Pecuaristas têm trabalho reconhecido com bônus pela produção de carne de qualidade

30 abril 2019
NAVIRAI 15-05

À medida que evoluem os protocolos de premiação pela comercialização de animais de qualidade, o pecuarista sente o reconhecimento pelo seu trabalho. Foi o que frisou em sua participação no Giro do Boi desta terça, dia 30, o gerente regional de originação da Friboi para o leste do Mato Grosso do Sul, Sérgio Gonçalves.

“O pecuarista que produz qualidade sente que é reconhecido por isso. E a Friboi por meio desses programas (exemplificando com Protocolos 1953 e Nelore Natural, este em parceria com associados da ACNB) agregou valor para o pecuarista. Em todas as reuniões que a gente faz, nas visitas a fazendas, o pecuarista diz que hoje tem o que sempre clamou, que é reconhecimento pelo seu esforço e pela dedicação, pelo investimento no rebanho para fazer um animal cada dia mais jovem, mais bem acabado e com padrão racial mais bem definido”, afirmou.

Gonçalves ilustrou sua declaração com o engajamento de produtores em reuniões feitas com quase 70 fornecedores em unidades da indústria em Nova Andradina, Naviraí e Ponta Porã entre 23 e 25 de abril (veja fotos clicando no vídeo abaixo).

Gonçalves também destacou exemplo da produção de animais de qualidade mostrando um lote de bois Nelore castrados engordados em confinamento pela Fazenda Gauchinha, da Agropecuária Rmawi LTDA, localizada em Caarapó. Os animais foram abatidos com peso médio de 17,4@ e marcaram 81% Verde no Farol da Qualidade.

Veja a participação completa de Sérgio Gonçalves pelo vídeo:

VEJA TAMBÉM

Veja imagens do Dia de Campo da Fazenda Barra, em Cassilândia-MS

Propriedade é referência na terminação de animais cruzados, em que aproveita a valorização da arroba pelo Protocolo 1953

Confira as fazendas em destaque do dia 15 de julho de 2019

Fazendas localizadas em Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Com desembolso somente após abate, boitel em SP oferece 4 modelos de negócios a pecuaristas

Unidade no município de Castilho atende criadores com propriedades em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais

Aplicativo ajuda no cálculo do custo de produção e margem de ganho

Software foi desenvolvido no formato de planilha de Excel e lançado em 2017; pesquisador da Embrapa dá dicas de preenchimento correto dos dados para gerar resultados mais precisos

Pecuaristas têm trabalho reconhecido com bônus pela produção de carne de qualidade

30 abril 2019
NAVIRAI 15-05

À medida que evoluem os protocolos de premiação pela comercialização de animais de qualidade, o pecuarista sente o reconhecimento pelo seu trabalho. Foi o que frisou em sua participação no Giro do Boi desta terça, dia 30, o gerente regional de originação da Friboi para o leste do Mato Grosso do Sul, Sérgio Gonçalves.

“O pecuarista que produz qualidade sente que é reconhecido por isso. E a Friboi por meio desses programas (exemplificando com Protocolos 1953 e Nelore Natural, este em parceria com associados da ACNB) agregou valor para o pecuarista. Em todas as reuniões que a gente faz, nas visitas a fazendas, o pecuarista diz que hoje tem o que sempre clamou, que é reconhecimento pelo seu esforço e pela dedicação, pelo investimento no rebanho para fazer um animal cada dia mais jovem, mais bem acabado e com padrão racial mais bem definido”, afirmou.

Gonçalves ilustrou sua declaração com o engajamento de produtores em reuniões feitas com quase 70 fornecedores em unidades da indústria em Nova Andradina, Naviraí e Ponta Porã entre 23 e 25 de abril (veja fotos clicando no vídeo abaixo).

Gonçalves também destacou exemplo da produção de animais de qualidade mostrando um lote de bois Nelore castrados engordados em confinamento pela Fazenda Gauchinha, da Agropecuária Rmawi LTDA, localizada em Caarapó. Os animais foram abatidos com peso médio de 17,4@ e marcaram 81% Verde no Farol da Qualidade.

Veja a participação completa de Sérgio Gonçalves pelo vídeo:

VEJA TAMBÉM

Propriedade é referência na terminação de animais cruzados, em que aproveita a valorização da arroba pelo Protocolo 1953

Fazendas localizadas em Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Unidade no município de Castilho atende criadores com propriedades em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais

Software foi desenvolvido no formato de planilha de Excel e lançado em 2017; pesquisador da Embrapa dá dicas de preenchimento correto dos dados para gerar resultados mais precisos

Frente fria vai embora e temperatura deve subir em estados do Centro-Oeste, Norte e Sudeste do Brasil, com máximas que podem chegar aos 35º C

Animais abatidos no Protocolo 1953 foram enviados por fazenda localizada no município de Cáceres, estado do Mato Grosso

Software foi desenvolvido no formato de planilha de Excel e lançado em 2017; pesquisador da Embrapa dá dicas de preenchimento correto dos dados para gerar resultados mais precisos

Propriedade é referência na terminação de animais cruzados, em que aproveita a valorização da arroba pelo Protocolo 1953

Gerente do Rabobank Brasil aponta as duas primeiras medidas para o produtor transformar sua fazenda em uma empresa rural

Fazendas localizadas em Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE