Volta das chuvas traz alívio para o estado de MG e região do Matopiba

18 outubro 2019
umidade-chuva-meados-outubro-2019-inmet

A novidade do tempo para os próximos dias é o gradual aumento da umidade e o retorno das chuvas na região central do Brasil, reforçou ao Giro do Boi desta sexta, 18, o meteorologista e coordenador regional do Inmet, Marcelo Schneider.

Neste fim de semana, uma frente fria traz pancadas para toda a Região Sul, formando uma área de instabilidade que se desloca para São Paulo e Mato Grosso do Sul. As precipitações chegam também ao Pantanal do MS, sobem até o Mato Grosso, cruzando o estado até a Bacia Amazônica. Segundo Schneider, as localidades dentro do bioma deverão ter chuvas praticamente todos os dias daqui para frente, o que liga o alerta para dificuldades no transporte de gado na região.

Passado o fim de semana, as chuvas se espalham por outros locais. “Esta é a boa notícia. De domingo para segunda-feira, principalmente, volta a ter chuva na maior parte de Minas Gerais, chuva muito bem-vinda. Os volumes podem passar dos 40 a 50 mm em alguns pontos. Goiás também, que vinha bastante calor e tendo só chuvas pontuais, volta a ter acumulados provavelmente até acima dos 40 a 50 mm. E aí até na terça-feira esta chuva vai ficar até mais concentrada ao norte”, resumiu Schneider.

Segundo o meteorologista apontou, o canal de umidade da Amazônia vai se dirigir ainda para Espírito Santo, interior da Bahia e chega ao Matopiba, com volumes menos expressivos de chuva, de até 20 mm, mas que contribuem para melhorar a umidade do solo e do ar.

Veja a previsão completa com os mapas pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Telespectador registra “despertar” da fauna pantaneira após as chuvas sobre a região

Após 23 dias de queimadas que destruíram mais de 170 mil hectares, a chuva voltou a incidir sobre a região e alegrou os animais; pantaneiro registrou sons em vídeo

Confira as fazendas em destaque do dia 11 de novembro de 2019

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Como o confinamento aproxima a pecuária do nível de gestão da agricultura?

Além de acelerar o giro do boi e padronizar carcaças produzindo carne de qualidade superior, pecuarista tem série de benefícios na administração do negócio

Genoma do Nelore aponta características para qualidade de carne

Estudo de genômica conduzido na Embrapa Pecuária Sudeste confirmou que herdabilidade das características torna possível o melhoramento por seleção

Volta das chuvas traz alívio para o estado de MG e região do Matopiba

18 outubro 2019
umidade-chuva-meados-outubro-2019-inmet

A novidade do tempo para os próximos dias é o gradual aumento da umidade e o retorno das chuvas na região central do Brasil, reforçou ao Giro do Boi desta sexta, 18, o meteorologista e coordenador regional do Inmet, Marcelo Schneider.

Neste fim de semana, uma frente fria traz pancadas para toda a Região Sul, formando uma área de instabilidade que se desloca para São Paulo e Mato Grosso do Sul. As precipitações chegam também ao Pantanal do MS, sobem até o Mato Grosso, cruzando o estado até a Bacia Amazônica. Segundo Schneider, as localidades dentro do bioma deverão ter chuvas praticamente todos os dias daqui para frente, o que liga o alerta para dificuldades no transporte de gado na região.

Passado o fim de semana, as chuvas se espalham por outros locais. “Esta é a boa notícia. De domingo para segunda-feira, principalmente, volta a ter chuva na maior parte de Minas Gerais, chuva muito bem-vinda. Os volumes podem passar dos 40 a 50 mm em alguns pontos. Goiás também, que vinha bastante calor e tendo só chuvas pontuais, volta a ter acumulados provavelmente até acima dos 40 a 50 mm. E aí até na terça-feira esta chuva vai ficar até mais concentrada ao norte”, resumiu Schneider.

Segundo o meteorologista apontou, o canal de umidade da Amazônia vai se dirigir ainda para Espírito Santo, interior da Bahia e chega ao Matopiba, com volumes menos expressivos de chuva, de até 20 mm, mas que contribuem para melhorar a umidade do solo e do ar.

Veja a previsão completa com os mapas pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Após 23 dias de queimadas que destruíram mais de 170 mil hectares, a chuva voltou a incidir sobre a região e alegrou os animais; pantaneiro registrou sons em vídeo

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Além de acelerar o giro do boi e padronizar carcaças produzindo carne de qualidade superior, pecuarista tem série de benefícios na administração do negócio

Estudo de genômica conduzido na Embrapa Pecuária Sudeste confirmou que herdabilidade das características torna possível o melhoramento por seleção

Regiões entre MG e BA a fronteira do Matopiba ainda sofrem com estiagem, mas cenário deverá mudar a partia da 2ª quinzena de novembro

Fazendas localizadas em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Conheça e se inspire na trajetória da pecuarista Carmen Perez, responsável pela gestão da Agropecuária Orvalho das Flores, em Barra do Garças-MT

Produtor obtém benefício ao sincronizar transporte do gado magro e do gado gordo entre propriedades distintas. “Pecuária tem que ser tocada como uma empresa”, destacou

Em fazenda de Novo Horizonte d’Oeste-RO, fêmeas precoces já expressam tranquilidade em meio à cura do umbigo e identificação de seus filhos no pasto maternidade

Veterinário lista tudo o que o pecuarista precisa saber sobre maquinário utilizado, montagem de galpões, divisões de piquetes e fatores limitantes para a produtividade do sistema

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE