Atrasar o combate a plantas daninhas aumenta custo do pecuarista

18 julho 2019
limpeza-pastagem-inicio-aguas

Nesta quinta, 18, em entrevista concedida ao Giro do Boi, o zootecnista Bernardo Veras, representante técnico e comercial da Corteva Agriscience, reforçou a importância do produtor planejar o controle de plantas daninhas em suas pastagens logo para executar a tarefa logo no início da estação das águas.

A recomendação é para que as plantas indesejáveis sejam combatidas enquanto ainda não estão amadurecidas, o que aumentaria o volume da dose necessária para de defensivo, aumentando o custo da aplicação. A espera também pode oferecer tempo necessário para que as plantas espalhem sementes, dificultando a limpeza. Além disto, realizando este manejo no início das águas, o produtor ganha com a produtividade das forrageiras logo no início do período chuvoso.

“É só desabafar, tirar a competição e a gente tem um resultado só com pastagens”, salientou Veras. “A gente sabe que a base alimentar da pecuária em nosso país é a pastagem. Se a gente não tiver um bom cuidado com nossas forrageiras, não vai ter bom resultado na produção de carne”, declarou Veras.

Veja as indicações para a limpeza de pasto no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque do dia 13 de novembro de 2019

Fazendas localizadas em Goiás, Pará, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Circuito Nelore já avaliou quase 20 mil animais em 2019; Andradina-SP recebe penúltima etapa do ano

Na reta final da série de abates técnicos, pecuarista reforça qualidade dos lotes e acirra disputa; confira os registros do curral nesta manhã de 4ª

Uma obra literalmente à altura do potencial da ILPF no Brasil

E-book “ILPF: inovação com integração de lavoura, pecuária e floresta”, da Embrapa, tem 840 páginas e é considerada a maior publicação do mundo sobre sistemas integrados para o clima tropical

O que é compliance, palavra estrangeira cada vez mais presente no dia a dia do produtor?

Para o português usado no Brasil, palavra pode ser traduzida como “conformidade”, e seu conceito ganhou relevância por aqui a partir de 2013; entenda

Atrasar o combate a plantas daninhas aumenta custo do pecuarista

18 julho 2019
limpeza-pastagem-inicio-aguas

Nesta quinta, 18, em entrevista concedida ao Giro do Boi, o zootecnista Bernardo Veras, representante técnico e comercial da Corteva Agriscience, reforçou a importância do produtor planejar o controle de plantas daninhas em suas pastagens logo para executar a tarefa logo no início da estação das águas.

A recomendação é para que as plantas indesejáveis sejam combatidas enquanto ainda não estão amadurecidas, o que aumentaria o volume da dose necessária para de defensivo, aumentando o custo da aplicação. A espera também pode oferecer tempo necessário para que as plantas espalhem sementes, dificultando a limpeza. Além disto, realizando este manejo no início das águas, o produtor ganha com a produtividade das forrageiras logo no início do período chuvoso.

“É só desabafar, tirar a competição e a gente tem um resultado só com pastagens”, salientou Veras. “A gente sabe que a base alimentar da pecuária em nosso país é a pastagem. Se a gente não tiver um bom cuidado com nossas forrageiras, não vai ter bom resultado na produção de carne”, declarou Veras.

Veja as indicações para a limpeza de pasto no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Fazendas localizadas em Goiás, Pará, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Na reta final da série de abates técnicos, pecuarista reforça qualidade dos lotes e acirra disputa; confira os registros do curral nesta manhã de 4ª

E-book “ILPF: inovação com integração de lavoura, pecuária e floresta”, da Embrapa, tem 840 páginas e é considerada a maior publicação do mundo sobre sistemas integrados para o clima tropical

Para o português usado no Brasil, palavra pode ser traduzida como “conformidade”, e seu conceito ganhou relevância por aqui a partir de 2013; entenda

Avaliação de quase 500 carcaças aconteceu na unidade de Itapetinga-BA no último dia 06/11 e foi a primeira etapa de 2019 realizada na Região Nordeste

Fazendas localizadas em São Paulo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Com sistema exclusivo de recria, propriedade reduz pela metade o período de adaptação dos animais destinados à engorda em confinamento

E-book “ILPF: inovação com integração de lavoura, pecuária e floresta”, da Embrapa, tem 840 páginas e é considerada a maior publicação do mundo sobre sistemas integrados para o clima tropical

Na reta final da série de abates técnicos, pecuarista reforça qualidade dos lotes e acirra disputa; confira os registros do curral nesta manhã de 4ª

Veterinário lista tudo o que o pecuarista precisa saber sobre maquinário utilizado, montagem de galpões, divisões de piquetes e fatores limitantes para a produtividade do sistema

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE