tem essa possibilidade de diminuir o risco e garantir preço lá na frente”, contou Testa.

“Tem o boi a termo, tem o mercado futuro. E um dos trabalhos que mais me deu prazer em fazer na bolsa foi o lançamento do atual contrato futuro de opções de milho, que é um contrato que ganhou muita liquidez e permite, portanto para o pecuarista, para o confinador travar o preço do boi e o custo de produção através do milho”, completou Wedekin.

Ainda no mesmo bloco, a pecuarista e diretora da Sociedade Rural Brasileira, Teka Vendramini, deu seu depoimento sobre o aniversário de 5 anos do programa. “A gente anda por um Brasilzão que quase não tem informação, então chegando uma boa informação, chegar com o Giro do Boi, um programa que mostra as boas práticas, é uma inspiração para este produtor”.

Confira a íntegra no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Conheça os primeiros lotes classificados para a disputa de melhor de julho

Lotes de novilhas – Nelore e meio-sangue Angus – vieram de fazendas localizadas no estado de São Paulo, das cidades de Oriente e Marília

Formação correta de lotes para embarque é saudável para o animal e para o bolso do pecuarista

Não misturar categorias e homogeneizar o peso dos bovinos a serem transportados respeita o bem-estar e reduz o custo do pecuarista com o frete

Confira as fazendas em destaque do dia 19 de julho de 2019

Fazendas localizadas em São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

8 passos para inserir sua fazenda na Lista Trace

Em todo o Brasil são cerca de 1.700 propriedades rurais habilitadas a exportar carne bovina para a União Europeia, reunindo um rebanho total de aproximadamente 4,5 milhões de cabeças

#GDB5anos: profissionais relembram história do mercado de boi a termo no Brasil

13 maio 2019
FOTO REDIMENSIONADA 03

Foi em 2004 que a inovação chegou ao Brasil. Com a possibilidade de saber o preço do boi gordo no mercado futuro, o pecuarista ganhou segurança na liquidez de seu produto, diminuindo os riscos de seu negócio por meio do boi a termo. Este foi um dos assuntos em foco no Giro do Boi especial 5 anos, uma história contada a quatro mãos entre o diretor de novos canais de originação da Friboi, Leandro Testa, e o consultor Ivan Wedekin, engenheiro agrônomo esalqueano, autor do livro “Economia da Pecuária de Corte – Fundamentos e o ciclo de preços”, ex-diretor da BM&F/Bovespa.

“Começou em 2004. A gente já via esse movimento, existia em outras commodities como o milho e a soja, e a JBS deu o primeiro passo em trazer esta realidade para a pecuária, ou seja, o produtor olhar o preço futuro, fazer conta, o head, como a gente fala, se posicionando lá na frente com o custo de produção. […] Tem essa possibilidade de diminuir o risco e garantir preço lá na frente”, contou Testa.

“Tem o boi a termo, tem o mercado futuro. E um dos trabalhos que mais me deu prazer em fazer na bolsa foi o lançamento do atual contrato futuro de opções de milho, que é um contrato que ganhou muita liquidez e permite, portanto para o pecuarista, para o confinador travar o preço do boi e o custo de produção através do milho”, completou Wedekin.

Ainda no mesmo bloco, a pecuarista e diretora da Sociedade Rural Brasileira, Teka Vendramini, deu seu depoimento sobre o aniversário de 5 anos do programa. “A gente anda por um Brasilzão que quase não tem informação, então chegando uma boa informação, chegar com o Giro do Boi, um programa que mostra as boas práticas, é uma inspiração para este produtor”.

Confira a íntegra no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Lotes de novilhas – Nelore e meio-sangue Angus – vieram de fazendas localizadas no estado de São Paulo, das cidades de Oriente e Marília

Não misturar categorias e homogeneizar o peso dos bovinos a serem transportados respeita o bem-estar e reduz o custo do pecuarista com o frete

Fazendas localizadas em São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Em todo o Brasil são cerca de 1.700 propriedades rurais habilitadas a exportar carne bovina para a União Europeia, reunindo um rebanho total de aproximadamente 4,5 milhões de cabeças

Especialista recomenda o uso de tecnologias de controle no início das águas para reduzir custo com produtos e também para aumentar produtividade das pastagens o quanto antes

Disponibilidade de ingredientes enriquece a ração fornecida aos animais em cocho, que ganham, em média, 1,6 kg por dia

Não misturar categorias e homogeneizar o peso dos bovinos a serem transportados respeita o bem-estar e reduz o custo do pecuarista com o frete

Lotes de novilhas – Nelore e meio-sangue Angus – vieram de fazendas localizadas no estado de São Paulo, das cidades de Oriente e Marília

Especialista recomenda o uso de tecnologias de controle no início das águas para reduzir custo com produtos e também para aumentar produtividade das pastagens o quanto antes

Fazendas localizadas em São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE