Pecuarista faz convite para ‘corrente do bem’ em prol do Hospital de Amor

07 dezembro 2018
thiago-faria-murian-o-agro-contra-o-cancer

Você, pecuarista, já aderiu à corrente do bem em prol do Hospital de Amor, o antigo Hospital do Câncer de Barretos? O agronegócio é responsável por cerca de 70% das doações feitas à entidade, que precisa mensalmente de ao menos R$ 22 milhões para fechar com as contas no azul. O custo mensal para tratar 170 mil pacientes todos os anos é de cerca de R$ 37 mi, enquanto o repasse do SUS gira em torno de R$ 15 mi.

Daí a importância de os pecuaristas aderirem à campanha O Agro Contra o Câncer, conforme reforçou hoje, 07, ao quadro Giro do Dia, o pecuarista Thiago Faria Muriano, proprietário da Fazenda Vista Verde no Vale do Paraíba, na cidade de Guaratinguetá-SP. “É uma causa muito justa. Um pouquinho para a gente é muito para quem está precisando no momento. Independente de ser pecuarista, empresário, agricultor, um pouquinho de cada um pode fazer um país, um mundo melhor”, afirmou.

+ Clique aqui e saiba como fazer a adesão à campanha O Agro Contra o Câncer

Quem também passou um recado importante para pecuaristas de Rondônia que estão procurando reposição foi o diretor voluntário do Hospital de Amor, Rubikinho Carvalho. Os produtores podem, ao mesmo tempo, comprar os animais e fazer sua doação à instituição. Isto porque no próximo dia 09/12, domingo, às 12h, acontecerá em o leilão especial de fim de ano da Leiloraça promovido por Sidney Farina. O remate é parceiro do hospital e compradores e vendedores podem fazer a doação de R$ 1 por cabeça comercializada.

Veja o convite de Rubikinho Carvalho e o depoimento de Thiago Faria Muriano na íntegra pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Trabalho integrado ameniza dificuldades com embarque do gado gordo entre Juara e Juína

Embora as chuvas prejudiquem as condições das estradas de terra, união de esforços entres unidades da indústria diminui problemas com o transporte

Áreas de instabilidade levam chuva para fronteira do RS com SC no fim de semana

Previsão é que precipitações se desloquem nos próximos dias para o Norte de SP e MG, chegando ao Semiárido e Centro-Oeste

Seis cadastros obrigatórios para o produtor rural garantir sua segurança jurídica

Gestão de cadastros de propriedades rurais evita problemas em situações como transações imobiliárias, bancárias, ambientais e também possíveis sanções de órgãos do governo

Já saiu o resultado da votação para o melhor lote de janeiro; conheça o vencedor

Lote de novilhas meio-sangue para o Protocolo 1953 pesou 18,4@ por animal em média e marcou 100% Verde no Farol da Qualidade

Pecuarista faz convite para ‘corrente do bem’ em prol do Hospital de Amor

07 dezembro 2018
thiago-faria-murian-o-agro-contra-o-cancer

Você, pecuarista, já aderiu à corrente do bem em prol do Hospital de Amor, o antigo Hospital do Câncer de Barretos? O agronegócio é responsável por cerca de 70% das doações feitas à entidade, que precisa mensalmente de ao menos R$ 22 milhões para fechar com as contas no azul. O custo mensal para tratar 170 mil pacientes todos os anos é de cerca de R$ 37 mi, enquanto o repasse do SUS gira em torno de R$ 15 mi.

Daí a importância de os pecuaristas aderirem à campanha O Agro Contra o Câncer, conforme reforçou hoje, 07, ao quadro Giro do Dia, o pecuarista Thiago Faria Muriano, proprietário da Fazenda Vista Verde no Vale do Paraíba, na cidade de Guaratinguetá-SP. “É uma causa muito justa. Um pouquinho para a gente é muito para quem está precisando no momento. Independente de ser pecuarista, empresário, agricultor, um pouquinho de cada um pode fazer um país, um mundo melhor”, afirmou.

+ Clique aqui e saiba como fazer a adesão à campanha O Agro Contra o Câncer

Quem também passou um recado importante para pecuaristas de Rondônia que estão procurando reposição foi o diretor voluntário do Hospital de Amor, Rubikinho Carvalho. Os produtores podem, ao mesmo tempo, comprar os animais e fazer sua doação à instituição. Isto porque no próximo dia 09/12, domingo, às 12h, acontecerá em o leilão especial de fim de ano da Leiloraça promovido por Sidney Farina. O remate é parceiro do hospital e compradores e vendedores podem fazer a doação de R$ 1 por cabeça comercializada.

Veja o convite de Rubikinho Carvalho e o depoimento de Thiago Faria Muriano na íntegra pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Embora as chuvas prejudiquem as condições das estradas de terra, união de esforços entres unidades da indústria diminui problemas com o transporte

Previsão é que precipitações se desloquem nos próximos dias para o Norte de SP e MG, chegando ao Semiárido e Centro-Oeste

Gestão de cadastros de propriedades rurais evita problemas em situações como transações imobiliárias, bancárias, ambientais e também possíveis sanções de órgãos do governo

Lote de novilhas meio-sangue para o Protocolo 1953 pesou 18,4@ por animal em média e marcou 100% Verde no Farol da Qualidade

Fazendas nos estados de Rondônia e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Teste foi feito em área com lotação média de 10 UA/ha ao longo de dois anos; conclusão é de que não há interferência na fertilidade do solo que prejudique a produção de grãos

Previsão é que precipitações se desloquem nos próximos dias para o Norte de SP e MG, chegando ao Semiárido e Centro-Oeste

Embora as chuvas prejudiquem as condições das estradas de terra, união de esforços entres unidades da indústria diminui problemas com o transporte

Lote de novilhas meio-sangue para o Protocolo 1953 pesou 18,4@ por animal em média e marcou 100% Verde no Farol da Qualidade

Pecuarista deve fazer download do Termo de Adesão e entregar assinado aos compradores de gado das unidades da indústria; veja como tirar suas dúvidas sobre o processo

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE