Que cuidados devo ter com a água da mistura do herbicida?

23 janeiro 2020
sucesso-pecuaria-regioes-secas-planejamento-aguas-aplicacao-herbicidas

Como deve ser a qualidade da água a ser usada na mistura junto ao herbicida para aplicação nas pastagens? A eficácia do produto pode ficar comprometida caso o pecuarista não preste atenção neste detalhe. A dúvida sobre este manejo foi enviada ao Giro do Boi pelo pecuarista Roger de Paula Ribeiro, do Sítio Recanto do Filezão, que fica no município de Vera, no Mato Grosso.

Quem esclareceu a questão foi o engenheiro agrônomo, pós-graduado em pastagens pela Esalq-USP e consultor do Circuito da Pecuária Wagner Pires, autor do livro “Pastagem Sustentável de A a Z”.

“Chega na hora de ele pegar água na fazenda dele, a água dele não é a adequada e aí dá problema. Então vamos entender um pouquinho a respeito de água para a gente usar na aplicação do herbicida”, convidou o especialista.

“Primeiro, a água tem que ser limpa! Não pode ser água barrenta. A água barrenta tem terra, a terra tem argila e a argila imobiliza algumas partículas do herbicida. E aí a qualidade da aplicação vai cair. Então não vamos trabalhar com água suja, podemos ter também entupimento de bico e isso também pode gerar problema. O ideal é procurar pegar água limpa de um local sem terra e sem material orgânico”, explicou Pires.

“Outro ponto: – o pH da água. A água tem que ser ácida para que eu tenha um bom resultado no herbicida, então não custa a gente olhar estes detalhes da água para a gente ter um bom resultado. […] ‘Ah, mas eu não sei medir o pH da água, eu não sei o resultado’. Aí vem a importância de, na hora de você comprar o herbicida, pedir a visita do técnico do distribuidor”, recomendou.

12 etapas para você se tornar um craque do manejo de pastagens

O produtor também perguntou sobre o prazo de carência para voltar a boiada para o piquete em que o herbicida foi usado para o controle de plantas daninhas. Veja as respostas completas pelo vídeo abaixo:

 

VEJA TAMBÉM

Conheça o novo app de transmissões do Canal Rural

Aplicativo Lance Rural permite ao usuário utilizar outras funções do celular enquanto acompanha eventos como leilões, palestras, dias de campo e julgamentos, além da tv ao vivo

Qual a diferença de trato do boi meio-sangue Angus para o Brangus ⅝?

Zootecnista Alexandre Zadra explicou que quanto maior o grau de sangue europeu, mais exigente é o animal em relação à nutrição

Chove no Nordeste no fim de semana; no Sul, temporais ocorrem a partir de 2ª

CE, RN, PI e MA deverão ver chuvas com certa intensidade a partir desta 6ª; no Sudeste, precipitações podem causar transtornos no sábado

Conheça os “anjos das estrada de terra” do MT

Produtores criaram associação para socorrer veículos atolados na Estrada do Matão, que liga Pontes e Lacerda-MT à Bolívia

Que cuidados devo ter com a água da mistura do herbicida?

23 janeiro 2020
sucesso-pecuaria-regioes-secas-planejamento-aguas-aplicacao-herbicidas

Como deve ser a qualidade da água a ser usada na mistura junto ao herbicida para aplicação nas pastagens? A eficácia do produto pode ficar comprometida caso o pecuarista não preste atenção neste detalhe. A dúvida sobre este manejo foi enviada ao Giro do Boi pelo pecuarista Roger de Paula Ribeiro, do Sítio Recanto do Filezão, que fica no município de Vera, no Mato Grosso.

Quem esclareceu a questão foi o engenheiro agrônomo, pós-graduado em pastagens pela Esalq-USP e consultor do Circuito da Pecuária Wagner Pires, autor do livro “Pastagem Sustentável de A a Z”.

“Chega na hora de ele pegar água na fazenda dele, a água dele não é a adequada e aí dá problema. Então vamos entender um pouquinho a respeito de água para a gente usar na aplicação do herbicida”, convidou o especialista.

“Primeiro, a água tem que ser limpa! Não pode ser água barrenta. A água barrenta tem terra, a terra tem argila e a argila imobiliza algumas partículas do herbicida. E aí a qualidade da aplicação vai cair. Então não vamos trabalhar com água suja, podemos ter também entupimento de bico e isso também pode gerar problema. O ideal é procurar pegar água limpa de um local sem terra e sem material orgânico”, explicou Pires.

“Outro ponto: – o pH da água. A água tem que ser ácida para que eu tenha um bom resultado no herbicida, então não custa a gente olhar estes detalhes da água para a gente ter um bom resultado. […] ‘Ah, mas eu não sei medir o pH da água, eu não sei o resultado’. Aí vem a importância de, na hora de você comprar o herbicida, pedir a visita do técnico do distribuidor”, recomendou.

12 etapas para você se tornar um craque do manejo de pastagens

O produtor também perguntou sobre o prazo de carência para voltar a boiada para o piquete em que o herbicida foi usado para o controle de plantas daninhas. Veja as respostas completas pelo vídeo abaixo:

 

VEJA TAMBÉM

Aplicativo Lance Rural permite ao usuário utilizar outras funções do celular enquanto acompanha eventos como leilões, palestras, dias de campo e julgamentos, além da tv ao vivo

Zootecnista Alexandre Zadra explicou que quanto maior o grau de sangue europeu, mais exigente é o animal em relação à nutrição

CE, RN, PI e MA deverão ver chuvas com certa intensidade a partir desta 6ª; no Sudeste, precipitações podem causar transtornos no sábado

Produtores criaram associação para socorrer veículos atolados na Estrada do Matão, que liga Pontes e Lacerda-MT à Bolívia

Modelos mais básicos de cruzamentos podem reduzir um ano do ciclo do boi, mas pecuarista deve estar organizado para intensificar tanto produção quanto gestão

Como a forrageira é de ciclo curto, pecuarista deve intensificar os tratos; veja ainda como controlar as plantas daninhas murici e capim rabo-de-burro

Zootecnista Alexandre Zadra explicou que quanto maior o grau de sangue europeu, mais exigente é o animal em relação à nutrição

CE, RN, PI e MA deverão ver chuvas com certa intensidade a partir desta 6ª; no Sudeste, precipitações podem causar transtornos no sábado

Produtores criaram associação para socorrer veículos atolados na Estrada do Matão, que liga Pontes e Lacerda-MT à Bolívia

Como a forrageira é de ciclo curto, pecuarista deve intensificar os tratos; veja ainda como controlar as plantas daninhas murici e capim rabo-de-burro

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE