Fazendas de Goiás aumentam produtividade ao combater plantas daninhas

06 maio 2019
12-09 - capa giro

Nesta segunda, 06, o engenheiro agrônomo Gabriel Gurian, durante participação no Giro do Boi, mostrou exemplos de fazendas no estado de Goiás que tiveram salto de produtividade ao combater plantas daninhas usando a tecnologia XT, lançada em 2018 pela  Corteva Agriscience, a divisão agrícola DowDuPont.

“A tecnologia XT tem apresentado resultados excelentes em todo tipo de cipó aqui em Goiás. Cipó preto, cipó vermelho, cipó mucunã, cipó capeta. Nós temos tido grande sucesso no controle dessas plantas de difícil controle”, exemplificou.

Em sua entrevista, Guria também passou recomendações sobre o controle específico de plantas daninhas tóxicas. São dezenas de espécies diferentes que podem prejudicar a produtividade a pasto e ainda adoecer ou até mesmo levar à morte os animais em casos mais graves.

“No caso de a gente ter plantas tóxicas nas pastagens, alguns cuidados são diferentes. Ao aplicar (o herbicida), a gente tem que deixar o gado fora dessa área porque os produtos têm uma base de sal e então o gado tem uma predisposição a comer rapidamente as plantas que recebem o produto, e aí ele vai diretamente na planta tóxica. Então você tira o gado, aplica em cima da planta tóxica e após esta planta estar totalmente eliminada, a gente volta com o gado. Em torno de 30 dias já está tudo pronto”, indicou o agrônomo.

Veja as imagens no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

4 atitudes para você ser um líder exemplar para a equipe de sua fazenda

“100% dos problemas são resolvidos através da liderança. A fazenda é sempre reflexo de seu líder imediato”, afirmou consultor no quadro Dicas do Chaker

Veja o resultado da votação para os melhores lotes do início de maio

Grupos de animais meio-sangue e Nelore foram os mais votados nas primeiras semanas do mês e se classificaram para votação a ser realizada ao fim de maio

Veja como é feita uma das mais complexas operações de logística de gado magro do Brasil

Mega Leilão, realizado no MT, comercializou quase 20 mil animais em uma de suas etapas de 2019; entenda os desafios do transporte boiadeiro para o evento

Inmet prevê chuva forte e granizo para SP, Triângulo Mineiro e parte de Goiás

Instabilidade vinda do Oceano Atlântico reflete em precipitações ao longo do litoral do Sudeste até a Bahia; chuvas chegarão também ao Brasil Central durante o fim de semana

Fazendas de Goiás aumentam produtividade ao combater plantas daninhas

06 maio 2019
12-09 - capa giro

Nesta segunda, 06, o engenheiro agrônomo Gabriel Gurian, durante participação no Giro do Boi, mostrou exemplos de fazendas no estado de Goiás que tiveram salto de produtividade ao combater plantas daninhas usando a tecnologia XT, lançada em 2018 pela  Corteva Agriscience, a divisão agrícola DowDuPont.

“A tecnologia XT tem apresentado resultados excelentes em todo tipo de cipó aqui em Goiás. Cipó preto, cipó vermelho, cipó mucunã, cipó capeta. Nós temos tido grande sucesso no controle dessas plantas de difícil controle”, exemplificou.

Em sua entrevista, Guria também passou recomendações sobre o controle específico de plantas daninhas tóxicas. São dezenas de espécies diferentes que podem prejudicar a produtividade a pasto e ainda adoecer ou até mesmo levar à morte os animais em casos mais graves.

“No caso de a gente ter plantas tóxicas nas pastagens, alguns cuidados são diferentes. Ao aplicar (o herbicida), a gente tem que deixar o gado fora dessa área porque os produtos têm uma base de sal e então o gado tem uma predisposição a comer rapidamente as plantas que recebem o produto, e aí ele vai diretamente na planta tóxica. Então você tira o gado, aplica em cima da planta tóxica e após esta planta estar totalmente eliminada, a gente volta com o gado. Em torno de 30 dias já está tudo pronto”, indicou o agrônomo.

Veja as imagens no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

“100% dos problemas são resolvidos através da liderança. A fazenda é sempre reflexo de seu líder imediato”, afirmou consultor no quadro Dicas do Chaker

Grupos de animais meio-sangue e Nelore foram os mais votados nas primeiras semanas do mês e se classificaram para votação a ser realizada ao fim de maio

Mega Leilão, realizado no MT, comercializou quase 20 mil animais em uma de suas etapas de 2019; entenda os desafios do transporte boiadeiro para o evento

Instabilidade vinda do Oceano Atlântico reflete em precipitações ao longo do litoral do Sudeste até a Bahia; chuvas chegarão também ao Brasil Central durante o fim de semana

Na Fazenda Conforto, em Nova Crixás-GO, propriedade do empresário Xandy Negrão, o sucesso da terminação em cocho começa a ser construído nos chamados setores de recria intensificada; entenda

Na série Embrapa em Ação, pesquisador apresenta régua de manejo de pastagem e como identificar alturas certas de entrada e saída do gado no piquete

Mega Leilão, realizado no MT, comercializou quase 20 mil animais em uma de suas etapas de 2019; entenda os desafios do transporte boiadeiro para o evento

Consultor jurídico dá dicas para proprietário não sofrer punições de órgãos ambientais responsáveis e explica o PRA, Programa de Regularização Ambiental

Na Fazenda Conforto, em Nova Crixás-GO, propriedade do empresário Xandy Negrão, o sucesso da terminação em cocho começa a ser construído nos chamados setores de recria intensificada; entenda

Fazendas em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE