Saiba em quais cidades do Pará a vacinação contra raiva bovina tornou-se obrigatória

27 novembro 2018
vacinacao-obrigatoria-raiva-em-bovinos-para-lista-municipios

Nesta terça, dia 27, no Giro pelo Brasil, a zootecnista Hanna Deise Santos Barbosa reforçou a obrigatoriedade para o pecuarista paraense vacinar seus animais a partir dos três meses de idade contra a raiva bovina. A medida da Adepará, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará, é válida para as fazendas localizadas nos seguintes municípios:

– Augusto Corrêa, Viseu, Bonito, Bragança, Cachoeira do Piriá, Capanema, Nova Timboteua, Quatipuru, Peixe Boi, Primavera, Salinópolis, Santa Luzia do Pará, Santarém Novo, São João de Pirabas, Tracuateua, São Geraldo do Araguaia, São Domingos, Piçarra, Ulianópolis, Paragominas, Ipixuna do Pará, Auruora do Pará, Mãe do Rio, Tucuruí, Goianésia, Breu Branco, Novo Repartimento.

“A notificação da vacinação junto à Adepará seguirá o calendário oficial de vacinação contra Febre Aftosa, nas etapas de maio e novembro do ano corrente, nos referidos municípios”, informa a Adepará em seu site oficial. Saiba mais informações:

+ Vacinação anti-rábica obrigatória vai garantir saúde do rebanho paraense

“Aqui no Pará algumas regiões neste ano tiveram incidências de casos de raiva. […] Então nesta campanha de novembro está obrigatória a vacinação de raiva, a prevenção”, disse a zootecnista, que é promotora de demanda da Boehringer Saúde Animal para o estado na região de Marabá.

Hanna também destacou treinamentos em bem-estar animal para a imunização do rebanho nesta campanha de vacinação. Eles foram realizados na Fazenda São Sebastião e na Fazenda Realeza, ambas em Itupiranga-PA.

Confira as informações completas no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Porto Velho-RO recebe 7ª etapa do Circuito Nelore de Qualidade 2019

Abate técnico feito em parceria entre Associação dos Criadores de Nelore do Brasil e Friboi reuniu mais de 500 animais na capital de Rondônia entre 13 e 14 de junho

Confira as fazendas em destaque do dia 19 de junho de 2019

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Brasil deve encerrar ano Hilton exportando menos da metade do volume da cota

Além da vantagem comercial, inserção da carne brasileira no mercado europeu pode aproveitar vitrine do Velho Continente para chancelar a qualidade do produto

Consultor alerta para os perigos dos contratos de arrendamento e parceria mal elaborados

No quadro Direito Agrário, veja 12 dicas para redigir um contrato que proteja tanto o arrendador quanto o arrendatário em meio a um acordo

Saiba em quais cidades do Pará a vacinação contra raiva bovina tornou-se obrigatória

27 novembro 2018
vacinacao-obrigatoria-raiva-em-bovinos-para-lista-municipios

Nesta terça, dia 27, no Giro pelo Brasil, a zootecnista Hanna Deise Santos Barbosa reforçou a obrigatoriedade para o pecuarista paraense vacinar seus animais a partir dos três meses de idade contra a raiva bovina. A medida da Adepará, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará, é válida para as fazendas localizadas nos seguintes municípios:

– Augusto Corrêa, Viseu, Bonito, Bragança, Cachoeira do Piriá, Capanema, Nova Timboteua, Quatipuru, Peixe Boi, Primavera, Salinópolis, Santa Luzia do Pará, Santarém Novo, São João de Pirabas, Tracuateua, São Geraldo do Araguaia, São Domingos, Piçarra, Ulianópolis, Paragominas, Ipixuna do Pará, Auruora do Pará, Mãe do Rio, Tucuruí, Goianésia, Breu Branco, Novo Repartimento.

“A notificação da vacinação junto à Adepará seguirá o calendário oficial de vacinação contra Febre Aftosa, nas etapas de maio e novembro do ano corrente, nos referidos municípios”, informa a Adepará em seu site oficial. Saiba mais informações:

+ Vacinação anti-rábica obrigatória vai garantir saúde do rebanho paraense

“Aqui no Pará algumas regiões neste ano tiveram incidências de casos de raiva. […] Então nesta campanha de novembro está obrigatória a vacinação de raiva, a prevenção”, disse a zootecnista, que é promotora de demanda da Boehringer Saúde Animal para o estado na região de Marabá.

Hanna também destacou treinamentos em bem-estar animal para a imunização do rebanho nesta campanha de vacinação. Eles foram realizados na Fazenda São Sebastião e na Fazenda Realeza, ambas em Itupiranga-PA.

Confira as informações completas no vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Abate técnico feito em parceria entre Associação dos Criadores de Nelore do Brasil e Friboi reuniu mais de 500 animais na capital de Rondônia entre 13 e 14 de junho

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Além da vantagem comercial, inserção da carne brasileira no mercado europeu pode aproveitar vitrine do Velho Continente para chancelar a qualidade do produto

No quadro Direito Agrário, veja 12 dicas para redigir um contrato que proteja tanto o arrendador quanto o arrendatário em meio a um acordo

Fêmeas Nelore e aneloradas jovens marcaram 75% Verde no Farol da Qualidade após o abate em Mozarlândia-GO

Indústria foi inaugurada em junho de 2014 e é uma das principais empregadoras da região, contando com cerca de 650 colaboradores

Problema se agrava quando propriedades estão mais afastadas da cidade; cursos e cultos religiosos podem diminuir incidentes relacionadas a álcool, drogas e violência doméstica

Produtores das regiões centro-norte de SP, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Piauí e Mato Grosso devem estar atentos por conta do calor e baixa umidade do ar; veja mapas completos

Abate técnico feito em parceria entre Associação dos Criadores de Nelore do Brasil e Friboi reuniu mais de 500 animais na capital de Rondônia entre 13 e 14 de junho

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE