Saiba qual é o tripé da gestão de uma fazenda de pecuária de corte

28 novembro 2019
tripe-gestao-fazenda-pecuaria-de-corte

Em entrevista concedida ao Giro do Boi desta quinta, 28, o médico veterinário pós-graduado pela Harvard Business School Leonardo Sá, CEO da empresa de consultoria e nutrição para pecuária de corte Prodap, revelou quais são os três pontos cruciais para um início de processo de gestão de uma fazenda.

“Primeiro é a base de números porque sem entender o que está acontecendo, você não consegue melhorar. Ou seja, o sistema de informação e tecnologia vem para poder gerar estes números, para que a tomada de decisão aconteça, para que seja possível estabelecer metas de melhoria e, assim, buscar estas metas. Isto é o primordial, é o alicerce. Segundo acho que é pessoas. Sem pessoas qualificadas, sem time engajado, é impossível a gente chegar no resultado. E aí eu acho que falando sobre pessoas, é claro, tem cultura atrelada. A cultura, eu falo que é o cimento que cola tudo, que vai fazer com que estas pessoas estejam engajadas, motivadas para que a empresa performe e chegue no patamar de resultados diferenciado”, resumiu Sá.

Veja a primeira parte da entrevista com Leonardo Sá pelo link abaixo:
Revolução digital vai transformar patamar de resultado da pecuária, afirma especialista

De acordo com o especialista, o sucesso da fazenda passa mais pela dedicação à gestão do que por características de fertilidade de solo ou de clima favorável da região em que está. “(O sucesso) Não está ligado só à fertilidade de solo, ao clima da propriedade, mas isto está ligado com certeza a fatores de gestão, cultura e como é trabalhada a questão da filosofia do negócio como um todo”, valorizou.

Confira a entrevista com Leonardo de Sá, CEO da Prodap, pelo vídeo abaixo:

 

 

Foto: Reprodução / Prodap

VEJA TAMBÉM

Confira os lotes em destaque do dia 22 de janeiro de 2020

Lotes de propriedades no Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Vaca que sofreu estresse não transmite suas qualidades para a cria

Pecuarista deve entender os detalhes do desempenho da “melhor máquina de colheita de capim que existe”, que muitas vezes ainda sofre com estresse nutricional e térmico

Qual o “pulo do gato” para recuperar a produtividade em solos fracos?

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Que documentos devo ter para minha fazenda estar dentro da lei?

Papéis estão distribuídos entre as esferas possessória, fundiária, ambiental, trabalhista, empresarial e tributária

Saiba qual é o tripé da gestão de uma fazenda de pecuária de corte

28 novembro 2019
tripe-gestao-fazenda-pecuaria-de-corte

Em entrevista concedida ao Giro do Boi desta quinta, 28, o médico veterinário pós-graduado pela Harvard Business School Leonardo Sá, CEO da empresa de consultoria e nutrição para pecuária de corte Prodap, revelou quais são os três pontos cruciais para um início de processo de gestão de uma fazenda.

“Primeiro é a base de números porque sem entender o que está acontecendo, você não consegue melhorar. Ou seja, o sistema de informação e tecnologia vem para poder gerar estes números, para que a tomada de decisão aconteça, para que seja possível estabelecer metas de melhoria e, assim, buscar estas metas. Isto é o primordial, é o alicerce. Segundo acho que é pessoas. Sem pessoas qualificadas, sem time engajado, é impossível a gente chegar no resultado. E aí eu acho que falando sobre pessoas, é claro, tem cultura atrelada. A cultura, eu falo que é o cimento que cola tudo, que vai fazer com que estas pessoas estejam engajadas, motivadas para que a empresa performe e chegue no patamar de resultados diferenciado”, resumiu Sá.

Veja a primeira parte da entrevista com Leonardo Sá pelo link abaixo:
Revolução digital vai transformar patamar de resultado da pecuária, afirma especialista

De acordo com o especialista, o sucesso da fazenda passa mais pela dedicação à gestão do que por características de fertilidade de solo ou de clima favorável da região em que está. “(O sucesso) Não está ligado só à fertilidade de solo, ao clima da propriedade, mas isto está ligado com certeza a fatores de gestão, cultura e como é trabalhada a questão da filosofia do negócio como um todo”, valorizou.

Confira a entrevista com Leonardo de Sá, CEO da Prodap, pelo vídeo abaixo:

 

 

Foto: Reprodução / Prodap

VEJA TAMBÉM

Lotes de propriedades no Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Pecuarista deve entender os detalhes do desempenho da “melhor máquina de colheita de capim que existe”, que muitas vezes ainda sofre com estresse nutricional e térmico

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Papéis estão distribuídos entre as esferas possessória, fundiária, ambiental, trabalhista, empresarial e tributária

Animais foram terminados a pasto com média de peso maior que 20@ e 93% no Farol da Qualidade

Lotes de propriedades em São Paulo, Pará e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Programa de acasalamentos vai avaliar bateria de touros selecionada pelo criador e apontar melhor combinação para corrigir necessidades de cada plantel

Giro do Boi reúne todos os vídeos da série especial Pastagem de A a Z, conduzida pelo consultor Wagner Pires

Envie sua pergunta sobre cruzamento industrial de gado de corte para receber as dicas no novo quadro ‘Zadra Responde’

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE