Pecuarista de Rondônia está castrando animais ao nascimento para garantir qualidade na carne

13 março 2019
CAPA BRUNO BRAINER

Em entrevista ao Giro do Boi desta quarta-feira, 13, o gerente regional de Originação para  os estados de Rondônia e Acre, Bruno Brainer, apresentou um belo exemplo de manejo que tem ajudado os pecuaristas a produzir carne de qualidade. O exemplo veio do trabalho desenvolvido pelo médico veterinário Ademir Ribeiro, que assessora várias fazendas rondonienses. Em um vídeo gravado pelo profissional, ele mostra como é feito o procedimento de castração de um lote de bezerros meio sangue Aberdeen, logo na cura do umbigo. Segundo Ribeiro, a castração é simples, rápida e impacta o mínimo possível o animal.

Brainer também falou sobre a evolução do Farol da Qualidade nas unidades que gerencia  em São Miguel do Guaporé, Vilhena, Pimenta Bueno e Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC). Desde 2014, o número de animais enquadrados no farol vermelho (refugo) caiu de 50 para 16%. “Essa redução no número de animais não desejáveis nos deixou muito felizes”, comemorou. Na ocasião, o gerente regional também elogiou algumas fazendas preocupadas em atender mercados específicos como é o caso dos clientes consumidores da grife de carnes 1953. As Fazendas Alvorada, dos irmãos Bagatolli; Confinamento Delta, da família Volpato e a Fazenda Monte Cristo da família Soares abateram excelentes animais do protocolo.

Confira a entrevista do gerente regional de Originação RO/AC, Bruno Brainer:

O consultor Ademir Ribeiro da Casa da Lavoura mostrou ao Giro do Boi  qual o procedimento que tem realizado em sua fazenda.

VEJA TAMBÉM

Quem planta com calagem colhe mais arrobas por hectare

Pesquisadora da Embrapa afirma que a cada R$ 1 investido em calagem do solo, pecuarista tem retorno de até R$ 3 pelo aumento de produção de arrobas

O que é economia colaborativa e como ela faz o pecuarista aprender mais gastando menos?

“Em mundo de Uber, de Airbnb e de economia colaborativa, a gente não pode ficar de fora”, indicou o zootecnista e consultor Antônio Chaker

Revelados os vencedores da disputa para melhores lotes do início de outubro

Escolhidos em votação pelo site do programa seguirão para eleição que vai decidir o melhor de todo o mês

Pimenta Bueno-RO recebe etapa do Circuito Nelore 2019

Abate técnico realizado pelo Nelore do Brasil ocorreu entre 16 e 17/10 fez avaliação de 600 carcaças

Pecuarista de Rondônia está castrando animais ao nascimento para garantir qualidade na carne

13 março 2019
CAPA BRUNO BRAINER

Em entrevista ao Giro do Boi desta quarta-feira, 13, o gerente regional de Originação para  os estados de Rondônia e Acre, Bruno Brainer, apresentou um belo exemplo de manejo que tem ajudado os pecuaristas a produzir carne de qualidade. O exemplo veio do trabalho desenvolvido pelo médico veterinário Ademir Ribeiro, que assessora várias fazendas rondonienses. Em um vídeo gravado pelo profissional, ele mostra como é feito o procedimento de castração de um lote de bezerros meio sangue Aberdeen, logo na cura do umbigo. Segundo Ribeiro, a castração é simples, rápida e impacta o mínimo possível o animal.

Brainer também falou sobre a evolução do Farol da Qualidade nas unidades que gerencia  em São Miguel do Guaporé, Vilhena, Pimenta Bueno e Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC). Desde 2014, o número de animais enquadrados no farol vermelho (refugo) caiu de 50 para 16%. “Essa redução no número de animais não desejáveis nos deixou muito felizes”, comemorou. Na ocasião, o gerente regional também elogiou algumas fazendas preocupadas em atender mercados específicos como é o caso dos clientes consumidores da grife de carnes 1953. As Fazendas Alvorada, dos irmãos Bagatolli; Confinamento Delta, da família Volpato e a Fazenda Monte Cristo da família Soares abateram excelentes animais do protocolo.

Confira a entrevista do gerente regional de Originação RO/AC, Bruno Brainer:

O consultor Ademir Ribeiro da Casa da Lavoura mostrou ao Giro do Boi  qual o procedimento que tem realizado em sua fazenda.

VEJA TAMBÉM

Pesquisadora da Embrapa afirma que a cada R$ 1 investido em calagem do solo, pecuarista tem retorno de até R$ 3 pelo aumento de produção de arrobas

“Em mundo de Uber, de Airbnb e de economia colaborativa, a gente não pode ficar de fora”, indicou o zootecnista e consultor Antônio Chaker

Escolhidos em votação pelo site do programa seguirão para eleição que vai decidir o melhor de todo o mês

Abate técnico realizado pelo Nelore do Brasil ocorreu entre 16 e 17/10 fez avaliação de 600 carcaças

Protocolo remunera produtores com prêmios de até 13/@ para os machos que atendem o padrão; fêmeas são remuneradas com preço de boi mais bônus

Fazenda localizada no município de Juara, no Mato Grosso foi destaque do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Conheça e aprenda a usar a “ferramenta Wagner Pires” de diagnóstico de pastagens para tomar a melhor decisão na hora de retomar a produtividade em sua fazenda

Escolhidos em votação pelo site do programa seguirão para eleição que vai decidir o melhor de todo o mês

Protocolo remunera produtores com prêmios de até 13/@ para os machos que atendem o padrão; fêmeas são remuneradas com preço de boi mais bônus

Abate técnico realizado pelo Nelore do Brasil ocorreu entre 16 e 17/10 fez avaliação de 600 carcaças

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE