Giro Inspiração: fé não se resume a acreditar, mas também em fazer acontecer

15 agosto 2019
giro-inspiracao-cura-bichodomatice-fe

Como curar a “bichodomatice”, a condição que atinge profissionais que não têm confiança o suficiente em seu potencial? No quadro Giro Inspiração exibido nesta quinta, dia 15, a consultora Helda Elaine, especialista em comportamento e desenvolvimento humano e autora do livro “O ser humano 10D – O futuro é de quem faz algo a mais”, falou sobre como a “bichodomatice” pode ser superada por meio da fé.

Segundo a especialista, fé não diz respeito somente à religião, mas também tem relação com a crença na própria capacidade. Por isso, ter fé não se resume a acreditar, mas deve vir acompanhada de ação.

“A fé é uma grande aliada e justifica a perseverança, sem ela tudo fica mais difícil, quase inalcançável. O homem e a mulher do campo são pessoas naturalmente de fé, lançam as sementes e acreditam que a colheita será farta, selecionam o plantel e acreditam que obterão as melhores crias, mas não basta somente acreditar. É preciso preparar o solo, investir em boa genética, investir em nutrientes e realizar o manejo correto. E também, é claro, investir em gente”, explicou a palestrante.

Veja o quadro Giro Inspiração exibido nesta quinta clicando no player abaixo:

VEJA TAMBÉM

Calor e tempo seco predominam sobre o Brasil Central nos próximos dias

Região já está há praticamente três meses sem chuvas; no Sul, chegada de frente fria traz geadas para o RS, SC e divisa do PR com SP

Vencedores da maior etapa do Circuito Nelore de Qualidade em 2019 são revelados

Etapa de Barra do Garças-MT, a 11ª do ano da série de abates da ACNB, reuniu 1.380 cabeças no feito no último dia 16

Três dicas para ganhar dinheiro com confinamento de gado de corte

Pesquisador da Embrapa afirma que pecuarista deve fugir das “receitas de bolo” para não perder oportunidades de buscar ingredientes alternativos no mercado

Novilhas recebem bônus superior a R$ 20 por arroba pela qualidade

Fêmeas cruzadas foram abatidas no Protocolo 1953 com peso médio de 15,8@ e marcaram 100% Verde no Farol da Qualidade

Giro Inspiração: fé não se resume a acreditar, mas também em fazer acontecer

15 agosto 2019
giro-inspiracao-cura-bichodomatice-fe

Como curar a “bichodomatice”, a condição que atinge profissionais que não têm confiança o suficiente em seu potencial? No quadro Giro Inspiração exibido nesta quinta, dia 15, a consultora Helda Elaine, especialista em comportamento e desenvolvimento humano e autora do livro “O ser humano 10D – O futuro é de quem faz algo a mais”, falou sobre como a “bichodomatice” pode ser superada por meio da fé.

Segundo a especialista, fé não diz respeito somente à religião, mas também tem relação com a crença na própria capacidade. Por isso, ter fé não se resume a acreditar, mas deve vir acompanhada de ação.

“A fé é uma grande aliada e justifica a perseverança, sem ela tudo fica mais difícil, quase inalcançável. O homem e a mulher do campo são pessoas naturalmente de fé, lançam as sementes e acreditam que a colheita será farta, selecionam o plantel e acreditam que obterão as melhores crias, mas não basta somente acreditar. É preciso preparar o solo, investir em boa genética, investir em nutrientes e realizar o manejo correto. E também, é claro, investir em gente”, explicou a palestrante.

Veja o quadro Giro Inspiração exibido nesta quinta clicando no player abaixo:

VEJA TAMBÉM

Região já está há praticamente três meses sem chuvas; no Sul, chegada de frente fria traz geadas para o RS, SC e divisa do PR com SP

Etapa de Barra do Garças-MT, a 11ª do ano da série de abates da ACNB, reuniu 1.380 cabeças no feito no último dia 16

Pesquisador da Embrapa afirma que pecuarista deve fugir das “receitas de bolo” para não perder oportunidades de buscar ingredientes alternativos no mercado

Fêmeas cruzadas foram abatidas no Protocolo 1953 com peso médio de 15,8@ e marcaram 100% Verde no Farol da Qualidade

Segundo zootecnista Antônio Chaker, o potencial de retorno financeiro da cria é de 35%; veja passo a passo para reverter o quadro

Fazendas localizadas em Tocantins, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Etapa de Barra do Garças-MT, a 11ª do ano da série de abates da ACNB, reuniu 1.380 cabeças no feito no último dia 16

Segundo zootecnista Antônio Chaker, o potencial de retorno financeiro da cria é de 35%; veja passo a passo para reverter o quadro

Fêmeas cruzadas foram abatidas no Protocolo 1953 com peso médio de 15,8@ e marcaram 100% Verde no Farol da Qualidade

Grupo de novilhas meio-sangue Angus de propriedade em Botucatu-SP marcou 100% Verde no Farol da Qualidade e segue para disputa de melhor do mês

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE