Vai aplicar herbicida no seu pasto? Não comece antes de ver estas duas dicas

10 maio 2018
gps-barra-adaptada-aplicacao-herbicidas-pastagens

No Giro Tecnológico (G-Tec) que foi ao ar nesta quinta, 10, o engenheiro agrônomo, mestre e doutor em tecnologias de aplicação de produtos fitossanitários Henrique Campos aproveitou sua visita à Agrishow 2018 para explicar a importância da utilização do GPS na hora de pulverizar herbicidas nas pastagens.

+ Conheça os fatores que mais impactam na aplicação de defensivos em pastagens

“A primeira dica que eu quero dar para quem usa herbicida em pastagem é que é super importante utilizar a ferramenta chamada GPS. Nós estamos em 2018, tempo de agricultura de precisão, e eu estou vendo muito pecuarista que ainda não está usando”, repreendeu. O agrônomo afirmou que o uso do GPS evita desperdício dos produtos e possíveis zonas com falhas de aplicação.

A segunda dica passada por Campos foi uma barra pode ser adaptada a qualquer caminhão com tanque e bomba pressurizadora. O implemento pode ser uma alternativa para quem não tem pulverizador específico, mas precisa limpar suas pastagens. “Vai facilitar muito pra quem não tem estrutura, não tem pulverizador montado”, mostrou.

Veja as informações pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Confira as fazendas em destaque do dia 20 de novembro de 2019

Fazendas localizadas no Mato Grosso do Sul e Minas Gerais foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Giro do Dia: curral da unidade de Mozarlândia em dia de abate 1953

Veja imagens do lote de novilhas meio-sangue Angus da Fazenda São Luiz, em Santa Tereza-GO, que marcou 98% Verde no Farol da Qualidade

Degradação do pasto custou mais de R$ 15 por arroba para o pecuarista em 2018

Agrônomo Maurício Nogueira falou em entrevista sobre como investir da maneira certa no momento de alta e os impactos das mentiras sobre a sustentabilidade do setor

Quais consequências o produtor pode sofrer pelos erros na declaração do ITR?

Declaração para o imposto venceu em setembro, mas os problemas começam depois do fim do prazo; confira as dicas do consultor jurídico

Vai aplicar herbicida no seu pasto? Não comece antes de ver estas duas dicas

10 maio 2018
gps-barra-adaptada-aplicacao-herbicidas-pastagens

No Giro Tecnológico (G-Tec) que foi ao ar nesta quinta, 10, o engenheiro agrônomo, mestre e doutor em tecnologias de aplicação de produtos fitossanitários Henrique Campos aproveitou sua visita à Agrishow 2018 para explicar a importância da utilização do GPS na hora de pulverizar herbicidas nas pastagens.

+ Conheça os fatores que mais impactam na aplicação de defensivos em pastagens

“A primeira dica que eu quero dar para quem usa herbicida em pastagem é que é super importante utilizar a ferramenta chamada GPS. Nós estamos em 2018, tempo de agricultura de precisão, e eu estou vendo muito pecuarista que ainda não está usando”, repreendeu. O agrônomo afirmou que o uso do GPS evita desperdício dos produtos e possíveis zonas com falhas de aplicação.

A segunda dica passada por Campos foi uma barra pode ser adaptada a qualquer caminhão com tanque e bomba pressurizadora. O implemento pode ser uma alternativa para quem não tem pulverizador específico, mas precisa limpar suas pastagens. “Vai facilitar muito pra quem não tem estrutura, não tem pulverizador montado”, mostrou.

Veja as informações pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Fazendas localizadas no Mato Grosso do Sul e Minas Gerais foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira o lote e Farol da Qualidade.

Veja imagens do lote de novilhas meio-sangue Angus da Fazenda São Luiz, em Santa Tereza-GO, que marcou 98% Verde no Farol da Qualidade

Agrônomo Maurício Nogueira falou em entrevista sobre como investir da maneira certa no momento de alta e os impactos das mentiras sobre a sustentabilidade do setor

Declaração para o imposto venceu em setembro, mas os problemas começam depois do fim do prazo; confira as dicas do consultor jurídico

Em entrevista ao Giro do Boi, diretora da CME Group para a América Latina dá dicas para produtor diminuir riscos do seu negócio

Conheça a história de Elias Madureira, que chegou em RO como contador em 1985, transformou-se em pecuarista nos anos 90 e fez da Fazenda Veneno no Olhar uma referência para a região

Cuidar das forrageiras é essencial para fazendas de pecuária a pasto, mas existe um fator limitante para o sucesso do produtor; saiba qual é

Em entrevista ao Giro do Boi, diretora da CME Group para a América Latina dá dicas para produtor diminuir riscos do seu negócio

Conheça a história de Elias Madureira, que chegou em RO como contador em 1985, transformou-se em pecuarista nos anos 90 e fez da Fazenda Veneno no Olhar uma referência para a região

Em entrevista ao Giro do Boi, Bruno Brainer, gerente de originação da Friboi para Rondônia e Acre, falou sobre parceria com produtor em 2019 e evolução da pecuária na região

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE