Confira balanço das etapas do Circuito Nelore de Qualidade em SP e MG

01 outubro 2019
primeiro-abate-protocolo-nelore-natural-acnb-friboi-2019-fazenda-sao-sebastiao-navirai-ms (5)

Nesta terça, dia 1º, o gerente regional de originação da Friboi para as unidades do estado de São Paulo e Minas Gerais (Lins, Andradina e Iturama e Ituiutaba, respectivamente) fez um balanço das etapas do Circuito Nelore de Qualidade 2019 e também dos abates no Protocolo 1953 realizados recentemente.

“Tem sido um grande sucesso, nos impressionou a qualidade que o Nelore vem atingindo no últimos tempos. […] A nossa raça mãe vem a passos largos desenvolvendo um animal geneticamente muito forte, com um ganho de peso excepcional e cada vez mais os currais estão ficando mais selecionados com este tipo de animal. […] A empresa ficou muito contente em sediar este campeonato”, disse Ferri em referência aos abates técnicos da ACNB, a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil.

As etapas aconteceram em 03 e 04 de setembro em Lins-SP (13ª do ano); 12 e 13 de setembro em Ituiutaba-MG (14ª); e 24 e 25 de setembro em Iturama-MG (17ª). Enquanto Iturama ainda não divulgou os vencedores, os demais já foram revelados.

Circuito Nelore de Qualidade 2019 – Lins-SP
– Medalha de ouro – categoria machos: pecuarista Sérgio Przepiorka, da Fazenda Chaparral, em Rancharia-SP;
– Medalha de prata – categoria machos: pecuarista Fábio Tognon, da Fazenda Nossa Senhora de Aparecida, em Avanhandava-SP;
– Medalha de bronze – categoria machos: pecuarista Jorge Custódio de Souza Neto, da Fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Iepê-SP.

Circuito Nelore de Qualidade 2019 – Ituiutaba-MG
– Medalha de ouro – categoria fêmeas: pecuarista Fabiano Silva de Queiroz;
– Medalha de ouro – categoria machos: pecuarista Renato Bernardes Filgueiras;
– Medalha de prata – categoria machos: Mafra Agropecuária;
– Medalha de bronze – pecuarista Edson Pereira da Silva.

Nos próximos dias 12 e 13 de novembro está agendada para ocorrer em Andradina-SP a 26ª e penúltima etapa do ano. As escalas podem ser informadas diretamente à equipe de compra de gado da indústria (acesse aqui e veja os contatos no parte inferior da página).

Ferri mostrou ainda exemplos de lotes de gado cruzado (machos castrados e novilhas) para a produção de carnes premium da linha 1953. “É um sucesso absoluto. […] Muito interessante o pecuarista procurar a comercialização destes animais, o Protocolo 1953 rentabiliza a carcaça de maneira especial”, destacou. Neste programa, os machos castrados recebem bônus de até R$ 13/@ e as fêmeas podem ser remuneradas a preço de boi mais o bônus, o que significa ao pecuarista prêmios de cerca de R$ 20 a mais por arroba.

Veja a participação completa de Leonardo Ferri no Giro do Boi:

VEJA TAMBÉM

Telespectador registra “despertar” da fauna pantaneira após as chuvas sobre a região

Após 23 dias de queimadas que destruíram mais de 170 mil hectares, a chuva voltou a incidir sobre a região e alegrou os animais; pantaneiro registrou sons em vídeo

Confira as fazendas em destaque do dia 11 de novembro de 2019

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Como o confinamento aproxima a pecuária do nível de gestão da agricultura?

Além de acelerar o giro do boi e padronizar carcaças produzindo carne de qualidade superior, pecuarista tem série de benefícios na administração do negócio

Genoma do Nelore aponta características para qualidade de carne

Estudo de genômica conduzido na Embrapa Pecuária Sudeste confirmou que herdabilidade das características torna possível o melhoramento por seleção

Confira balanço das etapas do Circuito Nelore de Qualidade em SP e MG

01 outubro 2019
primeiro-abate-protocolo-nelore-natural-acnb-friboi-2019-fazenda-sao-sebastiao-navirai-ms (5)

Nesta terça, dia 1º, o gerente regional de originação da Friboi para as unidades do estado de São Paulo e Minas Gerais (Lins, Andradina e Iturama e Ituiutaba, respectivamente) fez um balanço das etapas do Circuito Nelore de Qualidade 2019 e também dos abates no Protocolo 1953 realizados recentemente.

“Tem sido um grande sucesso, nos impressionou a qualidade que o Nelore vem atingindo no últimos tempos. […] A nossa raça mãe vem a passos largos desenvolvendo um animal geneticamente muito forte, com um ganho de peso excepcional e cada vez mais os currais estão ficando mais selecionados com este tipo de animal. […] A empresa ficou muito contente em sediar este campeonato”, disse Ferri em referência aos abates técnicos da ACNB, a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil.

As etapas aconteceram em 03 e 04 de setembro em Lins-SP (13ª do ano); 12 e 13 de setembro em Ituiutaba-MG (14ª); e 24 e 25 de setembro em Iturama-MG (17ª). Enquanto Iturama ainda não divulgou os vencedores, os demais já foram revelados.

Circuito Nelore de Qualidade 2019 – Lins-SP
– Medalha de ouro – categoria machos: pecuarista Sérgio Przepiorka, da Fazenda Chaparral, em Rancharia-SP;
– Medalha de prata – categoria machos: pecuarista Fábio Tognon, da Fazenda Nossa Senhora de Aparecida, em Avanhandava-SP;
– Medalha de bronze – categoria machos: pecuarista Jorge Custódio de Souza Neto, da Fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Iepê-SP.

Circuito Nelore de Qualidade 2019 – Ituiutaba-MG
– Medalha de ouro – categoria fêmeas: pecuarista Fabiano Silva de Queiroz;
– Medalha de ouro – categoria machos: pecuarista Renato Bernardes Filgueiras;
– Medalha de prata – categoria machos: Mafra Agropecuária;
– Medalha de bronze – pecuarista Edson Pereira da Silva.

Nos próximos dias 12 e 13 de novembro está agendada para ocorrer em Andradina-SP a 26ª e penúltima etapa do ano. As escalas podem ser informadas diretamente à equipe de compra de gado da indústria (acesse aqui e veja os contatos no parte inferior da página).

Ferri mostrou ainda exemplos de lotes de gado cruzado (machos castrados e novilhas) para a produção de carnes premium da linha 1953. “É um sucesso absoluto. […] Muito interessante o pecuarista procurar a comercialização destes animais, o Protocolo 1953 rentabiliza a carcaça de maneira especial”, destacou. Neste programa, os machos castrados recebem bônus de até R$ 13/@ e as fêmeas podem ser remuneradas a preço de boi mais o bônus, o que significa ao pecuarista prêmios de cerca de R$ 20 a mais por arroba.

Veja a participação completa de Leonardo Ferri no Giro do Boi:

VEJA TAMBÉM

Após 23 dias de queimadas que destruíram mais de 170 mil hectares, a chuva voltou a incidir sobre a região e alegrou os animais; pantaneiro registrou sons em vídeo

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Além de acelerar o giro do boi e padronizar carcaças produzindo carne de qualidade superior, pecuarista tem série de benefícios na administração do negócio

Estudo de genômica conduzido na Embrapa Pecuária Sudeste confirmou que herdabilidade das características torna possível o melhoramento por seleção

Regiões entre MG e BA a fronteira do Matopiba ainda sofrem com estiagem, mas cenário deverá mudar a partia da 2ª quinzena de novembro

Fazendas localizadas em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Conheça e se inspire na trajetória da pecuarista Carmen Perez, responsável pela gestão da Agropecuária Orvalho das Flores, em Barra do Garças-MT

Produtor obtém benefício ao sincronizar transporte do gado magro e do gado gordo entre propriedades distintas. “Pecuária tem que ser tocada como uma empresa”, destacou

Em fazenda de Novo Horizonte d’Oeste-RO, fêmeas precoces já expressam tranquilidade em meio à cura do umbigo e identificação de seus filhos no pasto maternidade

Veterinário lista tudo o que o pecuarista precisa saber sobre maquinário utilizado, montagem de galpões, divisões de piquetes e fatores limitantes para a produtividade do sistema

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE