Criadores ajustam manejo e aumentam oferta de gado cruzado para produção de carnes premium

01 agosto 2019
protocolo-1953-mato-grosso-do-sul-carne-qualidade

Com ajustes feitos na terminação de animais cruzados, pecuaristas do estado do Mato Grosso do Sul estão reforçando a oferta deste tipo de gado a produção de carnes premium no Protocolo 1953, que leva cortes de alta qualidade ao consumidor produzidos a partir cruzamentos multiraças.

+ Nova marca amplia opções de raças fornecedoras de carnes premium

“O volume ofertado de animais cruzados aumentou bastante, este período, a gente sabe, de confinamento, tem mais animais deste tipo”, disse ao Giro do Boi desta quinta, 1º, o gerente regional da Friboi para o oeste do Mato Grosso do Sul, Nelson Jardim.

Para exemplificar, Nelson Jardim comentou a qualidade de dois lotes recentemente abatidos dentro deste protocolo, cujas informações seguem abaixo:

Fazenda São Pedro
Pecuarista Adelaide de Souza
Coxim-MS
Lote: novilhas Braford abatidas com peso médio de 16@
Farol da Qualidade: 92% Verde | 8% Amarelo

Fazenda Carro Velho
Pecuarsita Epaminondas Nogueira Camargo
Chapadão do Sul MS
Lote: novilhas Aberdeen Angus abatidas com peso médio de 16,3@
Farol da Qualidade: 93% Verde | 7% Amarelo

Para contribuir para o ajuste fino da fase de engorda destes animais, a equipe de compra de gado da indústria vai se reunir fornecedores do Protocolo 1953 no próximo dia 29/08 em Campo Grande-MS. Veja no vídeo abaixo a entrevista completa com Nelson Jardim:

VEJA TAMBÉM

SP e MG devem ter chuvas acima dos 100 mm nos próximos dias

Precipitações podem passar dos 200 mm em pontos localizados de Minas; pancadas devem se estender também para GO, TO, Matopiba, oeste da BA e leste do MT

Treinamentos de motoristas garantem bem-estar no transporte de gado

Além do conforto dos animais, capacitações mensais abordam também medidas de segurança na condução dos veículos ao longo do trajeto

Confira os lotes em destaque do dia 24 de janeiro de 2020

Lotes de propriedades em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Qual é o grande desafio estrutural da pecuária nos próximos anos?

Consultor destaca que para ganhar competitividade frente às proteínas concorrentes, pecuária de corte precisa de integração e salto da eficiência

Criadores ajustam manejo e aumentam oferta de gado cruzado para produção de carnes premium

01 agosto 2019
protocolo-1953-mato-grosso-do-sul-carne-qualidade

Com ajustes feitos na terminação de animais cruzados, pecuaristas do estado do Mato Grosso do Sul estão reforçando a oferta deste tipo de gado a produção de carnes premium no Protocolo 1953, que leva cortes de alta qualidade ao consumidor produzidos a partir cruzamentos multiraças.

+ Nova marca amplia opções de raças fornecedoras de carnes premium

“O volume ofertado de animais cruzados aumentou bastante, este período, a gente sabe, de confinamento, tem mais animais deste tipo”, disse ao Giro do Boi desta quinta, 1º, o gerente regional da Friboi para o oeste do Mato Grosso do Sul, Nelson Jardim.

Para exemplificar, Nelson Jardim comentou a qualidade de dois lotes recentemente abatidos dentro deste protocolo, cujas informações seguem abaixo:

Fazenda São Pedro
Pecuarista Adelaide de Souza
Coxim-MS
Lote: novilhas Braford abatidas com peso médio de 16@
Farol da Qualidade: 92% Verde | 8% Amarelo

Fazenda Carro Velho
Pecuarsita Epaminondas Nogueira Camargo
Chapadão do Sul MS
Lote: novilhas Aberdeen Angus abatidas com peso médio de 16,3@
Farol da Qualidade: 93% Verde | 7% Amarelo

Para contribuir para o ajuste fino da fase de engorda destes animais, a equipe de compra de gado da indústria vai se reunir fornecedores do Protocolo 1953 no próximo dia 29/08 em Campo Grande-MS. Veja no vídeo abaixo a entrevista completa com Nelson Jardim:

VEJA TAMBÉM

Precipitações podem passar dos 200 mm em pontos localizados de Minas; pancadas devem se estender também para GO, TO, Matopiba, oeste da BA e leste do MT

Além do conforto dos animais, capacitações mensais abordam também medidas de segurança na condução dos veículos ao longo do trajeto

Lotes de propriedades em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Consultor destaca que para ganhar competitividade frente às proteínas concorrentes, pecuária de corte precisa de integração e salto da eficiência

Sujeira e até pH inadequado interferem na eficácia do defensivo usado no controle de plantas daninhas nas pastagens

Lotes de propriedades em Minas Gerais, Pará, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os animais e Farol da Qualidade.

Precipitações podem passar dos 200 mm em pontos localizados de Minas; pancadas devem se estender também para GO, TO, Matopiba, oeste da BA e leste do MT

Sujeira e até pH inadequado interferem na eficácia do defensivo usado no controle de plantas daninhas nas pastagens

5ª geração em uma família de produtores rurais, Mateus Arantes desenvolveu sistema de integração com plantio direto para solos arenosos

Envie sua pergunta sobre cruzamento industrial de gado de corte para receber as dicas no novo quadro ‘Zadra Responde’

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE