Saiba quais os pontos de atenção para o transporte boiadeiro na região de Vilhena-RO

31 janeiro 2020
transporte-boiadeiro-vilhena-ro-chuvas-dificuldades-atoleiros-pontes

No Giro na Estrada desta sexta, 31, o supervisor de transporte da TRP para a unidade Friboi de Vilhena-RO, Rodrigo José, destacou quais são os pontos de maior dificuldade para o transporte boiadeiro naquela região.

O supervisor destacou que embora dezembro tenha sido mais chuvoso, janeiro foi um mês de menos precipitações, mas fez ressalva de que há pontos em que o pecuarista deve estar atento para se comunicar com a indústria caso haja atoleiros, quedas de pontes e outros obstáculos.

“Tivemos alguns problemas na região de Colorado do Oeste, Cabixi com ponte rodando também, e também tem regiões críticas para os lados de Cujubim, Alta Floresta D’Oeste e Alto Paraíso também”, apontou. “A gente preocupa um pouco mais porque é um raio mais longo e tem tido problemas em embarques, com atoleiros, há dificuldade de chegar, então a gente fica mais atento”, confirmou.

“Antes de soltar o carro (caminhão boiadeiro), a gente antecipa a questão de roteiro, se tem alguma dificuldade de acesso, até verificar opção de algum desvio neste sentido para a poder se precaver. Quando a gente sabe que choveu bastante na região crítica, a gente faz este trabalho junto com o pecuarista”, informou.

Veja as imagens e a entrevista completa com Rodrigo José pelo vídeo abaixo:

 

VEJA TAMBÉM

Área de baixa pressão forma canal de umidade que vai do Sudeste até a Amazônia

Minas Gerais deve voltar a sofrer com as chuvas intensas, que podem chegar aos 150 mm a partir desta sexta até o início da próxima semana

Tem dúvidas sobre bem-estar no transporte boiadeiro? Pergunte ao motorista

Programa de capacitação de profissionais da logística do gado leva informações relevantes também aos pecuaristas dentro de sua porteira

Sindicato Rural de Governador Valadares-MG realiza edição do “Café Rural” dia 09/03

Friboi será parceira do evento que começa às 7h da manhã na sede do sindicato, localizado dentro do Parque de Exposições do município do Vale do Rio Doce

Confira os lotes em destaque do dia 28 de fevereiro de 2020

Lotes de propriedade em Minas Gerais e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Saiba quais os pontos de atenção para o transporte boiadeiro na região de Vilhena-RO

31 janeiro 2020
transporte-boiadeiro-vilhena-ro-chuvas-dificuldades-atoleiros-pontes

No Giro na Estrada desta sexta, 31, o supervisor de transporte da TRP para a unidade Friboi de Vilhena-RO, Rodrigo José, destacou quais são os pontos de maior dificuldade para o transporte boiadeiro naquela região.

O supervisor destacou que embora dezembro tenha sido mais chuvoso, janeiro foi um mês de menos precipitações, mas fez ressalva de que há pontos em que o pecuarista deve estar atento para se comunicar com a indústria caso haja atoleiros, quedas de pontes e outros obstáculos.

“Tivemos alguns problemas na região de Colorado do Oeste, Cabixi com ponte rodando também, e também tem regiões críticas para os lados de Cujubim, Alta Floresta D’Oeste e Alto Paraíso também”, apontou. “A gente preocupa um pouco mais porque é um raio mais longo e tem tido problemas em embarques, com atoleiros, há dificuldade de chegar, então a gente fica mais atento”, confirmou.

“Antes de soltar o carro (caminhão boiadeiro), a gente antecipa a questão de roteiro, se tem alguma dificuldade de acesso, até verificar opção de algum desvio neste sentido para a poder se precaver. Quando a gente sabe que choveu bastante na região crítica, a gente faz este trabalho junto com o pecuarista”, informou.

Veja as imagens e a entrevista completa com Rodrigo José pelo vídeo abaixo:

 

VEJA TAMBÉM

Minas Gerais deve voltar a sofrer com as chuvas intensas, que podem chegar aos 150 mm a partir desta sexta até o início da próxima semana

Programa de capacitação de profissionais da logística do gado leva informações relevantes também aos pecuaristas dentro de sua porteira

Friboi será parceira do evento que começa às 7h da manhã na sede do sindicato, localizado dentro do Parque de Exposições do município do Vale do Rio Doce

Lotes de propriedade em Minas Gerais e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Em nova edição do quadro Zadra Responde, zootecnista destaca características dos machos para corte e matrizes F1 que resultam deste cruzamento

Segundo Nabih El-Aouar, produtor é incentivado a melhorar manejo, nutrição e inserção de tecnologias no rebanho, levando ganhos para toda a cadeia produtiva

Agrônomo explica quais as alturas ideais de entrada e saída do pastejo, taxa de lotação nas águas e na seca, efeitos da adubação e potencial de produção de matéria seca

Programa de capacitação de profissionais da logística do gado leva informações relevantes também aos pecuaristas dentro de sua porteira

Segundo Nabih El-Aouar, produtor é incentivado a melhorar manejo, nutrição e inserção de tecnologias no rebanho, levando ganhos para toda a cadeia produtiva

Minas Gerais deve voltar a sofrer com as chuvas intensas, que podem chegar aos 150 mm a partir desta sexta até o início da próxima semana

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE