Novilhas F1 de 20@ são muito bem bonificadas em SP

13 setembro 2019
lins

A Fazenda Figueira, do município de Paranapanema, interior do estado de São Paulo, foi um dos destaques desta sexta-feira, no Giro do Boi, onde os originadores apresentam os bons modelos de produção e os valores da @ em cada unidade que participa do quadro Giro pelo Brasil. Com o peso médio de 20,2@ todas as novilhas ½ sangue Angus receberam preço de boi, mais remuneração no protocolo multiraças 1953, Sinal Verde e também bonificadas pelo protocolo de exportação. Esses quatro modelos de valorização da carne produzida, fizeram com que o pecuarista Francisco Soares da Silva Junior, o Kiko de Itapetininga, ficasse extremamente satisfeito neste seu primeiro abate na unidade Friboi de Lins, SP, tanto que já escalou um outro lote para ser abatido em breve.

Numa entrevista feita com o pecuarista pelo gerente de originação da unidade de Lins, Douglas Castro, Kiko disse gostar muito da forma com que animais de qualidade sejam remunerados pelo diferencial, alegando ser muito interessante e rentável. 

O próximo abate do Protocolo 1953 em Lins acontece no dia 15 de outubro. Interessados podem entrar em contato com a planta: (14) 3511-2119. 

Veja os detalhes no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Como transformar sua fazenda em uma máquina de colher bezerro – e dinheiro?

Segundo Benchmarking 2018-19, fazendas de cria mais rentáveis do Brasil tiveram margem sobre a venda de até 36,4% focando em gestão de custos e produtividade

Confira as fazendas em destaque do dia 22 de outubro de 2019

Fazendas localizadas no Pará, São Paulo e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Quais são as duas realidades da pecuária brasileira?

No 1º de 7 blocos do Giro do Boi especial de lançamento do Benchmarking 2018-19, consultor diz que pecuária está dividida duas “bem distintas” realidades

Como encontrar a combinação perfeita entre peão e patrão?

Especialista traz dicas para pecuaristas definirem perfil do colaborador desejado e ajuda peões a encontrar fazendas que o valorizem

Novilhas F1 de 20@ são muito bem bonificadas em SP

13 setembro 2019
lins

A Fazenda Figueira, do município de Paranapanema, interior do estado de São Paulo, foi um dos destaques desta sexta-feira, no Giro do Boi, onde os originadores apresentam os bons modelos de produção e os valores da @ em cada unidade que participa do quadro Giro pelo Brasil. Com o peso médio de 20,2@ todas as novilhas ½ sangue Angus receberam preço de boi, mais remuneração no protocolo multiraças 1953, Sinal Verde e também bonificadas pelo protocolo de exportação. Esses quatro modelos de valorização da carne produzida, fizeram com que o pecuarista Francisco Soares da Silva Junior, o Kiko de Itapetininga, ficasse extremamente satisfeito neste seu primeiro abate na unidade Friboi de Lins, SP, tanto que já escalou um outro lote para ser abatido em breve.

Numa entrevista feita com o pecuarista pelo gerente de originação da unidade de Lins, Douglas Castro, Kiko disse gostar muito da forma com que animais de qualidade sejam remunerados pelo diferencial, alegando ser muito interessante e rentável. 

O próximo abate do Protocolo 1953 em Lins acontece no dia 15 de outubro. Interessados podem entrar em contato com a planta: (14) 3511-2119. 

Veja os detalhes no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Segundo Benchmarking 2018-19, fazendas de cria mais rentáveis do Brasil tiveram margem sobre a venda de até 36,4% focando em gestão de custos e produtividade

Fazendas localizadas no Pará, São Paulo e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

No 1º de 7 blocos do Giro do Boi especial de lançamento do Benchmarking 2018-19, consultor diz que pecuária está dividida duas “bem distintas” realidades

Especialista traz dicas para pecuaristas definirem perfil do colaborador desejado e ajuda peões a encontrar fazendas que o valorizem

Consultor jurídico enumera as cinco principais mudanças da medida provisória e explica como funciona o novo dispositivo

Segundo produtor, animais que passam pelo processo na recria são engordados em menos tempo com mais padrão e melhor acabamento de gordura

Consultor jurídico enumera as cinco principais mudanças da medida provisória e explica como funciona o novo dispositivo

Segundo Benchmarking 2018-19, fazendas de cria mais rentáveis do Brasil tiveram margem sobre a venda de até 36,4% focando em gestão de custos e produtividade

Segundo produtor, animais que passam pelo processo na recria são engordados em menos tempo com mais padrão e melhor acabamento de gordura

No lançamento do Benchmarking 2018-19, Antônio Chaker afirmou que resultado da pecuária de ciclo completo “não se compra, se conquista”

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE