Aplicação aérea de herbicidas pode cobrir área até 20 vezes maior do que o trator em um dia

07 junho 2018
aplicacao-herbicidas-aeronave-x-trator

No quadro Giro pelo Brasil desta quinta, 7, o médico veterinário Guto Catanante, representante técnico e comercial da Corteva Agriscience, a divisão agrícola Dow Dupont, conversou com o apresentador Mauro Sérgio Ortega sobre a popularização da aplicação aérea de herbicidas para pastagens.

Leia também:
Vai aplicar herbicida no seu pasto? Não comece antes de ver estas duas dicas
Saiba como ajustar a pressão do pulverizador para otimizar a aplicação de defensivos
Saiba como posicionar coletores no pasto para calibrar o avião que pulveriza produtos para pastagem

“Cada dia mais o pecuarista tem se atentado a esta tecnologia de controle químico através de aeronaves. Então nós percebemos que houve um incremento na adesão desta técnica, não só na Região do Bolsão, mas em todo o estado do Mato Grosso do Sul nós temos observado isto”, comemorou o veterinário. Segundo Catanante, no Brasil a aplicação aérea de defensivos é feita desde a década de 1950, mas sua popularização ocorreu dos anos 1990 até os dias atuais, uma vez que os profissionais brasileiros se especializaram e dominaram a técnica e seus detalhes e variáveis.

“O pecuarista vai ganhar principalmente na otimização do tempo dele, porque quando passa uma aeronave e faz um tiro de herbicida, a faixa varia de 15 a 25 metros, a uma velocidade média de 200 km/h. Enquanto no trator a gente uma faixa de 10 a 12 metros no máximo com uma velocidade de 4 a 6 km/h. A otimização do tempo é um ponto chave da aplicação aérea. No trator a gente faz de 20 a 25 hectares por dia. Na aeronave a gente pode fazer de 300 a até 500 hectares no mesmo período”, calculou Catanante.

Durante o quadro, o representante ainda comentou o lançamento da mais recente edição do Informativo Pasto Livre, publicação feita em parceria entre a Corteva Agriscience e a Scot Consultoria, disponível para download no link abaixo:

+ Informativo Pasto Livre – Abril e Maio/2018

Veja a participação completa de Guto Catanante, com dicas para a correta aplicação aérea de herbicidas para pastagens, pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque desta quinta-feira, 19 de setembro

São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rondônia foram os estados que apresentaram os bois de qualidade na manhã desta quinta-feira, 19.

Pecuarista mineiro produz 28 @/ha/ano e quer dobrar produtividade

Um exemplo vindo de uma família de pecuaristas de Minas Gerais, região do pontal do triângulo mineiro, prova que a produção de carne pode ser até mais rentável e segura que a agricultura. Enquanto que a média brasileira de produtividade na pecuária gira em torno de 4@/ha/ano, o jovem engenheiro agrônomo, quinta geração de pecuaristas,...

MS continua sendo destaque no Programa Nelore Natural

A ACNB comemora o melhor ano do programa em mais de 20 de existência. Foi o que destacou no Giro do Boi desta quarta-feira, 19, o gerente regional de Originação – Leste MS, Sérgio Gonçalves. Segundo ele, o estado continua se mantendo na liderança do Circuito Nelore de Qualidade e no Protocolo Nelore Natural, por...

Confinamento de Lucas do Rio Verde, MT, fomenta o “boi das águas”

No Giro pelos Confinamentos desta quarta-feira, 19, o gerente do Confinamento JBS de Lucas do Rio Verde, MT, Helder Pureza, trouxe uma excelente notícia para os confinadores do estado que firmaram parceria no último giro de cocho de 2019.

Aplicação aérea de herbicidas pode cobrir área até 20 vezes maior do que o trator em um dia

07 junho 2018
aplicacao-herbicidas-aeronave-x-trator

No quadro Giro pelo Brasil desta quinta, 7, o médico veterinário Guto Catanante, representante técnico e comercial da Corteva Agriscience, a divisão agrícola Dow Dupont, conversou com o apresentador Mauro Sérgio Ortega sobre a popularização da aplicação aérea de herbicidas para pastagens.

Leia também:
Vai aplicar herbicida no seu pasto? Não comece antes de ver estas duas dicas
Saiba como ajustar a pressão do pulverizador para otimizar a aplicação de defensivos
Saiba como posicionar coletores no pasto para calibrar o avião que pulveriza produtos para pastagem

“Cada dia mais o pecuarista tem se atentado a esta tecnologia de controle químico através de aeronaves. Então nós percebemos que houve um incremento na adesão desta técnica, não só na Região do Bolsão, mas em todo o estado do Mato Grosso do Sul nós temos observado isto”, comemorou o veterinário. Segundo Catanante, no Brasil a aplicação aérea de defensivos é feita desde a década de 1950, mas sua popularização ocorreu dos anos 1990 até os dias atuais, uma vez que os profissionais brasileiros se especializaram e dominaram a técnica e seus detalhes e variáveis.

“O pecuarista vai ganhar principalmente na otimização do tempo dele, porque quando passa uma aeronave e faz um tiro de herbicida, a faixa varia de 15 a 25 metros, a uma velocidade média de 200 km/h. Enquanto no trator a gente uma faixa de 10 a 12 metros no máximo com uma velocidade de 4 a 6 km/h. A otimização do tempo é um ponto chave da aplicação aérea. No trator a gente faz de 20 a 25 hectares por dia. Na aeronave a gente pode fazer de 300 a até 500 hectares no mesmo período”, calculou Catanante.

Durante o quadro, o representante ainda comentou o lançamento da mais recente edição do Informativo Pasto Livre, publicação feita em parceria entre a Corteva Agriscience e a Scot Consultoria, disponível para download no link abaixo:

+ Informativo Pasto Livre – Abril e Maio/2018

Veja a participação completa de Guto Catanante, com dicas para a correta aplicação aérea de herbicidas para pastagens, pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rondônia foram os estados que apresentaram os bois de qualidade na manhã desta quinta-feira, 19.

Um exemplo vindo de uma família de pecuaristas de Minas Gerais, região do pontal do triângulo mineiro, prova que a produção de carne pode ser até mais rentável e segura que a agricultura. Enquanto que a média brasileira de produtividade na pecuária gira em torno de 4@/ha/ano, o jovem engenheiro agrônomo, quinta geração de pecuaristas,...

A ACNB comemora o melhor ano do programa em mais de 20 de existência. Foi o que destacou no Giro do Boi desta quarta-feira, 19, o gerente regional de Originação – Leste MS, Sérgio Gonçalves. Segundo ele, o estado continua se mantendo na liderança do Circuito Nelore de Qualidade e no Protocolo Nelore Natural, por...

No Giro pelos Confinamentos desta quarta-feira, 19, o gerente do Confinamento JBS de Lucas do Rio Verde, MT, Helder Pureza, trouxe uma excelente notícia para os confinadores do estado que firmaram parceria no último giro de cocho de 2019.

O 3º Congresso Nacional de Direito Agrário, que aconteceu recentemente em São Paulo, foi o tema principal do Programa Giro do Boi desta quarta-feira, 18. O evento, que reuniu juristas e profissionais do agro brasileiro, debateu vários assuntos relacionados ao agronegócio entre eles os desafios do setor, a agenda ambiental e as transformações pelas quais...

Na manhã desta quarta-feira, os lotes do Acre e Mato Grosso foram os destaques no Giro do Boi.

No Giro pelos Confinamentos desta quarta-feira, 19, o gerente do Confinamento JBS de Lucas do Rio Verde, MT, Helder Pureza, trouxe uma excelente notícia para os confinadores do estado que firmaram parceria no último giro de cocho de 2019.

GIRO INSPIRAÇÃO

Que jogue a primeira pedra aquele que nunca reclamou de seus problemas. No Giro Inspiração desta quinta-feira, 19, a palestrante motivacional Helda Elaine trouxe mais detalhes dessas barreiras indesejadas que a vida pessoal e profissional podem oferecer

Fazenda Figueira, do município de Paranapanema, interior do estado de São Paulo, foi um dos destaques desta sexta-feira, no Giro do Boi, onde os originadores apresentam os bons modelos de produção e os valores da @ em cada unidade que participa do quadro Giro pelo Brasil.

São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rondônia foram os estados que apresentaram os bois de qualidade na manhã desta quinta-feira, 19.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE