Rally da Pecuária 2018 será o maior da história, revela coordenador do projeto

12 junho 2018
rally-da-pecuaria-2018-agenda

A edição de 2018 do Rally da Pecuária deve ser a maior de sua história. Quem fez a projeção foi o coordenador do projeto realizado agora pela Athenagro Pecuária (divisão de pecuária da Agroconsult), o engenheiro agrônomo Maurício Palma Nogueira. Ao todo, cerca de 150 organizadores estarão in loco com até três mil pecuaristas e mil técnicos do setor e impactarão no ambiente digital até 12 mil produtores e três mil técnicos. Além disto, serão ao menos 18 oficinas previstas e 12 encontros oficiais marcados, totalizando 30 eventos ao longo de sete rotas.

Um dos diferenciais da expedição, segundo o coordenador, é a capacidade para analisar tendências para a pecuária de corte. “Todo ano que passa a gente consegue antecipar movimentos que a gente tem percebido”, explicou Nogueira.

E em 2018, o consultor revelou que a maior expectativa é validar a tendência de retomada da produtividade. “No ano passado nós captamos uma queda de produtividade, que foi reflexo das decisões tomadas em 2016. Eu acredito que esse ano a gente voltar a ver a curva crescendo, o que mostra […] que o pecuarista tomou a decisão correta mesmo num ano complicado, que foi 2017. Isso mostra mais um aprendizado, que deve ser usado em 2018, de novo um ano confuso, com problema. Na hora que você está dentro da fazenda, tem que tomar uma decisão. Pode ser de curto prazo, intuitiva, impulsiva até em muitos casos, ou manter o projeto de longo prazo. Eu acredito que nós vamos conseguir captar esse aprendizado no campo”, disse Maurício ao apresentador Mauro Sérgio Ortega.

Veja também a primeira parte da entrevista de Maurício Nogueira ao Giro do Boi desta terça:
Quais foram os impactos e as lições da greve dos caminhoneiros para o Brasil?

Além dos números maiores para a edição 2018 do Rally da Pecuária, operacionalmente a expedição irá se adaptar conforme o feedback dos produtores em anos anteriores. Entre as equipes haverá um veículo específico para detectar as condições das pastagens e ainda outros dois carros destinado a visitas institucionais, com equipes que buscarão estender as visitas aos pecuaristas.

O pontapé inicial do projeto está agendado para o próximo dia 18, na capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. Veja pelo link abaixo a agenda completa:

+ Rally da Pecuária 2018: agenda de eventos e rotas 

Clique no player abaixo para assistir a entrevista de Maurício Palma Nogueira:

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque do dia 21 de janeiro de 2019

Fazendas nos estados do Pará, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Região norte de MT tem previsão de temporais para o fim de semana

Precipitações no local já atrapalharam o embarque de gado gordo desde a última semana, quando chegaram a 150 mm; saiba como se programar para evitar problemas com o transporte

Escrituração zootécnica: como transformar dados em atitudes na fazenda?

Anotar é importante, mas ainda são poucos os pecuaristas que registram seus indicadores mais importantes. Se você não faz escrituração zootécnica na sua fazenda, veja as dicas de Antônio Chaker

Confira as fazendas em destaque do dia 18 de janeiro de 2019

Fazendas nos estados do Rondônia, São Paulo Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Rally da Pecuária 2018 será o maior da história, revela coordenador do projeto

12 junho 2018
rally-da-pecuaria-2018-agenda

A edição de 2018 do Rally da Pecuária deve ser a maior de sua história. Quem fez a projeção foi o coordenador do projeto realizado agora pela Athenagro Pecuária (divisão de pecuária da Agroconsult), o engenheiro agrônomo Maurício Palma Nogueira. Ao todo, cerca de 150 organizadores estarão in loco com até três mil pecuaristas e mil técnicos do setor e impactarão no ambiente digital até 12 mil produtores e três mil técnicos. Além disto, serão ao menos 18 oficinas previstas e 12 encontros oficiais marcados, totalizando 30 eventos ao longo de sete rotas.

Um dos diferenciais da expedição, segundo o coordenador, é a capacidade para analisar tendências para a pecuária de corte. “Todo ano que passa a gente consegue antecipar movimentos que a gente tem percebido”, explicou Nogueira.

E em 2018, o consultor revelou que a maior expectativa é validar a tendência de retomada da produtividade. “No ano passado nós captamos uma queda de produtividade, que foi reflexo das decisões tomadas em 2016. Eu acredito que esse ano a gente voltar a ver a curva crescendo, o que mostra […] que o pecuarista tomou a decisão correta mesmo num ano complicado, que foi 2017. Isso mostra mais um aprendizado, que deve ser usado em 2018, de novo um ano confuso, com problema. Na hora que você está dentro da fazenda, tem que tomar uma decisão. Pode ser de curto prazo, intuitiva, impulsiva até em muitos casos, ou manter o projeto de longo prazo. Eu acredito que nós vamos conseguir captar esse aprendizado no campo”, disse Maurício ao apresentador Mauro Sérgio Ortega.

Veja também a primeira parte da entrevista de Maurício Nogueira ao Giro do Boi desta terça:
Quais foram os impactos e as lições da greve dos caminhoneiros para o Brasil?

Além dos números maiores para a edição 2018 do Rally da Pecuária, operacionalmente a expedição irá se adaptar conforme o feedback dos produtores em anos anteriores. Entre as equipes haverá um veículo específico para detectar as condições das pastagens e ainda outros dois carros destinado a visitas institucionais, com equipes que buscarão estender as visitas aos pecuaristas.

O pontapé inicial do projeto está agendado para o próximo dia 18, na capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. Veja pelo link abaixo a agenda completa:

+ Rally da Pecuária 2018: agenda de eventos e rotas 

Clique no player abaixo para assistir a entrevista de Maurício Palma Nogueira:

VEJA TAMBÉM

Fazendas nos estados do Pará, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Precipitações no local já atrapalharam o embarque de gado gordo desde a última semana, quando chegaram a 150 mm; saiba como se programar para evitar problemas com o transporte

Anotar é importante, mas ainda são poucos os pecuaristas que registram seus indicadores mais importantes. Se você não faz escrituração zootécnica na sua fazenda, veja as dicas de Antônio Chaker

Fazendas nos estados do Rondônia, São Paulo Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Fêmeas vieram de fazenda no Mato Grosso e alcançaram a marca de 100% Verde no Farol da Qualidade

Consultor relata problemas para produtores que não concluíram seu Cadastro Ambiental Rural e explica ainda a prorrogação da adesão ao Programa de Regularização Ambiental, o PRA

Fazendas nos estados do Pará, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Publicação está em consonância com os manuais de boas práticas de manejo lançados e atualizados pelo Grupo Etco e reúnes as informações mais importantes de cada um dos livretos; faça o download

Pecuarista deve fazer download do Termo de Adesão e entregar assinado aos compradores de gado das unidades da indústria; veja como tirar suas dúvidas sobre o processo

Cartaz traz dicas para a peonada manejar o gado de acordo com as boas práticas; faça o download para impressão e distribua pelas instalações de sua propriedade

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE