Nova balança permite ao pecuarista pesar o rebanho sem manejo no curral

20 julho 2017
01

A pesagem do rebanho pode ser um problema dentro da porteira. Por muitas vezes, as grandes distâncias da invernada até o curral inviabilizam o manejo, que é feito poucas vezes durante o ano e não possibilita o acompanhamento do peso dos animais no dia a dia. Mas uma nova tecnologia promete facilitar esta etapa por meio de uma balança localizada no meio da invernada e que transmite os dados coletados até o escritório.

O equipamento foi apresentado durante a Beef Expo, feira que aconteceu no início de junho na capital São Paulo. Em entrevista ao jornalista Mauro Sérgio Ortega, o pesquisador da Embrapa Gado de Corte Pedro Paulo Pires falou sobre a estrutura. “O produtor vai fazer um corredor de cerca e no meio ele coloca a plataforma da balança. Ela pode estar no caminho para a água, ração, na praça de alimentação, enfim, onde o boi tiver que ir. Quando ele passa solto pela balança, uma antena transmite as informações até o escritório da fazenda, distante até 30 km, e registra o peso de cada cabeça toda vez que ela vai beber água”, detalhou Pires. Para tanto, os animais devem ser brincados.

Veja mais detalhes desta balança na entrevista abaixo:

VEJA TAMBÉM

Veja imagens do Dia de Campo da Fazenda Barra, em Cassilândia-MS

Propriedade é referência na terminação de animais cruzados, em que aproveita a valorização da arroba pelo Protocolo 1953

Confira as fazendas em destaque do dia 15 de julho de 2019

Fazendas localizadas em Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Com desembolso somente após abate, boitel em SP oferece 4 modelos de negócios a pecuaristas

Unidade no município de Castilho atende criadores com propriedades em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais

Aplicativo ajuda no cálculo do custo de produção e margem de ganho

Software foi desenvolvido no formato de planilha de Excel e lançado em 2017; pesquisador da Embrapa dá dicas de preenchimento correto dos dados para gerar resultados mais precisos

Nova balança permite ao pecuarista pesar o rebanho sem manejo no curral

20 julho 2017
01

A pesagem do rebanho pode ser um problema dentro da porteira. Por muitas vezes, as grandes distâncias da invernada até o curral inviabilizam o manejo, que é feito poucas vezes durante o ano e não possibilita o acompanhamento do peso dos animais no dia a dia. Mas uma nova tecnologia promete facilitar esta etapa por meio de uma balança localizada no meio da invernada e que transmite os dados coletados até o escritório.

O equipamento foi apresentado durante a Beef Expo, feira que aconteceu no início de junho na capital São Paulo. Em entrevista ao jornalista Mauro Sérgio Ortega, o pesquisador da Embrapa Gado de Corte Pedro Paulo Pires falou sobre a estrutura. “O produtor vai fazer um corredor de cerca e no meio ele coloca a plataforma da balança. Ela pode estar no caminho para a água, ração, na praça de alimentação, enfim, onde o boi tiver que ir. Quando ele passa solto pela balança, uma antena transmite as informações até o escritório da fazenda, distante até 30 km, e registra o peso de cada cabeça toda vez que ela vai beber água”, detalhou Pires. Para tanto, os animais devem ser brincados.

Veja mais detalhes desta balança na entrevista abaixo:

VEJA TAMBÉM

Propriedade é referência na terminação de animais cruzados, em que aproveita a valorização da arroba pelo Protocolo 1953

Fazendas localizadas em Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Unidade no município de Castilho atende criadores com propriedades em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais

Software foi desenvolvido no formato de planilha de Excel e lançado em 2017; pesquisador da Embrapa dá dicas de preenchimento correto dos dados para gerar resultados mais precisos

Frente fria vai embora e temperatura deve subir em estados do Centro-Oeste, Norte e Sudeste do Brasil, com máximas que podem chegar aos 35º C

Animais abatidos no Protocolo 1953 foram enviados por fazenda localizada no município de Cáceres, estado do Mato Grosso

Software foi desenvolvido no formato de planilha de Excel e lançado em 2017; pesquisador da Embrapa dá dicas de preenchimento correto dos dados para gerar resultados mais precisos

Propriedade é referência na terminação de animais cruzados, em que aproveita a valorização da arroba pelo Protocolo 1953

Gerente do Rabobank Brasil aponta as duas primeiras medidas para o produtor transformar sua fazenda em uma empresa rural

Fazendas localizadas em Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE