Saiba como fazer uma boa ronda sanitária e identificar animais doentes no confinamento

15 outubro 2018
doencas-respiratorias-bovinas-confinamento-como-identificar-bois-doentes

No quadro Giro pelo Brasil desta segunda, dia 15, o zootecnista Rodrigo Longuine falou ao programa sobre como os colaboradores de fazendas com confinamento podem identificar animais doentes e como se livrar de problemas sanitários para que o desempenho dos bovinos não seja prejudicado.

Entre as principais doenças a serem prevenidas com um bom protocolo sanitário de entrada em cocho estão a aftosa (como é o caso desta época do ano), clostridioses, como o botulismo, doenças respiratórias (DRBs), como a pneumonia, e, dependendo da incidência na região, raiva. É uma forma de garantir a saúde e o bem-estar dos animais, que respondem com produtividade na forma de conversão alimentar.

+ Quais são e como prevenir os principais tipos de clostridioses em bovinos?

As doenças respiratórias, de acordo com Longuine, que é coordenador de demanda da Boehringer Saúde Animal para a Região Oeste de São Paulo, são as mais comuns nos confinamentos atendidos por ele. Mudanças térmicas bruscas, como sol pela tarde e chuva de noite, poeira e umidade, entre outros fatores, se combinam para afetar a saúde dos lotes, situação que é agravada pela aglomeração típica do sistema intensivo de terminação.

É por conta disto que a companhia está percorrendo os confinamentos parceiros para capacitar seus colaboradores a fazer uma boa ronda sanitária, que serve para identificar os ciclos de DRBs nas propriedades. O zootecnista indicou que os trabalhadores devem observar indivíduos com falta de apetite, corrimento nasal, febre acima dos 40ºC ou comportamentos estranhos, como isolamento do restante do lote. “O colaborador tem que ter o olhar clínico. Olhar para o animal e saber o que fazer para socorrer o mais rápido possível”, avisou.

Veja a entrevista na íntegra feita com o zootecnista Rodrigo Longuine:

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque do dia 21 de janeiro de 2019

Fazendas nos estados do Pará, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Região norte de MT tem previsão de temporais para o fim de semana

Precipitações no local já atrapalharam o embarque de gado gordo desde a última semana, quando chegaram a 150 mm; saiba como se programar para evitar problemas com o transporte

Escrituração zootécnica: como transformar dados em atitudes na fazenda?

Anotar é importante, mas ainda são poucos os pecuaristas que registram seus indicadores mais importantes. Se você não faz escrituração zootécnica na sua fazenda, veja as dicas de Antônio Chaker

Confira as fazendas em destaque do dia 18 de janeiro de 2019

Fazendas nos estados do Rondônia, São Paulo Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Saiba como fazer uma boa ronda sanitária e identificar animais doentes no confinamento

15 outubro 2018
doencas-respiratorias-bovinas-confinamento-como-identificar-bois-doentes

No quadro Giro pelo Brasil desta segunda, dia 15, o zootecnista Rodrigo Longuine falou ao programa sobre como os colaboradores de fazendas com confinamento podem identificar animais doentes e como se livrar de problemas sanitários para que o desempenho dos bovinos não seja prejudicado.

Entre as principais doenças a serem prevenidas com um bom protocolo sanitário de entrada em cocho estão a aftosa (como é o caso desta época do ano), clostridioses, como o botulismo, doenças respiratórias (DRBs), como a pneumonia, e, dependendo da incidência na região, raiva. É uma forma de garantir a saúde e o bem-estar dos animais, que respondem com produtividade na forma de conversão alimentar.

+ Quais são e como prevenir os principais tipos de clostridioses em bovinos?

As doenças respiratórias, de acordo com Longuine, que é coordenador de demanda da Boehringer Saúde Animal para a Região Oeste de São Paulo, são as mais comuns nos confinamentos atendidos por ele. Mudanças térmicas bruscas, como sol pela tarde e chuva de noite, poeira e umidade, entre outros fatores, se combinam para afetar a saúde dos lotes, situação que é agravada pela aglomeração típica do sistema intensivo de terminação.

É por conta disto que a companhia está percorrendo os confinamentos parceiros para capacitar seus colaboradores a fazer uma boa ronda sanitária, que serve para identificar os ciclos de DRBs nas propriedades. O zootecnista indicou que os trabalhadores devem observar indivíduos com falta de apetite, corrimento nasal, febre acima dos 40ºC ou comportamentos estranhos, como isolamento do restante do lote. “O colaborador tem que ter o olhar clínico. Olhar para o animal e saber o que fazer para socorrer o mais rápido possível”, avisou.

Veja a entrevista na íntegra feita com o zootecnista Rodrigo Longuine:

VEJA TAMBÉM

Fazendas nos estados do Pará, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Precipitações no local já atrapalharam o embarque de gado gordo desde a última semana, quando chegaram a 150 mm; saiba como se programar para evitar problemas com o transporte

Anotar é importante, mas ainda são poucos os pecuaristas que registram seus indicadores mais importantes. Se você não faz escrituração zootécnica na sua fazenda, veja as dicas de Antônio Chaker

Fazendas nos estados do Rondônia, São Paulo Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Fêmeas vieram de fazenda no Mato Grosso e alcançaram a marca de 100% Verde no Farol da Qualidade

Consultor relata problemas para produtores que não concluíram seu Cadastro Ambiental Rural e explica ainda a prorrogação da adesão ao Programa de Regularização Ambiental, o PRA

Fazendas nos estados do Pará, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Publicação está em consonância com os manuais de boas práticas de manejo lançados e atualizados pelo Grupo Etco e reúnes as informações mais importantes de cada um dos livretos; faça o download

Pecuarista deve fazer download do Termo de Adesão e entregar assinado aos compradores de gado das unidades da indústria; veja como tirar suas dúvidas sobre o processo

Cartaz traz dicas para a peonada manejar o gado de acordo com as boas práticas; faça o download para impressão e distribua pelas instalações de sua propriedade

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE