Qualidade dos animais abatidos no leste do MT piorou em novembro, mas padrão indesejável foi menor

08 dezembro 2017
farol-da-qualidade-leste-mato-grosso-novembro-2017

No mês de novembro em comparação com o outubro a qualidade dos animais abatidos pelos frigoríficos do leste do MT foi inferior. Os números foram apresentados hoje no Giro do Boi pelo gerente regional Vilmar Lemos Cardoso, responsável pela compra de gado nas unidades de Alta Floresta, Água Boa, Barra do Garças, Confresa, Colíder e Pedra Preta.

Vilmar, no entanto, ressaltou que em longo prazo o farol da qualidade está melhorando e que a resposta do pecuarista à demanda do consumidor tem sido rápida. Ele destacou também a diminuição da participação de animais no padrão indesejável nos abates.

Em novembro, a matriz do farol da qualidade apontou que de todos os abates das unidades, 13,91% estavam no padrão desejável, 75,83% no padrão tolerável e 10,27% no vermelho. Em novembro, as porcentagens eram, respectivamente, 15,64%, 73,51% e 10,27%.

O volume de abate de animais com cobertura de gordura ideal (escores 3 e 4) era de 31,22% em outubro e caiu para 28,11% em novembro. Já a participação nos abates de animais na idade ideal (0 a 4 dentes) caiu de 73,98% para 69,77%.

Veja os números completos pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Exigência aumenta e indústria da carne reforça ações dedicadas ao bem-estar

Além do ponto de vista ético, tratamento adequado aos animais melhora a qualidade do produto; veja as principais ações dedicadas ao bem-estar e faça download de publicações atualizadas sobre o tema

Confira as fazendas em destaque do dia 16 de janeiro de 2019

Fazendas nos estados do Acre, São Paulo e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Manual de Boas Práticas de Manejo – Bovinos de Corte

Publicação está em consonância com os manuais de boas práticas de manejo lançados e atualizados pelo Grupo Etco e reúnes as informações mais importantes de cada um dos livretos; faça o download

Oxigênio da pecuária é margem, não o preço da arroba, destaca analista

Intensificando a gestão, pecuarista pode ganhar dinheiro em ciclos de alta e de baixa, afirmou consultor Rodrigo Albuquerque, editor do Notícias do Front

Qualidade dos animais abatidos no leste do MT piorou em novembro, mas padrão indesejável foi menor

08 dezembro 2017
farol-da-qualidade-leste-mato-grosso-novembro-2017

No mês de novembro em comparação com o outubro a qualidade dos animais abatidos pelos frigoríficos do leste do MT foi inferior. Os números foram apresentados hoje no Giro do Boi pelo gerente regional Vilmar Lemos Cardoso, responsável pela compra de gado nas unidades de Alta Floresta, Água Boa, Barra do Garças, Confresa, Colíder e Pedra Preta.

Vilmar, no entanto, ressaltou que em longo prazo o farol da qualidade está melhorando e que a resposta do pecuarista à demanda do consumidor tem sido rápida. Ele destacou também a diminuição da participação de animais no padrão indesejável nos abates.

Em novembro, a matriz do farol da qualidade apontou que de todos os abates das unidades, 13,91% estavam no padrão desejável, 75,83% no padrão tolerável e 10,27% no vermelho. Em novembro, as porcentagens eram, respectivamente, 15,64%, 73,51% e 10,27%.

O volume de abate de animais com cobertura de gordura ideal (escores 3 e 4) era de 31,22% em outubro e caiu para 28,11% em novembro. Já a participação nos abates de animais na idade ideal (0 a 4 dentes) caiu de 73,98% para 69,77%.

Veja os números completos pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Além do ponto de vista ético, tratamento adequado aos animais melhora a qualidade do produto; veja as principais ações dedicadas ao bem-estar e faça download de publicações atualizadas sobre o tema

Fazendas nos estados do Acre, São Paulo e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Publicação está em consonância com os manuais de boas práticas de manejo lançados e atualizados pelo Grupo Etco e reúnes as informações mais importantes de cada um dos livretos; faça o download

Intensificando a gestão, pecuarista pode ganhar dinheiro em ciclos de alta e de baixa, afirmou consultor Rodrigo Albuquerque, editor do Notícias do Front

Fazendas nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Diretor do Qualitas Melhoramento Genético afirma que ganho de peso deve ser de ao menos 675 g por dia para alcançar o resultado

Fazendas nos estados do Acre, São Paulo e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Publicação está em consonância com os manuais de boas práticas de manejo lançados e atualizados pelo Grupo Etco e reúnes as informações mais importantes de cada um dos livretos; faça o download

Pecuarista deve fazer download do Termo de Adesão e entregar assinado aos compradores de gado das unidades da indústria; veja como tirar suas dúvidas sobre o processo

Diretor do Qualitas Melhoramento Genético afirma que ganho de peso deve ser de ao menos 675 g por dia para alcançar o resultado

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE