Tempo no MT ainda é seco, mas primeiras chuvas já sinalizam melhora para os próximos dias

25 setembro 2019
planejamento-combate-falta-pasto-seca

Apesar da situação ainda crítica, com tempo seco em boa parte do Mato Grosso, algumas regiões já receberam as primeiras chuvas da primavera e estão aliviando as condições das pastagens. Nesta quarta, 25, o gerente regional de originação da Friboi para o Oeste do estado do MT, Sonair Nogueira, falou sobre a condição.

“Estamos bem nesta transição, já começa a sinalizar uma melhora. O pasto neste primeiro momento vem muito rápido. A situação ainda é crítica, mas está sinalizando uma melhora para os próximos 15 a 20 dias com bastante chuva para o Mato Grosso”, registrou. Nogueira falou inclusive que em regiões próximas a Juara e Juína já foram registrados os primeiros problemas com embarque de gado por conta de adversidades provocadas pelas chuvas.

Em sua participação no programa, Sonair destacou ainda o avanço da integração lavoura-pecuária no estado, o que contribui para melhorar a terminação de carcaças sobretudo no período seco. Ao passo que o agricultor que integra garante uma terceira safra plantando o capim junto ao milho, o pecuarista tem nos resíduos e coprodutos de uma safra de grãos uma necessária reserva de alimentos, combinação que contribuiu para manter a qualidade das carcaças dos animais nos últimos meses.

Veja os destaques pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Telespectador registra “despertar” da fauna pantaneira após as chuvas sobre a região

Após 23 dias de queimadas que destruíram mais de 170 mil hectares, a chuva voltou a incidir sobre a região e alegrou os animais; pantaneiro registrou sons em vídeo

Confira as fazendas em destaque do dia 11 de novembro de 2019

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Como o confinamento aproxima a pecuária do nível de gestão da agricultura?

Além de acelerar o giro do boi e padronizar carcaças produzindo carne de qualidade superior, pecuarista tem série de benefícios na administração do negócio

Genoma do Nelore aponta características para qualidade de carne

Estudo de genômica conduzido na Embrapa Pecuária Sudeste confirmou que herdabilidade das características torna possível o melhoramento por seleção

Tempo no MT ainda é seco, mas primeiras chuvas já sinalizam melhora para os próximos dias

25 setembro 2019
planejamento-combate-falta-pasto-seca

Apesar da situação ainda crítica, com tempo seco em boa parte do Mato Grosso, algumas regiões já receberam as primeiras chuvas da primavera e estão aliviando as condições das pastagens. Nesta quarta, 25, o gerente regional de originação da Friboi para o Oeste do estado do MT, Sonair Nogueira, falou sobre a condição.

“Estamos bem nesta transição, já começa a sinalizar uma melhora. O pasto neste primeiro momento vem muito rápido. A situação ainda é crítica, mas está sinalizando uma melhora para os próximos 15 a 20 dias com bastante chuva para o Mato Grosso”, registrou. Nogueira falou inclusive que em regiões próximas a Juara e Juína já foram registrados os primeiros problemas com embarque de gado por conta de adversidades provocadas pelas chuvas.

Em sua participação no programa, Sonair destacou ainda o avanço da integração lavoura-pecuária no estado, o que contribui para melhorar a terminação de carcaças sobretudo no período seco. Ao passo que o agricultor que integra garante uma terceira safra plantando o capim junto ao milho, o pecuarista tem nos resíduos e coprodutos de uma safra de grãos uma necessária reserva de alimentos, combinação que contribuiu para manter a qualidade das carcaças dos animais nos últimos meses.

Veja os destaques pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Após 23 dias de queimadas que destruíram mais de 170 mil hectares, a chuva voltou a incidir sobre a região e alegrou os animais; pantaneiro registrou sons em vídeo

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Além de acelerar o giro do boi e padronizar carcaças produzindo carne de qualidade superior, pecuarista tem série de benefícios na administração do negócio

Estudo de genômica conduzido na Embrapa Pecuária Sudeste confirmou que herdabilidade das características torna possível o melhoramento por seleção

Regiões entre MG e BA a fronteira do Matopiba ainda sofrem com estiagem, mas cenário deverá mudar a partia da 2ª quinzena de novembro

Fazendas localizadas em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Conheça e se inspire na trajetória da pecuarista Carmen Perez, responsável pela gestão da Agropecuária Orvalho das Flores, em Barra do Garças-MT

Produtor obtém benefício ao sincronizar transporte do gado magro e do gado gordo entre propriedades distintas. “Pecuária tem que ser tocada como uma empresa”, destacou

Em fazenda de Novo Horizonte d’Oeste-RO, fêmeas precoces já expressam tranquilidade em meio à cura do umbigo e identificação de seus filhos no pasto maternidade

Veterinário lista tudo o que o pecuarista precisa saber sobre maquinário utilizado, montagem de galpões, divisões de piquetes e fatores limitantes para a produtividade do sistema

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE