Cresce 4,15% volume de gado abatido dentro da idade ideal no oeste do MS em outubro

29 novembro 2017
abate-novilhos-precoces-oeste-mato-grosso-do-sul-outubro-2017

O Giro do Boi desta quarta, dia 29, levou ao ar entrevista com o gerente regional de originação da JBS para a região oeste de Mato Grosso do Sul, Nelson Jardim, responsável pela compra de gado das duas unidades de Campo Grande e ainda Anastácio.

Durante o quadro Palavra do Gerente, Nelson comentou os números relativos à qualidade dos abates destas unidades no mês de outubro, comparando com o desempenho de setembro. O Farol da Qualidade apresentou uma pequena evolução de 31,4% de animais abatidos no padrão desejável (farol verde) no mês de setembro para 32,14% no mês passado, outubro.

Os animais com cobertura de gordura ideal (escores 3 e 4) passaram de 52,82% do volume total de abates para 50,89%, leve redução de 1,93%. Já os animais abatidos dentro da faixa de idade ideal (entre 0 e 4 DIPs – dentes incisivos permanentes) passaram de 66,7% para 70,85%, um aumento de 4,15%.

O peso médio dos lotes abatidos também despontou com leve crescimento de setembro para outubro, saindo de 19,61@ para 19,62@ no caso dos machos e de 14,44@ para 14,69@ no caso das fêmeas.

“Vale ressaltar que antigamente as boiadas eram mais eradas e estamos vendo que a era caiu bastante. Em questão de peso, se você tivesse uma vaca de 13 pra 14 arrobas, falava que tinha uma vacada extra. Hoje nós temos na média uma vacada de quase 15 arrobas, então melhorou demais a qualidade do gado aqui no Mato Grosso do Sul e eu acho que, de maneira geral, no Brasil todo”, comemorou Jardim.

Veja a participação completa do gerente regional no vídeo a seguir:

VEJA TAMBÉM

Aprendendo a ensinar: veja resultados do Bifequali, programa de capacitação da Embrapa

Benefício econômico acumulado pelo programa entre os anos de 2013 e 2018 já ultrapassou marca dos R$ 23 milhões

Confira o último classificado para votação do melhor lote de novembro

Grupo de novilhas Caracu que marcou 88% Verde no Farol da Qualidade fechou o páreo para a eleição do melhor lote do mês

Canal de umidade leva chuvas desde o Brasil Central até litoral do Sudeste

Em comportamento típico do clima de verão, pancadas de chuva começam a partir do fim de tarde e atingem MT, MS, GO, TO, MG, BA e litoral no RJ e ES

Carretas adaptadas a condições locais melhoram transporte boiadeiro

Veículos que se ajustam aos tipos de estradas e demandas de cada região, além de capacitação dos motoristas, reforçam segurança das viagens

Cresce 4,15% volume de gado abatido dentro da idade ideal no oeste do MS em outubro

29 novembro 2017
abate-novilhos-precoces-oeste-mato-grosso-do-sul-outubro-2017

O Giro do Boi desta quarta, dia 29, levou ao ar entrevista com o gerente regional de originação da JBS para a região oeste de Mato Grosso do Sul, Nelson Jardim, responsável pela compra de gado das duas unidades de Campo Grande e ainda Anastácio.

Durante o quadro Palavra do Gerente, Nelson comentou os números relativos à qualidade dos abates destas unidades no mês de outubro, comparando com o desempenho de setembro. O Farol da Qualidade apresentou uma pequena evolução de 31,4% de animais abatidos no padrão desejável (farol verde) no mês de setembro para 32,14% no mês passado, outubro.

Os animais com cobertura de gordura ideal (escores 3 e 4) passaram de 52,82% do volume total de abates para 50,89%, leve redução de 1,93%. Já os animais abatidos dentro da faixa de idade ideal (entre 0 e 4 DIPs – dentes incisivos permanentes) passaram de 66,7% para 70,85%, um aumento de 4,15%.

O peso médio dos lotes abatidos também despontou com leve crescimento de setembro para outubro, saindo de 19,61@ para 19,62@ no caso dos machos e de 14,44@ para 14,69@ no caso das fêmeas.

“Vale ressaltar que antigamente as boiadas eram mais eradas e estamos vendo que a era caiu bastante. Em questão de peso, se você tivesse uma vaca de 13 pra 14 arrobas, falava que tinha uma vacada extra. Hoje nós temos na média uma vacada de quase 15 arrobas, então melhorou demais a qualidade do gado aqui no Mato Grosso do Sul e eu acho que, de maneira geral, no Brasil todo”, comemorou Jardim.

Veja a participação completa do gerente regional no vídeo a seguir:

VEJA TAMBÉM

Benefício econômico acumulado pelo programa entre os anos de 2013 e 2018 já ultrapassou marca dos R$ 23 milhões

Grupo de novilhas Caracu que marcou 88% Verde no Farol da Qualidade fechou o páreo para a eleição do melhor lote do mês

Em comportamento típico do clima de verão, pancadas de chuva começam a partir do fim de tarde e atingem MT, MS, GO, TO, MG, BA e litoral no RJ e ES

Veículos que se ajustam aos tipos de estradas e demandas de cada região, além de capacitação dos motoristas, reforçam segurança das viagens

Fazenda localizada em Nova Lacerda, no Mato Grosso, foi destaque do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade

Consultor responde qual a maior “planta daninha” do mundo e compara eficácia das roçadas com herbicidas

Em comportamento típico do clima de verão, pancadas de chuva começam a partir do fim de tarde e atingem MT, MS, GO, TO, MG, BA e litoral no RJ e ES

Benefício econômico acumulado pelo programa entre os anos de 2013 e 2018 já ultrapassou marca dos R$ 23 milhões

Com o desafio de otimizar o uso da terra, propriedade em Serra Nova Dourada-MT saiu da cria para a recria-engorda utilizando confinamento com grão inteiro

Veículos que se ajustam aos tipos de estradas e demandas de cada região, além de capacitação dos motoristas, reforçam segurança das viagens

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE