A ‘fantástica fábrica de boi gordo’

21 novembro 2019
modelo-gestao-pecuaria-de-corte-agropastoril-paschoal-campanelli

Nesta quinta, 21, o Giro do Boi exibiu mais uma reportagem da série especial produzida na Agropastoril Paschoal Campanelli. Depois do contar a história do grupo e apresentar o sistema de recria chamado pré-confinamento, o destaque desta vez foi para o modelo de gestão.

“O gerenciamento de cada atividade aqui responde a um sistema que gera dados permanentemente com alto grau de controle das operações, o que norteia todas as tomadas de decisão”, resumiu o repórter Marco Ribeiro ao apresentar o modelo de gestão grupo.

Entre os exemplos de ferramentas que impressionam pela precisão estão um conjunto de quase 50 câmeras que mostram em tempo real as tarefas desenvolvidas no confinamento, uma estação meteorológica que informa mudanças climáticas, probabilidade de chuvas e temperatura, e o uso de softwares que tornam todos os dados acessíveis a todo momento desde qualquer parte do planeta. O monitoramento ocorre, inclusive, desde a chegada dos insumos adquiridos pela empresa, que passam por análises que atestam se a qualidade do produto corresponde, de fato, ao que foi combinado na hora da compra para que não haja interferência no desempenho dos animais.

“O pecuarista geralmente é muito movido pela paixão. A gente tem que ter paixão pelo o que a gente faz, mas no nosso caso eu sempre falo que eu acredito em Deus, o resto eu gosto de ver número. Então a gente é movido por resultado, por número. Nossas tomadas de decisão não são passionais, são absolutamente racionais”, reforçou o diretor executivo da Agropastoril Paschoal Campanelli, Victor Campanelli.

Pelas informações geradas pelos programas de gestão, foi possível, por exemplo, identificar que os animais que passaram pelo pré-confinamento, uma fase desenvolvida especificamente para se ajustar ao sistema de produção da empresa, eram mais produtivos que os demais. Uma amostra de como a inteligência de negócios, ou B.I. na sigla em inglês, pode contribuir para a pecuária de corte.

“A gente conseguiu melhorar muito o sistema. Pensando no começo do ano para cá, a gente diminuiu muito o nosso ciclo de produção. A gente identificou, por exemplo, o sistema pré-confinamento. Ele mostrou, pelo indicadores, ser muito mais rentável, ter a melhor relação ‘custo x benefício’, e maior lucratividade. Então, a partir destes indicadores, a gente consegue rastrear e até melhorar o nosso desempenho. Consequentemente, as fazendas de recria estão aumentando a parte de produtividade, a intensidade de tecnologia tecnologias que estão sendo utilizadas lá”, informou a zootecnista Valquíria Alencar Beserra, analista de dados do grupo.

O nível de precisão na coleta de também no uso dos dados faz com que a empresa seja uma referência de pecuária produtiva, não somente para o Brasil, mas para o mundo todo. “O Brasil hoje tem a melhor pecuária do mundo. Eu acho que a diferença do Brasil para o mundo hoje é que o desvio padrão da pecuária é muito grande, mas o cara que é bom no Brasil é o melhor do mundo”, assegurou Victor Campanelli.

Confira os detalhes do sistema de gerenciamento da Agropastoril Paschoal Campanelli pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Gestão da pecuária: “o que me trouxe até aqui não vai me levar adiante”

Descubra os seis pontos em comum entre as fazendas de pecuária de corte mais lucrativas do Brasil

Confira as fazendas em destaque do dia 05 de dezembro de 2019

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

Fazenda tem economia milionária ao transformar esterco em adubo

No interior de SP, Agropastoril Paschoal Campanelli fertiliza lavouras de cana-de-açúcar, milho e pastagens usando dejetos do confinamento

Rústico e produtivo com carne de qualidade, raça Nelore é “patrimônio nacional”

Giro do Boi vai abordar evolução da raça em programa especial às 20h do dia 09/12 pelo Canal Rural

A ‘fantástica fábrica de boi gordo’

21 novembro 2019
modelo-gestao-pecuaria-de-corte-agropastoril-paschoal-campanelli

Nesta quinta, 21, o Giro do Boi exibiu mais uma reportagem da série especial produzida na Agropastoril Paschoal Campanelli. Depois do contar a história do grupo e apresentar o sistema de recria chamado pré-confinamento, o destaque desta vez foi para o modelo de gestão.

“O gerenciamento de cada atividade aqui responde a um sistema que gera dados permanentemente com alto grau de controle das operações, o que norteia todas as tomadas de decisão”, resumiu o repórter Marco Ribeiro ao apresentar o modelo de gestão grupo.

Entre os exemplos de ferramentas que impressionam pela precisão estão um conjunto de quase 50 câmeras que mostram em tempo real as tarefas desenvolvidas no confinamento, uma estação meteorológica que informa mudanças climáticas, probabilidade de chuvas e temperatura, e o uso de softwares que tornam todos os dados acessíveis a todo momento desde qualquer parte do planeta. O monitoramento ocorre, inclusive, desde a chegada dos insumos adquiridos pela empresa, que passam por análises que atestam se a qualidade do produto corresponde, de fato, ao que foi combinado na hora da compra para que não haja interferência no desempenho dos animais.

“O pecuarista geralmente é muito movido pela paixão. A gente tem que ter paixão pelo o que a gente faz, mas no nosso caso eu sempre falo que eu acredito em Deus, o resto eu gosto de ver número. Então a gente é movido por resultado, por número. Nossas tomadas de decisão não são passionais, são absolutamente racionais”, reforçou o diretor executivo da Agropastoril Paschoal Campanelli, Victor Campanelli.

Pelas informações geradas pelos programas de gestão, foi possível, por exemplo, identificar que os animais que passaram pelo pré-confinamento, uma fase desenvolvida especificamente para se ajustar ao sistema de produção da empresa, eram mais produtivos que os demais. Uma amostra de como a inteligência de negócios, ou B.I. na sigla em inglês, pode contribuir para a pecuária de corte.

“A gente conseguiu melhorar muito o sistema. Pensando no começo do ano para cá, a gente diminuiu muito o nosso ciclo de produção. A gente identificou, por exemplo, o sistema pré-confinamento. Ele mostrou, pelo indicadores, ser muito mais rentável, ter a melhor relação ‘custo x benefício’, e maior lucratividade. Então, a partir destes indicadores, a gente consegue rastrear e até melhorar o nosso desempenho. Consequentemente, as fazendas de recria estão aumentando a parte de produtividade, a intensidade de tecnologia tecnologias que estão sendo utilizadas lá”, informou a zootecnista Valquíria Alencar Beserra, analista de dados do grupo.

O nível de precisão na coleta de também no uso dos dados faz com que a empresa seja uma referência de pecuária produtiva, não somente para o Brasil, mas para o mundo todo. “O Brasil hoje tem a melhor pecuária do mundo. Eu acho que a diferença do Brasil para o mundo hoje é que o desvio padrão da pecuária é muito grande, mas o cara que é bom no Brasil é o melhor do mundo”, assegurou Victor Campanelli.

Confira os detalhes do sistema de gerenciamento da Agropastoril Paschoal Campanelli pelo vídeo abaixo:

VEJA TAMBÉM

Descubra os seis pontos em comum entre as fazendas de pecuária de corte mais lucrativas do Brasil

Fazendas localizadas em Minas Gerais, Rondônia e Mato Grosso foram destaques do quadro Giro pelo Brasil; confira os lotes e Farol da Qualidade.

No interior de SP, Agropastoril Paschoal Campanelli fertiliza lavouras de cana-de-açúcar, milho e pastagens usando dejetos do confinamento

Giro do Boi vai abordar evolução da raça em programa especial às 20h do dia 09/12 pelo Canal Rural

Consultor adverte que produtividade de grande parte da pecuária praticada no Brasil cresceu baseada em aumento dos custos e aponta o caminho para produtor evitar o problema

Conforme novas tecnologias são incorporadas no campo, fazendas de gado de corte aumentaram a demanda por mão de obra especializada

Além do retorno financeiro específico da operação de engorda, produtor tem benefícios indiretos como possibilidade de aumentar rebanho e a taxa de lotação

Antônio Chaker apresenta qual etapa do ciclo de produção tem mais oportunidades para aumentar desfrute e renda e elenca números para pecuarista ficar atento

Com o desafio de otimizar o uso da terra, propriedade em Serra Nova Dourada-MT saiu da cria para a recria-engorda utilizando confinamento com grão inteiro

Giro do Boi vai abordar evolução da raça em programa especial às 20h do dia 09/12 pelo Canal Rural

DIREITO AGRÁRIO

Participe do Giro do Boi

NEWSLETTER

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail

CADASTRE-SE